Otimizar produtos é a ordem do momento!

Last Updated on 3 de agosto de 2021 by Extratos da Terra

Produtos multifuncionais trazem a oportunidade de desenvolvermos vários planos de tratamento com um número menor de itens, aumentando a eficácia e a lucratividade! Lembrando que os produtos home care não podem faltar nesses tratamentos.

Com a escolha dos produtos certos e com uma associação bem planejada, é possível obter um kit de custo baixo e alto rendimento, tratando-se as principais queixas nos tratamentos corporais. Para isso, reunimos nove produtos corporais que não podem faltar na sua cabine e com eles sugerimos cinco protocolos bem pontuais e que são os tratamentos mais procurados pelos clientes, trazendo com isso cinco oportunidades diferentes de uso deles. Esses cinco protocolos podem virar outros ou podem ser individualizados com o uso de um equipamento específico associado a eles  e que você tenha disponível. A criatividade e o conhecimento farão a diferença na hora de montar o plano de tratamento de seu cliente. Que tal começar agora?

As cinco principais queixas, quando falamos em tratamentos corporais, são: redução de medidas e gordura localizada, redução de edemas ou inchaços, redução da flacidez de pele, relaxamento e alívio da dor muscular e celulite. Você pode otimizar os resultados para todos esses problemas associando produtos cosméticos com a eletroterapia e seus protocolos. Alguns equipamentos que podemos associar são radiofrequência, ultrassom, endermologia ou vacuoterapia, corrente galvânica (iontoforese), corrente russa ou microcorrentes. Porém, se preferir aplicar os protocolos com as técnicas manuais de massagem, drenagem, assim como fazer uso de acessórios, os resultados estarão garantidos pela associação cosmética sugerida.

 

Os nove produtos que não podem faltar em nenhum centro estético e que apresentam a maior funcionalidade são:

Lipofeme Magic 3C + Lipofeme Fluido Corporal: produto que auxilia no tratamento da celulite, na redução de medidas, na gordura localizada e na firmeza da pele.
Lipofeme Fluido Corporal: produto com ativos multifuncionais para tratamento de celulite, gordura localizada e flacidez. Pode também ser usado com equipamentos como ionizadores na polaridade negativa, microcorrentes, ou ainda antes da aplicação de eletroterapia,além de seu uso manual em parceria ou não com o Magic.
– Vitta Algas Marrons Máscara-Gel: máscara corporal que estimula o metabolismo e melhora a irrigação do tecido. Pode ser utilizada em todos os procedimentos corporais, inclusive termoterapia, em mantas térmicas ou como condutor em equipamentos que necessitem de gel condutor para passagem das correntes. Além de ser uma máscara hidratante, firmante, auxiliar na redução de edemas, gordura localizada e celulite, é um gel condutor rico em princípios ativos que potencializam todos os resultados.
Vitta Hiperemim Fluido Lipotérmico: um produto termoativador e vasodilatador que possui ativos redutores e muito associados em técnicas manuais de modelagem corporal.
Vitta Estético Creme de Massagem Drenante: é um creme curinga para massagem manual com ativos estimulantes e antioxidantes e que pode ser utilizado em mantas e antes de gessoterapia. Também pode ser ocluído e associado em diversos protocolos com finalidades variadas, já que ele estimula o metabolismo, é descongestionante, melhora a microcirculação e aumenta a síntese de colágeno.
Vitta Gel Esfoliante Corporal com Semente de Apricot: cosmético utilizado em todos os procedimentos estéticos, já que inicia o trabalho de qualquer protocolo corporal com uma aplicação exclusiva a seco, facilitando o seu uso, pois o produto será absorvido e as sementes restantes podem ser facilmente retiradas com luvas esfoliantes ou com toalha seca.


E para dar um toque a mais ao seu atendimento, dois produtos fazem a diferença: Vitta Atlético Creme de Massagem Corporal, usado para o controle da dor muscular e, associado a ele, Vitta Relax Capim-Limão, que promove o relaxamento e facilita as manobras em massagens relaxantes, oferecendo ao seu cliente um plus, já que é algo que pode fazer a diferença para o seu cliente nos dias em que ele mais precisa. Lembramos que o diferencial do profissional é o atendimento, então relaxamento e controle da dor podem ser a cereja do bolo nesse mercado tão competitivo.

Ficou empolgada com a ideia? Baixe os cinco protocolos aqui e lembre-se da indicação home care que preparamos para cada tratamento. Eles farão a diferença no resultado, e a sua cliente lembrará de você todos os dias!  

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Elizete Garcia

Desmistificando os peelings

Last Updated on 26 de abril de 2022 by Lucimara da Cunha

Os chamados peelings são produtos que contêm em sua composição ácidos ou outros ingredientes que promovem a renovação celular. Em outras palavras, eles têm o poder de retirar as células mortas que estão depositadas na superfície da pele, promovendo o afinamento e o clareamento dela, além de deixar um aspecto mais liso e uniforme. 

Os peelings químicos ficaram famosos pelos resultados rápidos dos peelings do tipo profundos que descamam e, no curto prazo, deixam a pele como a de um bebê. Por outro lado, esses peelings podem causar efeito rebote, deixando manchas na pele depois de alguns meses se a pessoa não for cuidadosa após a realização do procedimento, ou ainda, se a pele tiver tendência ao desenvolvimento de melasma.

Por que nem todos os peelings descamam?

Porque nem todos os peelings são iguais. Além de vários tipos de ácidos com ações distintas, também existem diferentes níveis em que esses produtos conseguem agir na pele.

Eles se classificam conforme o nível de profundidade atingido pelos ácidos. De forma geral, podemos dividir os peelings em dois principais: os de ação superficial e os de ação profunda. 

As principais diferenças entre esses dois tipos são a concentração usada de ácidos para o procedimento, o pH que os torna mais ou menos agressivos e a forma como agem na pele. 

Ácidos de ação superficial

Esses produtos removem as células que ficam na superfície, aquelas que já não trazem mais benefícios e que deixam a pele grossa e manchada. Também penetram nas camadas abaixo de forma mais lenta, trazendo outros benefícios que vão depender de cada ácido, porém sem causar irritação e inflamação. 

ação dos peelings químicos na pele

Eles removem as células mortas como se elas fossem escamas e não prejudicam a barreira de proteção da pele. 

Ao mesmo tempo, ao serem removidas da camada superior, as células que ficam nas camadas mais profundas recebem uma mensagem indicando que precisam produzir novas células, e com isso se forma o que é chamado de renovação celular. Abaixo há uma ilustração que mostra como acontece a renovação celular dentro da pele e como as novas células chegam à superfície.

A concentração de ácidos permitida para esses procedimentos é de até 10% e um pH igual ou acima de 3,5, podendo ter variações dependendo do tipo de ácido utilizado na formulação. 

Devido ao fato de esses peelings serem mais seguros, todos os tipos e fototipos de pele podem receber o tratamento. Porém, uma avaliação de um profissional de estética é de suma importância para a escolha dos melhores ácidos de acordo com as necessidades de cada pele. 

Ácidos de ação média e profunda

Realizados por médicos, são mais agressivos e removem as células da pele além da camada superficial, destruindo também as células sadias da epiderme, podendo atingir até a derme. Como consequência, o corpo responde com um processo inflamatório para reconstrução das camadas que foram removidas. Justamente por essa reconstrução rápida, no curto prazo a pele fica livre de manchas e renovada.

Por outro lado, após a aplicação do peeling, a pele fica desprotegida e sem sua camada de proteção ativa. Ao contrário dos peelings superficiais, nesse procedimento é necessário ter alguns cuidados após a realização do peeling, que exige que a pele fique um tempo sem pegar sol.

Como a pele fica desprotegida, o uso de ácidos com ação profunda é usualmente feito no inverno, quando a incidência dos raios solares é menor, o que diminui o risco de causar manchas após o procedimento. Antigamente era muito comum fazer esse tipo de tratamento, e é por esse motivo que o inverno ficou sendo conhecido como a estação dos peelings.

Em peeling médio e profundo as concentrações de ácidos são maiores, e geralmente esses tipos de peeling possuem um pH abaixo de 3,0, o que os torna mais descamativos e irritativos para a pele. Em contrapartida, não é em toda pele que se recomenda fazer esse tipo de procedimento, sendo de extrema importância a avaliação de um profissional qualificado e treinado para realizar o tratamento. 

Desmistificando os peelings superficiais

No passado, acreditava-se que os peelings superficiais não eram eficientes. E diga-se de passagem que antigamente eles poderiam não ser mesmo. Mas com as novas tecnologias de permeação e com ingredientes cada vez mais biologicamente ativos, hoje é possível ter excelentes resultados com os peelings superficiais. E o melhor é que se pode aplicar esses peelings durante o ano inteiro sem riscos de provocar manchas na pele. 

É sobre esse tipo de peeling químico que vamos falar na sequência. Selecionamos 4 dicas dos peelings mais modernos disponíveis no site da Extratos da Terra e suas indicações. 

Peeling para manchas e melasma

Uma das premissas no tratamento das manchas, e principalmente do melasma, é evitar a agressão para não estimular a produção de melanina. 

Dessa forma, os peelings clareadores precisam remover as células manchadas, mas ao mesmo tempo têm que evitar uma nova mancha.

Nesse sentido, um dos ácidos mais modernos e eficientes é o ácido tranexâmico. Ele possui duas funções importantes: 

1 – Em primeiro lugar, evita a formação da melanina (pigmento que causa a mancha) por inibir a ação de fatores de crescimento e proteínas que ativam a tirosinase, que é a principal enzima que forma esse pigmento.

2 – Em segundo lugar, evita a transferência do pigmento já formado para as células, ou seja, impede que as células manche novamente. 

Outro ácido importante no tratamento de manchas é o mandélico. Ele age na retirada das células já manchadas da pele, localizadas nas camadas mais superficiais. Com isso, estimula também a renovação celular. 

Dessa forma, pode-se perceber que o ácido mandélico e o tranexâmico se complementam e formam uma combinação perfeita nos tratamentos clareadores. Em outras palavras, o ácido mandélico estimula a troca das células com manchas escuras por novas células que o ácido tranexâmico evitou que fossem manchadas no processo de renovação celular. 

O ácido mandélico também penetra lentamente na pele e auxilia o tranexâmico no controle da produção de melanina. Dessa forma, evita a produção de pigmentos em excesso que causam o escurecimento localizado na pele. 

Tranex Peel

A combinação desses dois ácidos está presente no Tranex Peel, que contém 4% de ácido tranexâmico e 6% de ácido mandélico. Além dos ácidos, o Tranex Peel possui os ingredientes biolumitá® e ferula foetida. Esses últimos ingredientes agem em outros mecanismos para evitar a ativação da tirosinase, diretamente envolvida na produção do pigmento que causa as manchas. 

Um dos peeling mais eficientes para manchas
Tranex Peel

O Tranex Peel pode ser usado no tratamento do melasma e em todos os tipos e fototipos de pele, pois tem pH entre 4 e 5, o que não causa irritação nem desconfortos na hora da aplicação.

Peeling para acne

No tratamento da acne é necessário que os ácidos diminuam a queratinização das células e a espessura da pele. Isso porque esse acúmulo de células mortas e de sebo faz o tamponamento dos poros, criando um ambiente perfeito para desencadear o processo inflamatório característico da acne.

Um dos principais ácidos para o tratamento da acne é o salicílico. O ácido salicílico é um esfoliante que age nas camadas mais superficiais da pele, facilitando a remoção das células mortas e promovendo a limpeza dos poros. Além disso, ele controla a oleosidade excessiva e ajuda no controle de bactérias envolvidas no processo inflamatório da acne. É um ácido que age em vários aspectos que levam à formação das espinhas.

Do mesmo modo, o ácido glicólico também atua como esfoliante, diminuindo a espessura da camada mais superficial da pele. Além disso, remove o tampão de queratina e sebo que se forma sobre a glândula sebácea que entope os poros, causando os cravos e as espinhas. O ácido glicólico também estimula a produção de colágeno e a renovação celular, evitando as cicatrizes da acne e mantendo a pele uniforme. 

Outro ácido com ótimo resultado no tratamento da acne é o mandélico já citado, que controla a produção de pigmento, sendo bem importante no tratamento da acne para evitar as manchas pós-inflamatórias. Mas além disso, o ácido mandélico também auxilia no controle da oleosidade, que é um das principais causas do aparecimento da acne.

Peeling Secativo da Extratos da Terra

Reúne em um só produtos esses 3 ácidos mais o acneol. Esse último é um blend de ingredientes que agem de forma global e em diversos mecanismos para controle da acne. 

peeling secativo para acne

As concentrações de ácidos no Peeling Secativo são 5% de ácido mandélico, 3% de ácido glicólico e 2% de ácido salicílico no pH entre 3,80 a 4,5, sendo possível usar em todos os tipos e fototipos de pele. 

Peeling anti-idade

Peles envelhecidas têm uma combinação de alterações que levam ao aparecimento das linhas de expressão, rugas e manchas na pele. Por isso, um peeling para o tratamento anti-idade precisa agir em todos esses aspectos.

As manchas estão presente na pele envelhecida porque todo o sol que você está exposto durante a vida, vai refletir em alterações na pele, deixando manchas marrom e a coloração não uniforme. Outra alteração na tonalidade de peles envelhecidas é a palidez devido a redução da taxa de renovação celular.

Um dos ácidos mais eficientes para o tratamento anti-idade é o mandélico, já citado anteriormente. O ácido mandélico age através de dois estímulos: o físico, aumentando a taxa de renovação da pele, que fica reduzida com a idade, e o químico, autorregulando a produção de melanina, diminuindo assim as manchas da idade e as alterações solares.

Por acelerar a renovação celular, esse ácido melhora a textura da pele, diminuindo as linhas finas. Seu efeito é gradativo, melhorando a qualidade da pele, deixando-a mais iluminada e mais uniforme. Outro fato interessante é que o ácido mandélico provoca menos irritação na pele, sendo possível usar em todos os tipos de pele nos tratamento anti-idade.

Mandelic Peel

O Mandelic Peel possui 10% de ácido mandélico, sendo eficaz no tratamento anti-idade e pode inclusive ser usado em peles envelhecidas que também apresentam melasma, sem risco de dar efeito rebote.

Além disso, o Mandelic Peel também é recomendado para a preparação da pele em tratamentos com laser e no tratamento pós-laser. Como resultado tem a diminuição da incidência de manchas após o procedimento.

No preparo da pele para o laser, deve-se usar o ácido de 2 a 4 semanas antes da aplicação do laser e após a reepitelização. Quando usado para o pré e o pós-operatório, a inflamação e a hiperpigmentação raramente ocorrem, o que se deve ao seu efeito bactericida e cicatrizante. 

Peeling para estrias

Antes de mais nada, os peelings não se restringem apenas ao rosto. Eles também são ideais para o corpo, como, por exemplo, no tratamento de estrias

O peeling para estria precisa ter ação principal de renovação celular, de modo a estimular o preenchimento da pele no local da cicatriz. Somado a isso, deve agir na coloração para que a pele fique com tom uniforme e as estrias fiquem imperceptíveis. 

Nesse conceito, os ácidos que mais se adaptam ao tratamento de estrias são o ácido hialurônico, o ácido mandélico e o ácido lático. 

Como já vimos, o mandélico trabalha na uniformização da cor e por isso é muito importante para deixar a cor da estria no mesmo tom do resto da pele. O ácido lático é um excelente renovador celular, pois estimula a produção de novas células para o preenchimento da cicatriz. Além disso, tem excelentes propriedades hidratantes, essenciais para evitar um novo desgaste das fibras de colágeno no local das estrias. 

O ácido hialurônico não é classificado como um peeling químico. Mas tem excelentes resultados no preenchimento da pele e na renovação celular, uniformizando o relevo das estrias. Além do mais, é um hidratante biológico que evita a formação de novas estrias.

A combinação de 5% de ácido mandélico e de 5% de ácido lático está presente no Sérum de Renovação Celular. Ele ainda conta com 2% de ácido hialurônico, que tem efeito preenchedor e hidratante. Além disso, por não ser considerado um peeling químico, o ácido hialurônico não tem restrição de uso ou de porcentagens.

peeling para estrias

Esse peeling químico é específico para ser aplicado pontualmente nas estrias para que se obtenha esse efeito preenchedor na cicatriz e uniformizador da pele. 

Combinação de peelings com a gluconolactona

Um dos peelings mais modernos e versáteis é a gluconolactona, um poli-hidroxiácido de quarta geração obtido pela oxidação da glucose do milho. É um excelente ativo para o tratamento de peles fotoenvelhecidas, sensíveis, com acne, dermatites ou outros problemas que deixam a pele irritada e ressecada. 

Além de estimular a renovação celular, a gluconolactona também tem a capacidade de armazenar água, sendo, portanto, um esfoliante que não resseca a pele. Nos tratamentos anti-idade ou de prevenção ao envelhecimento, o ingrediente melhora a textura da pele, uniformiza a coloração, diminui rugas e linhas de expressão. Além disso, melhora também a firmeza em todos os fototipos. 

A gluconolactona é um componente que já possuímos na pele, e sua molécula promove um efeito esfoliante comparado ao do ácido glicólico. Porém não causa nenhum desconforto em peles sensíveis. Ideal para todos os fototipos e não apresenta fotossensibilidade na pele, podendo ser usada com tranquilidade em todas as estações do ano. 

Quais outros tratamentos a gluconolactona é bem vinda?

Devido às suas características, também pode-se usar em tratamentos de áreas sensíveis como a região dos olhos e lábios. Além disso, pode compor tratamentos antes e depois de procedimentos como laser e microdermoabrasão.

Também tem efeito comprovado para reduzir a irritação da pele por outros componentes ou para o tratamento de peles que já se apresentam irritadas e inflamadas. Dessa forma, age como um ingrediente reconstrutor da barreira de proteção e um inibidor de mediadores de inflamação como o IL-1 e o PGE-2.

Em tratamentos de acne, a gluconolactona é capaz de modificar a queratinização das células, prevenindo os comedões. Além disso, tratar a acne pelo efeito anti-inflamatório e anti-irritante.

A gluconolactona também possui efeitos positivos no tratamento de peles fotoenvelhecidas. Neste caso diminui não só as rugas e as linhas de expressão, mas também uniformizando a pele. 

Devido ao fato de a sua molécula possuir várias hidroxilas, a gluconolactona atrai água para a sua estrutura, sendo, portanto, um hidratante biológico. Também por seu tamanho ser maior que o do ácido glicólico, penetra mais lentamente na pele, não causando desconforto na hora da aplicação. 

Um peeling que possui 10% de gluconolactona em um pH entre 3,8 a 4,5 é o Hydra Peel.

Um dos peeling mais multifuncionais é o hydra Peel

Esse peeling é o mais indicado para peles sensíveis, e como ele tem diversas ações, pode-se combinar com qualquer tratamento, indo desde uma hidratação até o tratamento de melasma e acne. Inclusive pode ser associado aos outros peelings já mencionados e, de preferência, ser usado depois deles devido aos efeitos anti-irritantes e hidratantes que ocasionam. 

Quer saber como adquirir ou saber mais sobre cada um desses peelings da Extratos da Terra? Confira nos links abaixo:

peelings quimicos
peelings quimicos
peelings quimicos
peelings quimicos

Cuidados com a barba e a pele masculina

Last Updated on 3 de agosto de 2021 by Lucimara da Cunha

Ahhhh, a barba! Desde a Antiguidade acompanhando os homens e, os pelos que antes eram  indesejáveis, agora estão fazendo o maior sucesso. A barba é uma tendência contemporânea e desde muito tempo era uma forma de caracterizar estilos de vida. Enquanto a barba vira uma tendência cada vez mais forte, o mercado de estética masculina vêm crescido de forma grandiosa, com ascensão a partir de 2015 e representando 35% da movimentação desse segmento. Para o homem, a barba é quase tão valiosa quanto os cabelos, fazendo parte de um combo de beleza. O crescimento de novos segmentos envolvendo as barbearias tem dado um gás nesse mercado. Empresários atentos às mudanças de mercado têm mudado o conceito de uma simples barbearia, proporcionando ao cliente muito mais do que só aparar os pelos. Vários produtos são utilizados para deixar esse processo o mais prazeroso possível, sem causar irritações na pele após o barbear e com produtos que facilitam o corte.

O homem de hoje procura estilo, já se foi o tempo de pensarmos que só as mulheres passam horas nos salões de beleza. Se antigamente era “dos carecas que elas gostavam mais”, hoje são os barbudos bem cuidados que elas mais procuram. Uma bela barba tem o seu respeito, mas também tem os seus problemas. O pelo é uma extensão da pele, e sofre junto com ela efeitos como o da poluição, do sol e acúmulo de sujeira e da foliculite.

Fique ligado em alguns cuidados básicos para manter uma barba bem tratada e bonita:

  • Os homens geralmente sofrem mais com oleosidade no rosto do que as mulheres, por isso é importante higienizar a pele com um sabonete específico, pois o excesso de “sebo” pode interferir no crescimento da barba;
  • Aparar sempre os pelos é uma boa maneira de evitar a coceira e a irritação da pele;
  • Um dos itens mais importantes no processo de barbear é hidratar e condicionar a barba. Não adianta aderir a moda e deixar a pele e os pelos danificados.

No mercado atual, existem diversos produtos e acessórios específicos para a barba, como pentes, tesouras e outros. Além disso, há barbearias especializadas em corte, modelos de barba e bigodes. Lembrem-se de que não é porque você está deixando a barba crescer que nunca mais irá tirar os pelos do rosto. Para manter uma barba bem moldada, devemos sim tirar o excesso de pelos. Vale lembrar ainda que existe o “bigode”, que é quase um elemento à parte na barba. Ele tem o seu próprio ritmo de crescimento, a sua própria forma de aparar, e se você for criativo, pode escolher um estilo completamente diferente do restante dos pelos faciais. Não é por acaso que existem produtos dedicados especificamente para o bigode, como pentes menores para estilos mais volumosos ou mesmo pomada para modelar.

Não se esqueça de cuidar da pele também, pois do que adianta ter uma barba linda se a pele não for tão linda quanto? O ato de barbear muitas vezes pode levar à foliculite, uma inflamação do folículo do pelo que deixa a pele vermelha, irritada e provoca coceira. Para evitar esses desconfortos, procure sempre um bom profissional e use produtos adequados para higienizar a pele. Produtos calmantes também são uma boa solução para usar na pele após o barbear, e uma dica é o Dermosoft Melange Pós Peeling, que acalma e diminui a irritação provocada pela lâmina. E para quem está deixando a barba crescer, lembre-se do resto do rosto onde não há pelos, como a área dos olhos e demais locais. Essas áreas também precisam de cuidados e de uma boa hidratação. Podem ser usados produtos multifuncionais, como Dermosoft Day Prevent Creme Anti-Idade Facial, que previne e trata os efeitos do envelhecimento, além de hidratar e manter a pele firme por muito mais tempo.

Já que a moda agora é “faça amor, não faça a barba”, aproveite a onda e arrase no estilo! 😉

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Paula Souza

A importância de uma pele limpa e livre de poluição

Last Updated on 3 de agosto de 2021 by Extratos da Terra

O aumento dos índices de poluição urbana em todo o mundo não é nenhuma novidade, né? Esse fator crescente já atinge níveis preocupantes e cada vez mais as pessoas serão reféns dessa agressão. De acordo com as informações da Organização Mundial de Saúde (OMS), os poluentes de grande preocupação para a saúde pública incluem partículas de monóxido de carbono, ozônio, dióxido de nitrogênio e dióxido de enxofre.

A pele, maior órgão do corpo humano e importante barreira entre o mundo exterior e o nosso corpo, é sempre o órgão mais afetado por essa poluição. Nem todo mundo está levando em consideração os danos que a poluição pode causar à nossa pele, porém deveríamos repensar isso e iniciar um processo educativo, como já fazemos com a proteção solar ou mesmo com o uso da vitamina C, que atua como um agente preventivo de várias patologias de pele.

Pensando nessa tendência obrigatória de mercado que é a proteção da pele contra esse agente danoso, as empresas de cosméticos, já preocupadas, lançam cosméticos que monitoram essa agressão, complementando a proteção da pele. Esses cosméticos são importantes ferramentas na manutenção da saúde da pele, e não somente ferramentas de embelezamento, mas também incorporam em sua essência a manutenção da integridade da pele.

 

O que é importante saber sobre os efeitos da poluição na pele:

Os queratinócitos são células presentes na pele e, quando expostos à poluição ou à poeira, respondem com a diminuição da sua função e com o aumento da inflamação. Assim, quando usamos cosméticos com agente antipoluição, recuperamos a função dos queratinócitos e diminuímos os danos causados pela inflamação induzida pela poeira. Agora imagine os danos que a pele sofre quando vivemos em uma cidade grande, onde estamos expostos diariamente a poluentes resultantes do processo de combustão, tais como indústrias, escapamento de automóveis, fumaça de cigarro e resíduos químicos, todos esses agentes poluentes sobre a nossa pele, alterando inclusive o metabolismo celular. A boa notícia é que com o simples ato de aplicar produtos com ativos antipoluição já conseguimos um efeito protetor das células, auxiliando na manutenção desse órgão tão importante. A Extratos da Terra foi uma das primeiras empresas de cosméticos a investir em produtos que aumentam a proteção da barreira da pele, protegendo-a de forma direcionada contra os poluentes, já pensando nessa necessidade de combate aos efeitos do estresse oxidativo gerado pela poluição e pelas mudanças drásticas do clima.

 

Então como posso proteger minha pele dessas partículas?

A cosmetologia e a estética estão muito avançadas e a cada momento surgem novas descobertas, mas o ideal é que você sempre mantenha a pele íntegra, livre de resíduos, e que use produtos que possam proteger as células dos efeitos oxidativos. Existem várias maneiras de se fazer isso, e uma delas é procurar um profissional qualificado para fazer uma limpeza de pele frequentemente. Assim, você elimina as células mortas da superfície da pele e equilibra o sistema de defesa. A limpeza de pele pode ser potencializada quando são usados produtos com peptídeos antipoluição, ativo que purifica e protege a pele dos poluentes como metais pesados e fumaça de cigarro, impedindo que essas substância sejam absorvidas. Existe um produto com esse ativo no portfólio da Extratos da Terra: Dermosoft Clean Peeling Fitomineral, muito importante no processo de desintoxicação, visto que esfolia a pele e impede que as partículas poluentes se instalem nela.

Aliados ao tratamento em cabine, os cuidados diários de higienização e recuperação da pele são fundamentais, afinal estamos expostos aos poluentes todos os dias. Devemos adotar uma rotina diária contra as consequências da poluição do ar na pele. Essa rotina inclui a higienização diária da pele, principalmente no final do dia, retirando o acúmulo de poluentes, resíduos de sujidades e maquiagem. A higienização deve ser feita com cosméticos antipoluição, importantes para prevenir sinais de envelhecimento, possíveis manchas e a baixa da resistência da pele, o que irá promover um escudo antipoluição e um escudo protetor contra agentes poluentes. Para uma completa proteção da sua pele, sugerimos:

Esses cuidados aplicados diariamente, aliados à limpeza de pele profunda realizada por um profissional capacitado, potencializam a ação antipoluição. Procure um profissional especializado e elabore com ele um plano de tratamento que melhor atenda ao seu biotipo cutâneo. 😉

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Elizete Garcia