Microagulhamento: Cuidados pré e pós

Cuidados antes do microagulhamento e após a sessão são importante para obter os resultados positivos da técnica!

Porém, são necessários alguns cuidados essenciais de preparação da pele, de pós procedimento e principalmente no cuidado na aplicação da técnica, que deve ser realizada por um profissional capacitado.

A técnica consiste na punturação da pele, na qual é usado um equipamento com microagulhas de aço cirúrgico, que deve ter registro na ANVISA e ser descartado após cada aplicação.

As micropunturações estimulam a vasodilatação, aumentam a permeação de ativos e estimulam a síntese do colágeno, auxiliando em vários tratamentos. 

O tratamento certamente pode ser associado a outros recursos nos intervalos das sessões de microagulhamento, sendo essencial tratamentos de revitalização e hidratação neste período.

O cuidado vai desde a hora da decisão por microagulhar até a escolha de um programa de tratamento específico para cada cliente, além dos cuidados com a biossegurança.

É importante lembrar que equipamento ilegal ou mal utilizado compromete sua credibilidade profissional e, muito mais grave que isso, pode comprometer a saúde de seu cliente bem como o resultado esperado.

Cuidados antes do microagulhamento

Primeiramente, os cuidados necessários para microagulhar que devem iniciar 30 dias antes da aplicação:

  • Primeira sessão aplicação de protocolo de limpeza de pele profunda
  • Segunda sessão aplicação de hidratação profunda
  • Terceira sessão revitalização da pele com associação de ativos fundamentais como Vit. C, ácidos de baixa concentração, ativos normalizadores da pigmentação, sempre respeitando a queixa da cliente e necessidade da pele
  • Quarta sessão microagulhamento com uso de fator de crescimento

Lembrando que o uso dos produtos home care são indispensáveis já que os resultados dependem da preparação da pele.

Nos cuidados antes de iniciar as sessões de microagulhamento é importante realizar limpeza, tonificação e proteção solar pois estes cuidados fazem parte do tratamento e devem ser usados diariamente pelo cliente, associando cosméticos hidratantes com fatores de crescimento, vitamina C, clareadores, produtos adequados ao biotipo e fototipo de pele e, claro, a finalização com fator de proteção solar.

Esses cuidados diários fazem com a pele esteja hidratada e nutrida melhorando assim a eficácia da técnica. E não esqueça é preciso interromper o uso de qualquer ácido na pele entre 72 e 48 horas antes de se submeter ao procedimento.

Sugestões de produtos para associar ao microagulhamento

Conheça nossas sugestões de produtos para associar ao seu tratamento:

Em adicional preparamos um vídeo do protocolo de aplicação do microagulhamento.

Cuidados após o microagulhamento

Após a realização da técnica, a pele pode apresentar  leve descamação, vermelhidão, ardor e um leve edema, além de sensibilidade ao frio, calor e principalmente ao sol. Indicamos água termal para atenuar os sintomas.

Não é recomendado o uso de nenhum FPS por até 12h após ter realizado o microagulhamento. Após esse período o fotoprotetor é obrigatório.

Evite exposição solar nos primeiros 30 á 45 dias e sempre usar filtro solar adequado a pele, se puder use com cor para potencializar a proteção, lembrando de reaplicar o fotoprotetor conforme a recomendação na embalagem do produto..

Entre todos esses cuidados, vale salientar que hidratação é a chave de tudo! Precisamos beber água, pois é essencial para mantermos a pele saudável e potencializar o resultado de qualquer tratamento estético.

Não esqueça também de que qualquer cliente deve se submeter a uma cuidadosa ficha de anamnese, onde essa determinará se é viável a aplicação da técnica ou não.

Lembrando sempre que na gestação não é indicado nenhum tipo de tratamento sem autorização prévia de seu médico.

A pele na menopausa

A menopausa é um período importante para toda mulher 

O corpo começa a passar por mudanças, a menopausa é o período fisiológico em que os ciclos menstruais e ovulatórios se encerram e ocorre após a última menstruação da mulher. Antes da definitiva menopausa, a mulher ainda passa pelo climatério, que é o período de transição entre as fases reprodutivas e não reprodutivas, e já nesse momento a mulher começa a sentir as transformações que ocorrem no seu corpo e na sua pele.

A menopausa não tem data marcada, pode ocorrer aos 45 anos, aos 55 anos… Pode iniciar de forma espontânea, cirúrgica, precoce ou tardiamente, o fato é que um dia ela vai chegar e com ela alguns sintomas bastante indesejados. Nesta nova etapa da vida, a mulher vai conviver com a diminuição de produção dos hormônios femininos estrogênio e progesterona, o que gera muitas transformações e que infelizmente possibilita o aparecimento de algumas doenças.

Um dos principais sinais de que a menopausa está chegando é a mudança de comportamento da menstruação ou até a ausência dela. Outro sintoma comum é quando as mulheres identificam ondas de calor intensas e sudorese noturna. A mulher também pode apresentar insônia, ressecamento vaginal, déficit de atenção e memória, perda de massa óssea, mudança no contorno corporal, depressão e maiores riscos de doenças cardiovasculares. Todas essas mudanças trazem efeitos bastante radicais para a pele, como ressecamento, afinamento, presença de rugas, flacidez, sensibilidade de contato e diminuição da resistência.

Falando mais sobre a pele, os sintomas que mais marcantes são:

– Desidratação e ressecamento de toda a pele do corpo, podendo até causar descamação;

– Presença de lesões senis;

– Afinamento e diminuição da elasticidade da pele;

– Presença de telangiectasias, que são aqueles vasos muito finos que aparecem na pele.

Muitas mulheres optam pela reposição hormonal como tratamento, mas é preciso discutir caso a caso com o médico especialista. O tratamento da pele pode ser discutido com um profissional capacitado que tenha uma conduta cosmética adequada. Porém, alguns cuidados e hábitos diários já podem trazer melhoras significativas na qualidade da pele.

Como amenizar os sintomas que a menopausa causa na pele?  

Mudanças de hábitos cosméticos diários e tratamento com profissional especialista podem auxiliar e amenizar os sintomas citados. Reunimos algumas dicas e cuidados essenciais para manter a pele saudável neste período de intensas transformações:  

– Higienização da pele com emulsões e sabonetes com ativos vegetais que preservem a barreira da pele e não causem nenhum tipo de agressão;

– Tonificação após a higienização com loção rica em ativos hidratantes e livres de álcool. O ato da tonificação pode surpreender nos resultados para a hidratação, pois ela é o primeiro passo para uma pele realmente hidratada;

– Proteção e hidratação logo pela manhã, uso do FPS correto e, principalmente, uso de produtos que façam a reposição das necessidades da pele, em especial na fase lipídica, prejudicada pela menopausa. No caso das peles maduras menopausadas, os produtos devem ser ricos em ativos restauradores;

– Hábitos cosméticos noturnos com produtos nutritivos, revitalizantes com fator de crescimento, ácido hialurônico, reposição lipídica e reparadores cutâneos são fundamentais.

Os cuidados com a pele devem se estender ao corpo. A hidratação corporal e dos pés é indispensável nesta fase tão crítica da vida da mulher. 

Alguns produtos que indicamos são:

Dermosoft Day Reverse Creme Anti-Idade Facial

Linha completa Dermosoft Clean

Dermosoft Revitalize Dermo Vit C

Dermosoft Protect Fotoprotetor Facial FPS 50

Pro Vegetal Creme de Massagem Corporal Ômega 7

Amolié

Nessa fase, ainda mais do que nas outras, foque em cuidar de você e em sentir-se bem e saudável! 😉

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.