Espinhas no rosto: por qual motivo elas aparecem?

Quem nunca sofreu com aquelas espinhas no rosto que aparecem de repente e sem explicação? 

E você? Já teve um compromisso importante, e um dia antes se surpreendeu com aquelas espinhas incômodas?

Pois então, por mais que seja chato, isso é bem normal e existe uma explicação para que as espinhas apareçam. Veja abaixo se alguma dessas situações já aconteceram com você. 

Ansiedade e preocupação podem ser o motivo para as espinhas aparecerem depois da adolescência. 

Um dos grandes problemas que levam ao aparecimento das espinhas no rosto na vida adulta é o estresse emocional. Isso porque o estresse eleva os níveis de hormônio que, por sua vez, desencadeiam o aparecimento das lesões inflamadas na pele. 

Dessa forma, muitas vezes, antes de um compromisso importante e que você não vê a hora de chegar, a reação do seu corpo é aumentar a taxa hormonal. Em seguida, ocorre o aumento da oleosidade da pele, que leva à formação das espinhas. 

Do mesmo modo, isso acontece quando você passa por momentos mais estressantes ou por uma sobrecarga emocional. 

ansiedade e acne

Então, nesse caso, o tratamento precisa aliar produtos antiacne e também reequilibrar o seu sistema emocional. Terapias também são sempre bem-vindas para aliviar o estresse e aumentar a autoestima

Consumo de suplementação alimentar provoca espinhas no rosto?

Sim, isso pode acontecer. A princípio, as espinhas aparecem quando a suplementação não está bem balanceada.

Por exemplo, alguns estudos apontam que o excesso de vitaminas do tipo B6 e B12, suplementos de proteína de soro de leite e suplementos com níveis de hormônios elevados podem fazer com que as espinhas apareçam na pele. Além disso, a presença do iodo também vem sendo apontada como uma das causas do surgimento de acne associado a suplementação

As espinhas decorrentes de suplementação tendem a diminuir, quando ocorre a interrupção do consumo dos suplementos. Além dos suplementos, uma dieta altamente enriquecida com carboidratos também pode levar ao aparecimento de espinhas. Isso acontece porque esses alimentos com altos índices de carboidrato tendem a ser mais inflamatórios, e com isso o processo infeccioso da acne torna-se facilitado. 

Por outro lado, quem desenvolve esse tipo de espinha são principalmente pessoas que já têm uma predisposição para o problema. Contudo, as espinhas no rosto podem também estar associadas à atividade física intensa. Isso porque os exercícios aumentam a produção de testosterona, e quanto mais testosterona no organismo, maior é a produção de sebo na pele. Como resultado, tem-se o aparecimento das espinhas e dos cravos. 

Se a sua espinha começou a aparecer depois que você  fez uso de suplementação ou após atividade física intensa, essa pode ser a causa mais provável. Para evitar esse problema, reveja a sua suplementação para se certificar de que ela está balanceada. E se você faz atividades físicas intensamente, redobre os cuidados com a pele usando produtos que fazem o controle da oleosidade. 

Procurar a orientação de um especialista, seja um nutricionista ou um profissional da área de estética, também é importante para evitar o surgimento das indesejadas espinhas . 

Por que durante a pandemia de covid-19 surgiu acne no rosto?

Há dois motivos principais para o surgimento das espinhas no período da pandemia do coronavírus.

1 – Em primeiro lugar, a ansiedade e o estresse devido ao período de incerteza que a epidemia gerou desencadearam um desequilíbrio emocional em grande parte da população. Como vimos anteriormente, o estresse emocional pode levar ao surgimento das espinhas.

2 -Em segundo lugar, o uso de máscara de proteção também é um dos motivos para o aparecimento das espinhas no rosto. Um termo criado para definir essas espinhas foi a “maskne”, ou seja, a acne que aparece na região do rosto que fica abafada pelo uso da máscara de proteção. 

A máscara acaba deixando a área abafada e quente, desencadeando um ambiente propício para o desequilíbrio das bactérias que vivem na pele e que provocam a acne. Nossa técnica Elizete fez uma live para quem sofre desse problema. Na live, ela fala desse tipo de acne e como cuidar da pele. 

Confira a live no link: acne em tempos de pandemia

Espinhas no rosto após a adolescência

Se nenhum dos fatores mencionados é a causa das espinhas, uma explicação pode ser as variações hormonais que acontecem durante a vida adulta. Nesse caso, é mais comum acontecer em mulheres, já que elas sofrem mais as variações de hormônios, que aumentam a produção de componentes oleosos na pele. 

Mas as espinhas também podem aparecer no período de pré-menopausa, em que acontece uma variação muito grande dos níveis hormonais.

Uma rotina regrada com cuidados com a pele e tratamentos com produtos tópicos para redução da acne são ações necessárias para tratar o problema. Além disso, acrescentar na rotina diária uma alimentação equilibrada auxilia muito na redução das espinhas. 

Para quem está entrando na pré-menopausa, o acompanhamento médico e de um especialista de pele é o ideal, já que muitas alterações manifestadas no corpo nessa fase da vida acabam refletindo em incômodos na pele. 

As espinhas apareceram após a exposição ao sol?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a acne solar pode acontecer após exposição ao sol. Nesse caso, ela é provocada pela mistura da oleosidade aumentada da pele, sudorese, uso do filtro solar e devido ainda à própria radiação solar.

O sol acaba aumentando a oleosidade da pele, que, se não higienizada de forma correta, entope os poros. Como resultado, ocorre a inflamação no folículo e o aparecimento das lesões. 

Além disso, o excesso de sol gera radicais livres que fragilizam o sistema de defesa da pele, e assim o processo inflamatório se desenvolve com mais facilidade.

Para prevenir esse tipo de espinha, é necessário o uso de protetor solar com uma composição menos oleosa ou, ainda, que seja específico ao seu tipo de pele. 

As espinhas aparecem após o uso de algum produto na pele? 

Algumas espinhas também podem estar relacionadas ao uso de produtos que não são ideais ao tipo de pele. Nesse caso, acontece um desequilíbrio entre a produção de componentes oleosos na pele, provocando o surgimento de cravos e espinhas.

Outro fator para essas lesões inflamadas aparecerem é se você possui alguma sensibilidade a componentes da formulação do produto em uso. Nesse caso, não é necessariamente uma espinha, mas sim o seu corpo tentando se proteger e expulsando esse componente da pele. Ou seja, é uma reação de defesa do organismo. Nesse caso, a descontinuação do uso do produto já é suficiente para eliminar essas lesões. 

Por outro lado, existem produtos potencialmente comedogênicos, isto é, que fazem o tamponamento dos poros. Entre esses produtos estão, por exemplo, aqueles  que contêm em sua formulação excesso de óleos ou óleo mineral, o que provoca o entupimento dos poros, levando à formação da acne. 

Além disso, o uso de maquiagem sem fazer a higienização adequada da pele antes de dormir também pode provocar as espinhas. 

Para prevenir essas espinhas no rosto, deve-se fazer a higienização completa e adequada da pele todos os dias. Ademais, o uso de produtos específicos para o seu tipo de pele pode prevenir o surgimento desse problema tão incômodo que é a acne. 

cuidados com a pele

Como tratar as espinhas no rosto em casa?

Para o tratamento em casa, é necessário incluir produtos antiacne no seu dia a dia. Mas calma, não é nada complicado, e bastam alguns minutos de cuidados diários. 

Separamos aqui um passo a passo do tratamento para você se guiar.

Pela manhã:
cuidado com as espinhas no rosto pela manhã

1 – Primeiramente, limpe a pele com a Espuma Detox, que vai purificar a pele e eliminar o excesso de oleosidade. 

2 – Depois disso, aplique pontualmente o Sérum Secativo Pontual nas espinhas mais inflamadas (pode ser utilizado várias vezes durante o dia).

3 – Posteriormente, aplique o Sérum Multissolução por todo o rosto ou nas regiões com espinhas: ele já vai ajudar a manter a pele sequinha durante o dia.

4 – Para concluir, aplique o protetor solar ideal para o seu tipo de pele. 

À noite:
cuidando da pele com espinhas no rosto a noite

1 – Novamente, limpe a pele com a Espuma Detox.

2 – Aplique o Sérum Secativo Pontual nas espinhas mais inflamadas.

3 – Finalize aplicando o Sérum Multissolução por todo o rosto ou nas regiões com espinhas.

Uma ou duas vezes na semana
rotina skin care para pele com espinhas no rosto

1 – Da mesma forma, comece lavando a pele com a Espuma Detox e seque bem. 

2 – Aplique a Máscara Purificante em todo o rosto ou nas regiões específicas com espinhas. Deixe agir por 15 minutos e retire com água.

3 – Posteriormente, aplique o Sérum Secativo pontualmente sobre as acnes inflamadas, seguido do Sérum Multissolução em todo o rosto. 

4 – Durante o dia, aplique o seu protetor solar

Gostou do conteúdo ou tem alguma dúvida sobre as espinhas que aparecem no rosto? Deixe o seu comentário aqui 😉


Produtos mencionados nesse post:

Rejuvenescimento íntimo: quais técnicas e produtos podem ser usados

Primeiramente, o rejuvenescimento íntimo tem ganhado o interesse de muitas mulheres, que procuram o tratamento para que possam se sentir melhor consigo mesmas ou para diminuir os efeitos da pós-menopausa nessa região. Anteriormente, falamos das alterações que acontecem na pele na menopausa e como diminuir esses efeitos no post “Pele na menopausa”.

Mas, afinal, o que é rejuvenescimento íntimo?

São diversas opções de tratamentos realizados por profissionais habilitados ou especializados na região íntima feminina. Ou seja, entende-se por região íntima as áreas como axilas, virilha, pregas do pescoço e parte interna da coxa. 

Existem tratamentos estéticos e outros que visam a melhora da saúde da mulher, a fim de diminuir as alterações provocadas pelo envelhecimento e que causam desconfortos. Há opções de tratamentos não invasivos bem como possibilidades cirúrgicas. 

regioes intimas

Neste artigo, vamos abordar o tratamento não invasivo com a finalidade de melhora estética. O resultado é a melhora da autoestima e do bem-estar da mulher com o seu corpo. 

Em primeiro lugar, os principais benefícios do rejuvenescimento íntimos são:

  • Diminuição da flacidez e aumento da firmeza
  • Clareamento da pele 
  • Aumento do volume perdido com a idade ou diminuição da gordura localizada na região íntima
  • Melhora da autoestima e da autoconfiança 

Quando fazer esses tratamentos ?

Não existe uma idade preestabelecida para fazer o rejuvenescimento íntimo.

menopausa

Porém,  a procura por esse procedimento é mais comum em mulheres com idade entre 50 e 60 anos, época em que começam a sentir os efeitos da menopausa, pois já sofrem queda hormonal.

Com a idade, ocorre absorção da gordura dos grandes lábios, o que torna a pele flácida e com rugas. Isso faz parte do processo natural do corpo da mulher. Por outro lado, essas alterações podem deixar a mulher desconfortável e menos confiante, levando a procura por tratamentos para reverter esses sinais do envelhecimento íntimo. 

Além dos efeitos da idade, a flacidez nos grandes lábios também pode ser causada por outros fatores como:

  • Fatores genéticos
  • Sedentarismo e falta de estímulo muscular no local
  • Múltiplos partos ou partos normais
  • Pós-cirurgia bariátrica, que diminui a gordura localizada e deixa a pele mais frouxa

Outro procedimento muito procurado é o clareamento da região íntima feminina. Nesse caso, o escurecimento da região não está ligado à idade, mas sim a outros fatores que levam mulheres jovens a procurar por esses tratamentos, como, por exemplo: 

  • Atrito de movimento
  • Irritação da região (ex.: roupas apertadas)
  • Ardor e assadura causada pelo atrito 
  • Queratina e melanina, que são estimuladas para proteção do local que sofre atrito

Em seguida, vamos abordar mais detalhadamente estes dois tipos de tratamento íntimo: rejuvenescimento não invasivo e clareamento. 

1 – Preenchimento e rejuvenescimento íntimo sem cirurgias

Como mencionado, com a idade ocorre uma diminuição das células de gordura na região íntima, principalmente nos grandes e pequenos lábios. Essa alteração é decorrente da diminuição dos hormônios e da redistribuição de gordura que acontece naturalmente no corpo. 

Para resolver esse problema sem apelar para cirurgias, existem no mercado algumas opções que visam restabelecer o volume e o aumento da firmeza da pele nessa região. 

Em primeiro lugar, para dar volume é necessário o uso de dermocosméticos que façam o preenchimento lipídico (que estimulem um novo armazenamento de gordura no local). Por outro lado, o preenchimento hídrico também é importante, pois hidrata a pele, deixando-a mais resistente e volumosa. 

Além dos dermocosméticos, procedimentos como microagulhamento, laser e radiofrequência são opções para o tratamento dessa região com a finalidade de preenchimento e aumento da firmeza. 

Em contrapartida, mulheres mais jovens sentem-se desconfortáveis pelo aumento excessivo do volume presente na região pubiana. Nesse caso, elas podem optar por tratamentos redutores com dermocosméticos lipolíticos e procedimentos como o ultrassom e o microagulhamento. 

2 – Clareamento de regiões íntimas

As regiões que se localizam na parte interna dos membros, como axilas, virilha e região perianal, podem sofrer com a hiperpigmentação. Normalmente, isso acontece por conta do atrito da pele nessas regiões, causado por fatores como:

  • Aumento de peso
  • Uso de roupas apertadas
  • Uso de desodorantes com álcool ou produtos cosméticos que não preservam a microbiota e a proteção da pele.

O fototipo de pele também influencia. Peles mais escuras tendem a apresentar hiperpigmentação, já que a produção de melanina é mais intensa do que em peles mais claras. 

Antes de se começar qualquer tratamento clareador, é necessário uma boa avaliação das causas que estão levando ao aparecimento de manchas nesses locais para que se possa montar o tratamento ideal.

Por exemplo, se a mancha na virilha é decorrente do atrito da pele, não adianta apenas tratar com produtos que diminuam a produção de melanina. Esse tipo de tratamento resolve o problema no curto prazo, mas a mancha vai voltar porque a causa não foi resolvida. Nesse caso, é necessário associar os produtos clareadores com outros que aumentem a hidratação, além de substituir roupas apertadas por outras que não causem atrito direto com a pele.

Outro fator importante é não utilizar produtos muito agressivos como peelings descamativos na região. Normalmente são regiões mais quentes do corpo, e o uso de produtos que retiram a proteção natural da pele vai estimular o sistema de defesa e acionar a produção de mais melanina, o que faz com que a mancha volte a aparecer. Por isso, procure sempre tratamentos que preservem a proteção natural, que inibam a produção de melanina e que aumentem a hidratação. 

Além dos cosméticos, o tratamento pode ser associado a procedimentos como microagulhamento e laser específicos para clarear a pele. 

Última dica
profissional de estetica

Para finalizar, um fator muito importante em qualquer um desses tratamentos é procurar um profissional qualificado e especializado para fazer esses procedimentos. Isso porque a região íntima é delicada e a fisiologia do local deve ser respeitada.