Arquivo da categoria: Beleza

Ácido hialurônico: o que é e por que usar

O ácido hialurônico tem se tornando cada vez mais conhecido e comentado quando se fala em tratamentos de beleza. Está presente em cosméticos anti-idade e hidratantes, sendo utilizado também por médicos para preenchimento. 

Mas você sabe exatamente o que é o ácido hialurônico, por que se usa esse ativo e o que ele faz na pele? Neste post, vamos explicar tudinho.

O que é e para que serve o ácido hialurônico

O ácido hialurônico é uma substância que já está presente na nossa pele naturalmente e que participa de vários processos importantes: 

  • Hidrata
  • Estimula as células de defesa
  • Acelera a renovação celular
  • Estimula a produção de fibras de colágeno e elastina
  • Auxilia no preenchimento dos espaços entre uma célula e outra

Por isso, o ácido hialurônico ficou muito famoso nos cosméticos, pois dá volume à pele e diminui os sinais da idade como linhas de expressão e rugas.

Ele está presente de forma natural na epiderme, mas principalmente na derme. Se você quiser entender o que são essas camadas e suas funções, veja como a pele funciona neste link

O ácido hialurônico é importante nessas duas camadas porque possui uma estrutura capaz de armazenar água em forma gel, inchando e aumentando o seu volume. Por isso, é um dos principais componentes de preenchimento da derme, dando volume à pele e auxiliando na sustentação e na elasticidade. 

Na epiderme, camada mais superficial, o ácido hialurônico encontra-se entre uma célula e outra, promovendo também o preenchimento e a hidratação. 

Veja na imagem onde o ácido hialurônico encontra-se na pele. 

Ácido hialurônico na pele
Ácido hialurônico na pele

Se a nossa pele já produz, por que usar produtos que contenham esse ativo?

O ácido hialurônico é produzido na pele por uma célula chamada fibroblasto, a mesma que produz colágeno e elastina. 

Com o processo natural de envelhecimento, os fibroblastos vão ficando cansados e começam a produzir cada vez menos ácido hialurônico (que hidrata e dá volume), assim como o colágeno e a elastina (que dão sustentação à pele). Por isso, quando envelhecemos as rugas e a flacidez vão aparecendo. 

Para tentar reverter esse processo ou até evitar que as rugas fiquem cada vez mais profundas, o ácido hialurônico começou a ser usado em produtos que  passamos na pele. Dessa forma, repomos esse ácido hialurônico que a pele não produz mais em quantidade suficiente. 

Ao repor o ácido hialurônico (AH) com dermocosméticos, voltamos, na verdade, a dar volume à pele embaixo das rugas e linhas de expressão. Assim, esses sinais ficam menos evidentes, pois o espaço foi preenchido por essa substância. Você pode ver como isso acontece nas imagens abaixo*:
*Imagem retirada de folhetos de informe de ativos de propriedade da Basf

Rugas aparentes com ácido hialurônico sendo reposto.
Rugas aparentes com AH sendo reposto.
Imagem de preenchimento da rugas pelo Ácido hialurônico.
Imagem de preenchimento da ruga pelo AH.

Por que devo usar o ácido hialurônico

Em primeiro lugar, porque é uma substância que já faz parte da nossa pele. Ou seja, é algo de que a nossa pele precisa e que faz bem a ela. 

Em segundo lugar, porque é uma substância que participa de diversas reações que acontecem na pele como, por exemplo:

  • Fornece a hidratação necessária para manter a pele jovem e protegida dos agentes externos. 
  • Estimula o processo de renovação da pele com o “nascimento” de novas células saudáveis.
  • Auxilia na sustentação da pele e por isso evita o aparecimento de rugas.
  • Preenche e dá volume, assim a pele não fica fragilizada e fina.
  • Auxilia na regeneração e na cicatrização, participando do processo de defesa da pele, pois quando se tem um invasor ou uma ameaça à saúde da pele, AH é capaz de acionar as células de defesa para combater aquele perigo no local. 
  • Estimula a produção de colágeno e elastina por estimular o fibroblasto, mesma célula que produz o ácido hialurônico.

Quais as diferenças entre os tipos de ácido hialurônico dos cosméticos

Bom, esse assunto é um pouco mais complexo, mas vamos tentar esclarecer de uma forma simples. 

Os ácidos hialurônicos (AH) são basicamente de alto, médio ou baixo peso molecular. Ou seja, essa denominação representa o tamanho da molécula. Conforme esse tamanho, as funções dessa substância são diferentes.

O fato é que quanto menor o tamanho da molécula, maior a penetração na pele. Veja na imagem os diferentes tipos de AH e onde pode agir na pele.

Diferentes tipos de ácido hialurônico e onde agem na pele
Diferentes tipos de AH e onde agem na pele

Assim, o AH de alto peso molecular vai agir mais na superfície da pele, promovendo a proteção e a hidratação das camadas superficiais.

À medida que essa molécula é menor, como o AH de baixo peso molecular, consegue atravessar a nossa barreira de proteção natural. Dessa forma, o AH age como um preenchedor ou acelerador do processo de renovação e produção de colágeno e elastina. 

Outra diferenciação desses ingredientes ativos nos cosméticos é a tecnologia. O AH pode estar ligado a outras moléculas que são reconhecidas pela pele, como é o caso do silício, e assim facilita a entrada desse ingrediente nas camadas mais profundas. Outra forma interessante e que possibilita preenchimento e volume é o AH nanoencapsulado, quando o ativo é liberado no local em que se deseja o preenchimento. 

Quando usar

A produção do ácido hialurônico natural começa a diminuir entre os 18 e 25 anos. Portanto, a partir dessa idade já é interessante usar produtos que façam a reposição desse ativo na pele diariamente.

Ah, esse ativo causa algumas dúvidas, como, por exemplo, se pode usa-lo no verão, durante o dia ou ainda se mancha a pele. Mas podem ficar tranquilas, porque apesar de o nome conter o termo “ácido”, o ativo não tem nada a ver com aqueles ácidos que mancham ou descamam a pele. Assim, é possível usa-lo todos os dias, durante o ano inteiro, pela manhã e à noite. 

Mas claro que durante o dia é necessário usar protetor solar, não pelo ácido hialurônico, mas sim pelos malefícios das radiações solares na pele.

Quais produtos possuem ácido hialurônico

A Extratos da Terra possui alguns produtos para uso profissional e para uso em casa com ácido hialurônico. Vamos falar hoje dos produtos para uso em casa. Veja algumas opções:

Creme anti-idade Prevent: creme hidratante que previne os primeiros sinais da idade. Ele possui o ácido hialurônico para prevenção, repondo o ativo quando a nossa pele começa a diminuir sua produção natural, entre os 18 e 25 anos.

Creme anti-idade Reverse: creme hidratante concentrado para peles mais maduras, cujos sinais da idade já são mais aparentes, com rugas e flacidez bem visíveis. 

Sérum Preenchedor e Firmador: indicado para uso pontual onde se deseja dar volume à pele, como, por exemplo, nas rugas mais profundas. O ácido hialurônico presente neste produto vai fazer o preenchimento abaixo da ruga, diminuindo a depressão da pele nesse local e deixando-a mais lisa e preenchida.

Máscara Rejuvenescedora: é uma máscara potencializadora que entrega uma dose extra de ácido hialurônico para a sua pele. Ela é indicada para uso duas vezes na semana. 

Gostou deste conteúdo? Agora você consegue entender o que é ácido hialurônico? Deixe seu comentário aqui 😉

Cuidados com a pele no verão: as dúvidas mais frequentes sobre hidratação

Entre os cuidados com a pele no verão estão principalmente se proteger e se hidratar. Já falamos de nove dicas de como preparar a pele para o verão, mas ainda surgem muitas dúvidas sobre hidratação. Por isso, hoje vamos responder a algumas das dúvidas mais frequentes dos nossos clientes.

Essas dúvidas podem ser as mesmas que você tem, então fique atenta!

Como cuidar da pele do rosto no verão?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes. É fato que precisamos cuidar da pele em todas as estações do ano, mas no inverno e no verão alguns cuidados especiais são importantes devido à mudança de temperatura. Falamos sobre essas diferenças neste post.

Mas, para resumir, algumas dicas de cuidados com a pele do rosto no verão são:

  • Use maquiagem leve, pois no verão a pele fica mais oleosa do que o normal, e bases pesadas podem piorar esse aspecto.
  • Procure lavar o rosto duas vezes ao dia com produtos específicos para essa região  e para o seu tipo de pele. 
  • Aplique o protetor solar e reaplique conforme a indicação da embalagem. Dê preferência a produtos que protegem dos raios UVA, UVB e da poluição.
  • Procure tomar banhos gelados, ou pelo menos mornos, e logo após aplique um bom creme hidratante e de preferência que tenha ação antioxidante. Essas substâncias ajudam a evitar os danos dos raios solares na pele, como, por exemplo, o envelhecimento.
  • Evite a exposição solar nos horários mais intensos dos raios UV, entre as 10h e as 16h.
  • Beba bastante água diariamente.

Como hidratar a pele no calor?

Muitas vezes, é difícil usar hidratantes no calor, não é mesmo? Isso porque os cremes geralmente ficam melosos, e ninguém gosta dessa sensação. Mas existem opções de hidratação que não deixam a pele grudenta no calor. 

  • O que é bom para hidratar a pele do corpo no verão?

Para hidratar a pele do corpo e evitar o desconforto de sensação pegajosa, a dica é usar cremes com base vegetal, pois esses cremes não são gordurosos e absorvem rapidamente na pele. Assim, você terá a pele profundamente hidratada.

hidratante corporal com manteiga de karité

Saiba mais sobre esse tipo de creme no post: Creme hidratante com manteiga de karité.

  • O que é bom para hidratar a pele do rosto no verão?
hidratação

Já no rosto, a regra é procurar produtos hidratantes para o seu tipo de pele. Por exemplo, você pode usar um hidratante que é também clareador, rejuvenescedor ou até mesmo um hidratante que controle o excesso de oleosidade.

Nesse caso, siga as necessidades da sua pele e não se esqueça de aplicar diariamente o produto. 

Posso usar o mesmo hidratante do corpo no rosto?

Não é o mais recomendado, pois cada região do nosso corpo tem características distintas, e os produtos são desenvolvidos levando em consideração essas diferenças. Por exemplo, o pH é diferente, a espessura da pele do corpo e do rosto é distinta, as necessidades de hidratação são diferentes e a umidade da pele também. 

Por isso, você pode até pensar que está economizando ao aplicar um produto do corpo no rosto, porém com o tempo a sua pele vai reclamar, e poderão aparecer outros problemas, tais como excesso de oleosidade, acnes e até manchas. 

Como refrescar a pele no verão?

Nada melhor do que estar em uma temperatura elevada e receber uma brisa refrescante. Consigo até me imaginar na beira da praia e sentir as gotículas tocando a pele! Você consegue imaginar isso também?

Deixando a imaginação de lado e partindo para a prática, isso é bem possível e prático de se fazer. Basta ter consigo uma água dermatológica ou uma água termal e aplicar durante o dia, seja na praia, na beira da piscina, no parque ou depois de uma atividade física. Além de provocar a sensação de refrescância, esses produtos repõem os nutrientes na nossa pele. 

Hidratação e refrescância para a pele no verão

Uma dica maravilhosa é a Água Dermo Revigorante. Ela pode ser inclusive no pós-sol, acalmando a pele após 15 minutos. Mas lembre-se de usar o protetor solar para evitar queimaduras solares 😉

A dica mais valiosa deste produto no verão é que você pode deixá-lo na geladeira ou na bolsa térmica. Assim, você terá uma sensação maravilhosa de refrescância ao aplicar no rosto, no corpo e até no cabelo.

Para finalizar, se você tem alguma dúvida que não apareceu aqui, deixe a sua pergunta que logo vamos responder 😉

Creme hidratante com manteiga de karité

Os cremes hidratantes não são todos iguais. Além da fragrância, cremes que possuem em sua composição manteigas e óleos vegetais são diferenciados, hidratando de fato a pele. Mostramos como um creme de base vegetal hidrata de verdade no post desse link.

Para você saber como escolher o melhor hidratante corporal, é importante lembrar que a pele do corpo é a região que mais está exposta às variações climáticas e ao sol, principalmente braços e pernas. 

Diferentemente da pele do rosto, costas e tronco, as pernas e os braços têm menos glândulas sebáceas (células que produzem a oleosidade da pele). Dessa forma, ficam mais desidratadas e ressecadas. 

Além disso, com o passar dos anos, o processo de renovação da pele vai ficando mais lento e a espessura torna-se mais fina. Também a exposição ao sol e as mudanças climáticas fazem a pele perder um pouco de sua função de proteção. O que resulta em uma perda de água significativa que a deixa mais ressecada. 

Esse processo de ressecamento é percebido quando a pele está mais opaca, esbranquiçada e até começando a descamar. Tais aspectos são bem comuns no verão e na troca de estações, quando acontecem mudanças bruscas de temperatura e umidade. 

Portanto, a hidratação constante da pele é a forma mais fácil de evitar esse desconforto.

Como escolher o melhor creme hidratante?

O creme hidratante que melhor vai hidratar a sua pele é aquele que possui em sua composição óleos e manteigas vegetais. Esses produtos têm componentes semelhantes aos de nossa pele. Por isso, auxiliam na manutenção da barreira cutânea, dificultando a desidratação e mantendo a pele sempre saudável e macia. 

Dois cremes hidratantes corporais com essas características são:

Ambos possuem textura leve e absorvem rapidamente, sem deixar a pele pegajosa, ao mesmo tempo que formam um filme que protege contra o ressecamento.

Com ingredientes ativos ricos em vitamina E e ômegas 3, 6 e 9, esses dois hidratantes preservam e reparam os danos da pele causados por agentes externos como o sol e as mudanças climáticas.

E para melhorar ainda mais a sua eficácia, esses cremes possuem ação antioxidante, evitando o envelhecimento precoce da pele do corpo.

Veja abaixo como os novos hidratantes agem dentro da pele:

ação dos hidratante vegetal na pele
Ação dos Hidratantes Maçã e Pêssego e Flores Brancas na pele

Por outro lado, o creme hidratante que possui óleo mineral na formulação promove uma falsa hidratação. Isso acontece porque o óleo mineral não é compatível com a pele e por isso fica na superfície, formando uma espécie de filme oclusivo que impede que a água saia da pele, e assim não repõe os nutrientes e a hidratação de forma mais profunda.

Veja o resultado dos testes de hidratação imediata apresentados pela nossa técnica Elizete Garcia nesse vídeo:

Quando o creme hidratante deve ser usado?

A hidratação da pele é um cuidado básico que deve começar já na adolescência, pois preserva a qualidade da pele e evita o envelhecimento precoce.

Hidratações extras ou de forma mais constante no verão e nas mudanças de estação também são recomendadas, já que nesses períodos a pele tem mais tendência ao ressecamento.

Para incluir o hidratante corporal na sua rotina, acostume-se a usá-lo após o banho. Além de ser um hábito que preserva a sua pele, também proporciona um momento único de prazer e autocuidado.

Ingredientes ativos

Primeiramente vamos esclarecer o que são ingredientes ativos. Nada mais são do que os componentes que beneficiam e tratam efetivamente  a pele.

Por exemplo, para um creme firmante ter resultado, é necessário que possua ingredientes com ação firmante. Da mesma forma, para um creme hidratar a pele, precisa de ingredientes que nutram e que preservem a umidade da pele.

Os ingredientes que compõem os hidratantes de Maçã e Pêssego e de Flores Brancas são uma mistura bem estruturada de manteiga e óleos vegetais e de aloe vera.

Por último, mas não menos importante, vamos conferir cada um dos ativos e os benefícios que proporcionam à pele.

Manteiga de Karité

Extremamente hidratante, a manteiga de karité possui ômegas 3 e 9, que têm função anti-inflamatória e antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce, além de vitamina E e lupeol, substâncias que mantêm a pele saudável e protegem das agressões externas como o sol.

Óleo de girassol

Rico em ômegas 3, 6 e 9, o óleo de girassol tem ação emoliente e regeneradora, auxiliando na recuperação de peles desidratadas. 

Óleo de canola

O óleo de canola é 100% vegetal e biodegradável. Devolve a hidratação a peles sensíveis e maduras, deixando-as macias e saudáveis. 

Óleo de Purcelin 

O ingrediente ativo age de duas maneiras: forma um escudo que impede o ressecamento e a desidratação da pele e, ao mesmo tempo, reconstrói a barreira de proteção, evitando que novos danos venham a acontecer. Esse óleo  proporciona à pele um toque sedoso, seco e aveludado.

Aloe Vera

Altamente hidratante, o extrato de aloe vera auxilia na regeneração da barreira da pele e evita a desidratação. Além disso, possui propriedades calmantes, promovendo maior conforto em peles ressecadas.

Onde encontrar

O Creme Hidrante Corporal de Maçã e Pêssego e o de Flores Brancas estão disponíveis no site oficial da Extratos da Terra. Mas você também encontra esses dois produtos e toda a linha Extratos da Terra com um de nossos distribuidores ou revendedores.

Para finalizar, esses dois cremes também são livres de parabenos e corantes, além de serem veganos e livres de testes em animais. 

Escolha uma das essências que mais agrada você e sinta na pele a hidratação imediata e prolongada que esses cremes proporcionam.

Experimente e depois conte para a gente o que você achou 😉

Lançamento: Creme Hidratante Corporal

Creme hidratante corporal com fragrância marcante e suave que deixa a pele aveludada e uma deliciosa sensação de maciez é a proposta deste lançamento. 

Primeiramente, vamos esclarecer que os hidratantes corporais não são todos iguais. Além da fragrância marcante, devem promover a verdadeira hidratação da pele. 

Mas, você já comprou um hidratante pela fragrância e depois percebeu que ele não deixava a pele realmente hidratada?

Sabe por que isso acontece?

Muitas loções e cremes corporais têm como principal função deixar a pele perfumada, e só isso! Eles até parecem hidratar momentaneamente, mas logo a pele fica ressecada. 

Isso acontece porque a pele do corpo, como as pernas e os braços, possui menos glândulas sebáceas (células que produzem a oleosidade da pele) e, dessa forma, fica desidratada e ressecada mais facilmente.

Novos cremes hidratantes para o corpo

Pensando na experiência de se ter um creme que deixe a pele perfumada, mas ao mesmo tempo, hidrate de verdade, a Extratos da Terra desenvolveu um hidratante com duas opções de fragrâncias. Eles proporcionam um deslize perfeito na pele. E não se preocupe, o creme absorve rapidamente, sem deixar a pele pegajosa.

O novo creme hidratante corporal traz em sua composição ingredientes vegetais para maior conforto e prazer em seu momento de autocuidado. Forma um filme que protege contra o ressecamento, além de possuir ação antioxidante, o que evita por exemplo, o envelhecimento precoce da pele. 

Resultados comprovados do hidratante corporal

Para provar que este não é apenas um hidratante como os outros, a Julia, nossa engenheira química, realizou testes no laboratório da Extratos da Terra comparando o lançamento a um creme comum do mercado.

Primeiramente, vamos esclarecer que esses testes foram realizados com duas voluntárias, as quais usaram no braço direito um creme comum, desses cuja função principal é perfumar a pele. Já no braço esquerdo foi aplicado o novo creme hidratante da Extratos. 

Então, confira a condição da pele das voluntárias antes e após o teste:

Primeira voluntária

teste de hidratação do creme corporal
Dados de referência do Skin Up (umidade de 45% a 55% e oleosidade de 16% a 22%) para uma pele equilibrada na região do braço

O aparelho usado para medição foi o analisador de pele Skin Up. Perceba que antes de usar qualquer creme a pele encontrava-se bem desequilibrada. Estava com baixo índice de umidade na pele, por outro lado, a taxa de oleosidade estava acima do ideal.

Ao usar um creme comum, a pele sofreu um aumento da umidade. Mas, não foi suficiente. Por outro lado, o teor de óleo na pele aumentou, significando que o creme deixou a pele mais oleosa.

Já após usar o novo creme hidrante corporal a pele ficou equilibrada, com taxas altas de umidade e nível adequado de oleosidade para a região do braço. Ou seja, a pele encontra-se em equilibro entre hidratação e oleosidade.

Segunda voluntária

O mesmo padrão foi percebido na segunda voluntária.

comprovação de pele hidratada

Da mesma forma que a primeira, encontrava-se com a pele bem desequilibradas entre os níveis de hidratação e oleosidade antes de aplicar os cremes. Como resultado do uso do hidratante de base vegetal ela passou a estar em equilíbrio.

Percebeu a diferença?

No braço onde foi usado um creme comum, o nível de hidratação é bem menor do que no braço onde foi aplicado o novo creme de base vegetal, que realmente hidrata a pele.

Perceba também que o nível de oleosidade da pele é menor com o creme de base vegetal. Como resultado, percebe-se um toque muito mais seco e sedoso na pele. 

Por isso, um bom hidratante é aquele que:

  • Tenha uma fragrância agradável
  • Traga a sensação de conforto
  • Seja compatível com a pele, como os cremes vegetais
  • Refaça a barreira de proteção cutânea
  • Promova uma hidratação profunda

Mais benefícios dos novos cremes hidratantes corporais

O hidratante corporal possui uma composição bem estruturada de óleos vegetais como girassol, canola e purcellin.

Esses ingredientes são ricos em vitamina E e ômegas 3, 6 e 9, que preservam e recuperam os danos da pele causados por agentes externos como por exemplo, o sol e as mudanças climáticas. 

O hidrante possui mais dois ingredientes reconhecidos mundialmente: 

  • Aloe vera: famosa por ser o ingrediente secreto de beleza de Cleópatra, é altamente hidratante e auxilia na reconstrução da barreira de proteção da pele.
  • Manteiga de karité: possui ação anti-inflamatória e antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Restaura a flexibilidade e a elasticidade, promovendo uma sensação de conforto e bem-estar na pele.

Quanto à fragrância, a Extratos da Terra fez uma pesquisa em suas redes sociais perguntando aos clientes qual família olfativa mais os agradava. Como resultado, as duas mais votadas foram a frutal e a floral. 

hidratante corporal maçã e pêssego

A fragrância frutal de maçã e pêssego é leve, com toque adocicado marcante que remete a uma sensação de leveza, num estilo casual e divertido de cuidar da pele.

hidratante corporal flores brancas

Por outro lado, a fragrância floral de flores brancas representa um aroma clássico de presença suave e com toque de leveza que remete ao charme e ao encantamento das flores, trazendo a sensação de calma, tranquilidade e bem-estar.

A boa notícia é que este creme já está disponível para compra e pode ser usado no momento mais oportuno, seja após o banho ou ao longo do dia.

Escolha a opção que mais agrada você e surpreenda-se!

Ah, esse lançamento também é vegano! Seja o primeiro a adquirir o novo creme por apenas R$ 49,00 e sinta na pele o poder de um hidratante de verdade.

Nano Hair: vitaminas para a queda de cabelos

Vitaminas para a queda de cabelos podem ser a solução para o seu problema!

Muitas vezes, a queda excessiva e anormal dos fios está ligada à falta de nutrientes e de vitaminas, o que faz com que os fios fiquem cada vez mais fracos e provoque o aumento da queda. 

Uma forma de repor essas vitaminas é fazer uso de tônicos que entregam pontualmente nos fios os nutrientes de que eles precisam. Uma opção comprovada e testada para reduzir a queda e estimular o crescimento dos cabelos é o Nano Hair

Quer saber por que ele é a solução para a queda dos fios? Então, confira este post e descubra todos os benefícios deste tônico. 

Vitaminas para a queda de cabelos

Nano Hair para queda de cabelos

O Tônico Nano Hair possui um blend de vitaminas, minerais e aminoácidos para repor de forma tópica os nutrientes diretamente onde o fio nasce. E assim, diminui de modo significativo a queda de cabelos. 

Sabe-se que a fase de crescimento do cabelo é a etapa mais importante no ciclo de vida do fio, pois ela é a mais longa. Falamos sobre as fases de crescimento no blog sobre a queda de cabelo

Sendo assim, para reverter a queda de cabelo, o ideal é fortalecer e alimentar o bulbo capilar nessa fase através de vitaminas e de outros nutrientes importantes para os fios. 

O tônico Nano Hair age exatamente nesse ponto. Por ser aplicado diretamente no couro cabeludo, o tônico entrega as vitaminas necessárias para o crescimento dos cabelos.

Onde o Nano Hair age nos fios?

Para o tratamento da queda do cabelo, um dos aspectos mais importantes é a vitalidade das células do bulbo, ou seja, é preciso dar mais energia às células que produzem o cabelo. Dessa forma, há melhora na qualidade dos fios, redução das taxas de queda e estímulo no crescimento de novas fibras capilares. 

Então, é nestes aspectos que o Nano Hair age:

Onde age o Nano Hair

O ponto 1 da imagem representa a ação do Nano Hair no bulbo do fio, deixando o cabelo mais forte e assim diminuindo a queda.

Por outro lado, na extensão do fio, representada pelo número 2, devido às vitaminas presentes, o tônico estimula o crescimento dos fios, deixando-os mais espessos e bonitos. 

No ponto 3, o tônico consegue chegar na base do bulbo pois o blend de vitaminas e aminoácidos é nanoencapsulado. Dessa forma, auxilia a microcirculação, entregando mais nutrientes ao fio e melhorando a oxigenação, fixando o fio no couro cabeludo.

Essa melhora da microcirculação do bulbo proporciona maior quantidade de oxigênio livre para que as células possam transformar os nutrientes em energia e ativar as células capilares novamente. Isso faz com que o fio que estava na fase de transição, sem atividade, retorne para a fase de crescimento, e as células voltem a se dividir. Esse é o chamado efeito âncora, pois promove a fixação do fio, que estava pronto para se desprender e cair, no couro cabeludo novamente, regularizando o ciclo de vida do cabelo.

O número 4 indica o couro cabeludo, pois o tônico também controla a oleosidade. Esse fator é importante, visto que, quando há excesso de óleo, o couro cabeludo não consegue desenvolver as suas funções adequadamente, como a oxigenação, por exemplo. Além disso, a oleosidade carrega consigo toxinas que prejudicam a saúde dos cabelos e podem provocar caspa e seborreia.

Quais as vitaminas para o cabelo existem no Nano Hair?

O Nano Hair possui um composto exclusivo da Extratos da Terra, o Nanogrow.

Esse componente é um blend nanoencapsulado que, como vimos, age onde o fio nasce. Ele é composto por uma combinação de aminoácidos, vitaminas do complexo B e proteínas. 

As vitaminas para a queda de cabelos, presentes no Nanogrow, assim como os outros componentes, são:

  • Proteínas de soja
  • Arginina
  • Tirosina
  • Ornitina
  • Sais de zinco
  • Niacinamida
  • Biotina 
  • Glucosaminas
  • Entre outros

Benefícios das vitaminas e dos outros componentes do Nanogrow

O Nanogrow contém aminoácidos que formam importantes proteínas da estrutura dos fios, ou seja, ajuda a compor um cabelo mais espesso e mais forte. 

Além disso, o ativo nanoencapsulado entrega os nutrientes ao bulbo de forma mais eficiente e prolongada, garantindo assim que os fios tenham todo o alimento de que precisam, na hora em que precisam, para fazer os fios crescerem mais resistentes e fortes.

Vamos ver agora os benefícios de cada componente para o cabelo:

  • Proteína de soja hidrolisada: são proteínas essenciais e necessárias para o crescimento do cabelo. Elas regulam a nutrição e fornecem enxofre para a biossíntese de proteína dos fios. 
  • Aminoácidos como tirosina, arginina e ornitina: compõem a estrutura dos fios, dando resistência e espessura ao fio. 
  • Glucosaminas: reforçam a estrutura do fio. 
  • Vitaminas do grupo B (niacinamida, PP, B5 e biotina): regulam a nutrição celular.
  • Sais de zinco: fazem o controle da oleosidade do couro cabeludo.
  • Extrato da raiz de Panax Ginseng: intensifica a estimulação do couro cabeludo, aumentando a profundidade e a espessura do cabelo.
  • Extrato da raiz de Arctium Majus: aumenta a microcirculação, melhorando a nutrição e a oxigenação das células produtoras do fio. 

As vitaminas para a queda de cabelo realmente funcionam? 

Não só as vitaminas, mas a combinação de todos os ingredientes do Nano Hair passou por muitos estudos e testes de eficácia antes do lançamento do produto para comprovar que ele realmente funciona. 

Primeiramente, foram realizados testes clínicos, ou seja, com a avaliação de um médico e com o uso de aparelhos que conseguiam ver a quantidade de fios que cresceram com o uso do tônico.

Os resultados após 60 dias de uso do tônico mostraram que 81% dos participantes apresentaram aumento da densidade de novos dos fios. Como pode ser observado na imagem à direita (diversos fios nascendo). Por outro lado, 56% apresentaram redução da queda de cabelo após 60 dias.

teste de eficácia do Nano Hair

Depois, perguntou-se aos voluntários que usaram o produto por 60 dias se eles viram diferença em relação à queda e ao crescimento dos fios. Os resultados foram os seguintes:

75% perceberam crescimento capilar no local de aplicação (couro cabeludo)
94% observaram redução da queda capilar
88% observaram redução na queda ao lavar e pentear os cabelos
88% perceberam que os fios capilares ficaram mais fortes
69% perceberam aumento no volume/densidade dos cabelos

Todos esses testes foram realizados por laboratórios credenciados pela Anvisa, sem vínculo com a Extratos da Terra. Esses laboratórios selecionaram e aplicaram os testes para que não houvesse influência na opinião das pessoas que usaram o produto. 

Para finalizar, o Nano Hair tem pH de 5 a 7 e não possui álcool em sua composição. Também não possui restrições de uso, podendo inclusive ser usado por gestantes e lactantes. 

Experimente você também o Nano Hair e depois conte para a gente a sua experiência 😉

Queda de cabelo: por que os cabelos caem e como evitar

A queda de cabelo é um problema que afeta e preocupa grande parte da população mundial e como resultado pode ter um impacto importante na autoestima e na personalidade das pessoas.

E você? Algum dia já se preocupou ao perceber a quantidade de fios de cabelo que encontra no chão da sua casa?

queda excessiva de cabelo

Pois saiba que isso é mais comum do que se imagina.

A Redação Hora divulgou um dado bem expressivo sobre a queda de cabelo. Segundo a reportagem, o problema atinge ao menos 25% das brasileiras com idade entre 35 e 40 anos, e o percentual sobe para 50% a partir da quarta década de vida. 

Por outro lado, os homens, segundo a Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, estima-se que mais de 25 milhões de brasileiros do sexo masculino sofram de algum grau de calvície. A primeira mudança neles é geralmente a queda do cabelo nas áreas temporais, que ocorre em cerca de 96% dos homens brancos maduros, incluindo aqueles sem tendência à calvície.

Por que os cabelos caem

A perda de cabelos é um processo natural do ciclo de crescimento dos fios. Diariamente perdemos cerca de 80 a 120 fios de cabelo, e isso é normal. Por outro lado, quando esse número começa a se acentuar, passamos a ter o que se configura como queda de cabelos.

Acima de tudo, para tratar e prevenir esse problema, é importante entender como funciona o ciclo de crescimento dos fios.

Fases de crescimento dos fios

fase de crescimento
Fases do crescimento dos fios de cabelo. Fase anágena, catágena e telógena.

O crescimento dos fios do cabelo divide-se em 3 fases:

1 – Fase anágena: quando o cabelo é efetivamente produzido, e o fio está em crescimento. Tem duração de 2 a 6 anos, e aproximadamente 90% dos cabelos do couro cabeludo encontram-se nesta fase.

2 – Fase catágena: é uma fase curta, que dura de 2 a 4 semanas, e de transição. Os fios param de crescer, e o folículo que produz o cabelo se contrai em direção à superfície. 

3 – Fase telógena: é caracterizada pelo repouso do folículo, sem qualquer atividade. Esta fase dura de 2 a 4 meses e, à medida que o fio entra na fase telógena, novas células vão começando a se dividir, formando um novo fio. Posteriormente, o fio que estava em repouso cai, dando espaço para o desenvolvimento do novo. 

Quando acontecem alterações neste ciclo, começa-se a perceber a queda acentuada dos fios. 

A perda anormal de cabelos, ou seja, aproximadamente mais de 100 fios por dia, pode ser percebida através de: 

  • Queda ao passar as mãos pelos cabelos
  • Perda excessiva de fios ao lavar e ao pentear
  • Observação de vários fios de cabelos soltos sobre o travesseiro ao acordar
  • Perda de volume dos cabelos
  • Quando conseguir observar facilmente grandes áreas do couro cabeludo

Ou seja, perder cabelo é um processo natural do ciclo de vida dos fios. Mas, quando essa queda é maior do que aproximadamente 100 fios, trata-se de um alerta que indica que algum fator está alterando o crescimento normal dos cabelos. 

Causas da queda de cabelo 

Muitos fatores podem interferir no crescimento dos fios, incluindo por exemplo, medicamentos, radioterapia, quimioterapia, exposição a substâncias químicas, fatores nutricionais e hormonais, doenças da tireoide, doença de pele generalizada ou local, e também estresse.

Dois desses fatores estão muito relacionados ao estilo de vida, que são a dieta alimentar e o estresse.

Primeiramente, uma dieta não balanceada causa deficiência de proteínas, aminoácidos e vitaminas, o que prejudica a nutrição do folículo capilar e enfraquece o fio, levando à queda precoce. 

O especialista Dr. Francisco Le Voci explica que o estresse, quer seja físico ou emocional, pode acarretar o que chamamos de eflúvio telógeno. O estresse pode provocar uma aceleração desse ciclo de crescimento dos fios e, com isso, muitos fios caem antes da hora, ou seja, o ciclo torna-se mais acelerado. A queda diária normal, que varia entre 80 a 120 fios por dia, pode se acentuar, chegando a até 600 fios por dia.

A queda anormal também pode estar ligada a fatores genéticos que desencadeiam a calvície tanto em homens quanto em mulheres

4 mitos sobre a queda de cabelo

1- Cortar o cabelo evita a queda

Mito, pois o corte retira parte da extensão do fio e não altera o ciclo de crescimento. Por outro lado, o corte frequente deixa o cabelo mais volumoso e com mais viço. Pois retira as pontas que são prejudicadas pelo sol, mar e tratamento químicos.

2 – Lavar os cabelos frequentemente aumenta a queda

Por mais que pareça aumentar a queda, isso é um mito. O processo de lavagem faz com que os cabelos que já caíram e estão presos nos outros fios se soltem, dando a impressão de que a lavagem aumenta a queda. 

3 – A amamentação aumenta a queda dos cabelos

Isso é um mito, pois na verdade trata-se de um período normal de adaptação do corpo. O que acontece é que durante a gestação os cabelos crescem mais devido à influência dos hormônios. Posteriormente, após o parto, as taxas hormonais vão voltando à normalidade, e um número maior de folículos entra na fase telógena, fazendo com que os fios caiam com mais volume para serem substituídos por novos. 

4 – O excesso de testosterona nos homens causa a queda do cabelo

Mito, pois a causa da queda dos fios, e principalmente a calvície, não se dá pelo aumento da testosterona, e sim pelo aumento da 5 alfa-redutase, que é um fator geneticamente determinado. Mas o mais importante, no caso de homens com tendência à calvície é tratar o couro cabeludo para retardar esse processo. 

Como tratar e evitar a queda de cabelo

Quando se percebe que os cabelos estão caindo mais do que o normal, é sempre bom investigar as causas. Para isso, procure um especialista. 

Reveja também seus hábitos. Você tem se alimentado adequadamente?

Como estão seu emocional e seu estado físico? Sua rotina é muito estressante? Se sim, repense e redefina seus objetivos 😉

Mas calma, também existem soluções para evitar a queda dos fios e estimular o crescimento de novos, mais fortes e saudáveis. 

Hoje os dermocosméticos são muito eficientes e aliados importantes nessa missão. O Tônico Nano Hair, por exemplo, é um blend de vitaminas, minerais e aminoácidos, para repor de forma tópica esses nutrientes diretamente onde nasce o fio. Isso é possível graças à tecnologia nanoencapsulada dos ingredientes. 

Além do tônico, a Extratos da Terra também possui uma linha completa para redução da queda e estímulo do crescimento dos fios de cabelo, barba e sobrancelhas.

Se você está com muita queda de cabelo, investigue as causas. Em conclusão, prevenir e tratar o problema no início sempre é a melhor indicação. 

Mas se ainda tiver dúvidas, deixe nos comentários a sua pergunta que temos uma equipe pronta para te ajudar 😉

Creme para as mãos: o lançamento que vai fazer você dizer adeus às mãos ressecadas

Hoje você vai conhecer o novo creme para as mãos da Extratos da Terra, a solução para os cuidados diários com as mãos.

Você já sabe que as mãos são a região do corpo com a pele mais exposta às agressões do dia a dia. Também já aprendeu que o dorso da mão possui a pele fina e com pouca produção de oleosidade no outro post em que falamos da pele das mãos. 

Se você perdeu esse conteúdo, confira agora mesmo, e assim você vai entender por que elas envelhecem e se ressecam mais facilmente do que as outras regiões do corpo. 

Mas hoje trouxemos uma novidade sobre como cuidar das mãos de uma forma agradável e que se adapta sem complicações à sua rotina. 

O novo Creme Hidratante de mãos

Diante do momento que estamos vivendo, em que o uso do álcool em gel virou rotina para todo mundo, as mãos começaram a ficar ainda mais ressecadas. 

O uso de cremes para as mãos passou a ser uma necessidade bem maior do que antes. Mas não pode ser qualquer creme. Ele precisa hidratar de verdade, deixando a pele aveludada, mas sem a sensação pegajosa.

Um creme que, mesmo após lavar as mãos, continua proporcionando uma sensação de pele hidratada e sedosa é um sonho, não é mesmo?

Bom, não é mais sonho. Com o novo Creme Hidratante de Mãos da Extratos da Terra, é realidade! 

Creme Hidratante de mãos

O Creme Hidratante de Mãos possui alto poder nutritivo por conter vitamina E e ômegas 3, 6 e 9, hidratando as mãos profundamente. 

Forma um filme protetor contra o ressecamento, protegendo as mãos das agressões externas. Tem ação antioxidante e auxilia na regeneração da pele, ajudando a prevenir o envelhecimento. Deixa a pele macia e sedosa, com toque aveludado e seco, além de ter uma fragrância suave.

Como funciona

Para você entender como o creme age na pele, vamos usar algumas imagens ilustrativas, ok?

Quando ressecada, a pele possui pequenas fissuras. Não é possível ver essas fissuras a olho nu, mas é como se fossem pequenas ruguinhas ou ondulações na pele. Isso deixa a pele com aspecto envelhecido, opaco e sem vida.

pele ressecada
Pele ressecada

Observe agora, o que acontece quando você usa o novo Creme Hidratante de Mãos:

ação do creme de mãos
Ação do Creme Hidratante de Mãos na pele

O creme forma uma película na pele. Isso faz com que o manto hidrolipídico, ou seja, as substâncias que estão presentes na pele e que formam a barreira de proteção, como o sebo, as ceramidas e a água, sejam preservadas dentro da pele. Essa película impede, por exemplo, que a água seja evaporada, evitando o ressecamento. 

Além disso, os ingredientes do creme possuem ação antioxidante, isto é, eles impedem a formação de radicais livres, que são moléculas altamente destrutivas para as células e que provocam o envelhecimento precoce. 

Após o uso do creme hidratante de mãos
Após o uso do Creme hidratante de Mãos da Extratos da Terra

O creme também repõe componentes emolientes, que deixam a pele hidratada e saudável. Isso sem contar naquela película formada na pele, que tem um sensorial sem igual. 

Ele deixa a pele seca, sem a sensação de pegajosidade, e ao mesmo tempo proporciona um toque suave e sedoso. 

Como usar o Creme Hidratante de Mãos

Essa é a parte mais gostosa e fácil. Quer ver algumas dicas de como incluir esse produto na sua rotina de cuidados?

1 – Carregue sempre com você

Deixe o seu creme de mãos na bolsa quando sair. Assim você pode reaplicar cada vez que sentir necessidade. O creme tem o tamanho perfeito para estar sempre juntinho de você.

2 – Mantenha o creme de mãos sempre perto

Outra dica é deixar ele na sua mesa de trabalho. Tire alguns minutinhos do seu tempo para relaxar e aplicar o creme nas mãos. A fragrância é suave e pertence a uma coleção de cheiros que acalmam. Por isso, aproveite e relaxe percebendo  uma sensação agradável nas suas mãos.

3 – Use antes ou depois do álcool em gel

Você pode associar o creme ao uso do álcool em gel, assim protege a pele dos efeitos ruins do álcool na pele. Para isso, aplique o creme, formando uma película protetora. Depois de absorver, aplique o álcool em gel. O contrário também funciona, sabe quando você passa o álcool na mão e sente ela ressecar na hora? Pois é, neste momento você pode aplicar o creme de mãos 😉

4 – Passe antes de dormir

uso do creme

Outra dica legal é aplicar o creme nas mãos antes de dormir, assim ele vai cuidar da sua pele enquanto você descansa. 

Aposto que você consegue incluir esse produtinho na sua rotina e deixar o seu dia ainda mais especial!

Quais os ingredientes do Creme Hidratante de Mãos ?

Você já viu como o creme age na pele. Agora vamos falar o que ele tem para que todos esses benefícios sejam entregues. Vamos conhecer os ingredientes ativos do produto?

1 – Aloe Vera

O primeiro é a aloe vera. Ela já é muito conhecida e utilizada em tratamentos de pele, inclusive era um dos ingredientes secretos de beleza de Cleópatra. E não é para menos, pois é um ativo altamente hidratante. O extrato de aloe vera auxilia na regeneração da barreira da pele, deixando as mãos hidratadas. Além disso, possui propriedades calmantes, promovendo maior conforto em peles ressecadas.

2 – Manteiga de karité

Hidrata e protege a pele das agressões do meio externo. Possui ômegas 3 e 9, além de vitamina E na sua composição, mantendo a pele saudável e auxiliando na prevenção de radicais livres que podem causar manchas nas mãos. 

3 – Óleo de girassol 

Esse óleo é rico em ômegas 3, 6 e 9. Tem ação emoliente e regeneradora, auxiliando na cicatrização. Ele ajuda a recuperar aquelas fissuras na pele. 

4 – Silicone vegetal 

O silicone vegetal promove sensorial e toque agradáveis ao hidratante de mãos e, ao mesmo tempo, propicia uma sensação de refrescância à pele. 

5 – Óleo de Purcelin

Esse é o mais diferente de todos, é um ingrediente tecnológico que foi criado em laboratório e inspirado na propriedade das penas das aves aquáticas, que formam uma película repelente à água. O ingrediente ativo age de duas formas: cria um escudo que impede o ressecamento e a desidratação da pele e, ao mesmo tempo, reconstrói a barreira de proteção, evitando que novos danos venham a acontecer nas mãos. O ingrediente é sentido na pele pelo toque sedoso, seco e aveludado.

Creme de base vegetal

Além dos ingredientes que proporcionam essa sensação seca e agradável na pele, um dos diferenciais deste creme é ser derivado de componentes vegetais. Não existe nenhum óleo de origem mineral. Ou seja, a hidratação que o creme promove é verdadeira. 

A grande diferença dos cremes de base vegetal para aqueles que usam óleo mineral em sua composição é a absorção do creme na pele. Os que têm em sua composição o óleo mineral formam uma película oclusiva na pele, impedindo que a água evapore. Porém, em vez de hidratar e repor os nutrientes da pele, esses cremes promovem uma falsa hidratação. Assim, quando as mãos são lavadas, a pele perde todos os benefícios do creme.

Quando usamos uma base vegetal, o creme é absorvido na pele, recompondo e reforçando a barreira de proteção natural. É por isso que, mesmo após lavar as mãos, você vai continuar sentindo a pele macia, isso sem contar no toque seco e sem a sensação de pegajosidade da base vegetal. 

Agora que você já conhece todos os detalhes deste creme maravilhoso para as suas mãos, que tal sentir na pele os benefícios que ele traz? 

Compre agora mesmo clicando aqui ou então procure um de nossos distribuidores e revendedores

Use e depois nos conte como foi a sua experiência! 

Como escolher o melhor produto para o seu tipo de pele

Chegou a hora de encontrar o melhor produto para o seu tipo de pele. 

O primeiro passo é identificar o seu tipo de pele. O segundo é escolher os produtos mais adequados para você. Comece escolhendo os produtos para os três passos básicos de cuidados com a pele:

  • Limpeza
  • Hidratação
  • Proteção do sol

Melhor produto para a limpeza da pele

Primeiramente, cada tipo de pele tem uma necessidade na hora de fazer a limpeza do rosto. Confira abaixo algumas dicas de produtos recomendados para os tipos de pele existentes.

O melhor produto para limpar a pele, conforme o tipo de pele
Higienizantes para para tipo de pele

Como escolher um sabonete para peles mistas a oleosas

A pele oleosa tem uma produção maior de sebo que as outras peles. Por isso precisa de um produto específico que retire a oleosidade e que deixe uma sensação de refrescância e toque seco por mais tempo. 

O melhor produto para esse tipo de pele é o Sabonete Refrescante, pois, além de limpar a pele e de proporcionar uma sensação de refrescância, auxilia no controle da oleosidade, retirando o aspecto brilhoso sem deixar a pele ressecada.

Por outro lado, se além de ter a pele oleosa você possui acnes ou espinhas, o mais recomendado é tratar a oleosidade e a acne ao mesmo tempo. Para isso, use a Espuma Detox, que limpa e tonifica, possui ação detox e antipoluição. Desta forma, desintoxica os poros e evitando a formação de novas espinhas.

Como escolher um sabonete para pele normais a secas

Peles normais a secas precisam de um produto que retire as impurezas do rosto, mas que não deixe a pele ressecada e com a sensação de repuxamento, que é comum acontecer quando utilizamos produtos inadequados para o nosso tipo de pele. 

O mais indicado para essas peles é a Espuma de Limpeza Hidratante, ou ainda o Sabonete Dermopurificante. Esses produtos além de limparem, também protegem e preservam a hidratação natural da pele, deixando-a suave ao toque. 

Como escolher um sabonete para peles maduras

Além de limpar, para peles maduras, é interessante um produto que acima de tudo, auxilie no processo de renovação.

Duas espumas estão entre as mais recomendadas para esse caso e podem ser usadas por todos os tipos de pele: Espuma de Limpeza Facial e Glycoacid Detox, ambas com o ácido glicólico. 

A Espuma de Limpeza Facial com Ácido Glicólico remove as células mortas e diminui os sinais da idade. E a Glycoacid Detox é para quem tem a pele madura mas que também possui algumas manchas, pois essa espuma tem efeito detox, estimula a renovação celular e ajuda na redução das marcas senis da pele.

Qual o melhor produto hidratante para o seu tipo de pele

No post como cuidar da pele, você já aprendeu que todos os tipos de pele precisam ser hidratados, sem exceção.

hidratação

Essa ação previne o envelhecimento, mantém a pele saudável e com a barreira de proteção fortalecida contra os agentes externos, como, por exemplo, poluição e mudanças de temperatura.

A diferença entre os hidratantes de cada tipo de pele é a composição do produto. Por exemplo, para peles oleosas o ideal é ter um hidratante em forma de gel ou sérum, que não pesa na pele e não vai deixá-la mais oleosa. Já peles secas necessitam de um poder hidratante maior e, nesse caso, os hidratantes em creme são os mais indicados. 

Outro fator importante na hora de escolher um hidratante diz respeito aos ingredientes ativos que cada produto possui. Esses ingredientes são direcionados às características de cada tipo de pele. 

Hidratante para peles mistas a oleosas

O hidratante mais indicado para peles oleosas de todas as idades é o Gel-Creme Oil Control. Ele é um hidratante multifuncional que mantém a pele livre do brilho e da oleosidade excessiva. Também promove hidratação prolongada e minimiza o tamanho dos poros dilatados, tornando-os menos visíveis e promovendo um imediato efeito tensor dos poros . 

O hidratante ainda age em outros aspectos gerais da pele, como o envelhecimento e a uniformização do tom, graças a ativos como nano vit C e niacinamida.

Hidratante para peles normais a secas

Se a sua pele é muito seca, você precisa de um produto com um poder hidratante maior. E nesse caso, você pode escolher conforme a necessidade da sua pele:

  • Se você tem a pele seca e com poucas rugas, opte pelo Prevent. Ele vai hidratar e retardar o aparecimento das linhas de expressão.
  • Por outro lado, se você tem a pele seca e já possui rugas e sinais de expressão, escolha como hidratante o Reverse. Ele vai hidratar, diminuir as rugas e linhas de expressão, e também aumentar a firmeza da pele. 

Hidratante para todos os tipos de pele

Também existem os hidratantes multifuncionais, que se adaptam à maioria dos tipos de pele. 

Para ter essa flexibilidade, esses hidratantes normalmente são em forma de sérum. Um exemplo é o Dermo Vit C, que possui um excelente poder de hidratação graças às nanocápsulas de vitamina C e de resveratrol. Esses ingredientes hidratam a pele ao mesmo tempo que tratam e previnem as linhas de expressão e as rugas. 

Este sérum é um produto multifuncional que possui forte ação antioxidante e hidratante, sendo recomendado tanto para peles jovens quando para peles que já apresentam os sinais de envelhecimento. Mas deve-se ter uma atenção maior ao usá-lo em peles oleosas, pois poderá não se adaptar 100% a esta pele, já que não possui nenhum ingrediente que auxilia no controle da oleosidade. 

Qual o melhor produto para proteger a sua pele do sol 

O protetor solar deve ser usado desde a infância, já que os efeitos da radiação são cumulativos na pele, ou seja, os danos vão se somando durante toda sua vida. Além disso, você deve usar o protetor solar o ano inteiro.

Proteção solar em todas as idades

Mas na hora de escolher o melhor protetor solar, podem surgir algumas dúvidas: qual é o melhor produto para o meu tipo de pele?

Primeiramente é importante entender que, além do tipo de pele, é preciso considerar qual o seu fototipo. Explicamos como escolher o fator de proteção no texto como cuidar da pele. 

Confira agora as sugestões de protetores solares da Extratos da Terra conforme os tipos de pele. 

O melhor produto para proteger as peles mistas a oleosas

A pele oleosa é talvez a mais difícil de se encontrar um protetor que se adapte a ela sem deixar aquela sensação pegajosa. A Extratos da Terra tem duas sugestões de protetores para a pele mista a oleosa.

O primeiro é o Protetor FPS 20, com toque seco e suave, além de textura oil free. Possui em sua fórmula extratos vegetais que controlam a oleosidade.

O segundo são os protetores em pó translúcido e com cor, com fator de proteção 50. O protetor em pó pode ser associado ao FPS 20, deixando a reaplicação do filtro durante o dia mais fácil. Mas você também pode usar o pó sozinho. Ele possui ação contra a luz azul, poluição urbana e deixa a pele com toque seco e sem brilho. 

Melhor protetor para peles normais a secas

Pessoas com peles normais a secas não possuem muita restrição quanto ao uso do protetor, por outro lado, devem sempre se lembrar se escolher o FPS mais adequado ao seu tom de pele. 

Algumas dicas de protetores para essas peles são:

  • FPS 30 e FPS 50: ambos protegem dos raios UVA e UVB e possuem a coenzima Q10, que tem como função auxiliar a diminuir a profundidade das rugas e linhas de expressão, aumentar a firmeza da pele e a produção de colágeno.
  • Tonalizante Clareador: é um protetor ideal para quem tem algumas imperfeições na pele e deseja disfarçá-las. Também tem ação clareadora, sendo perfeito para proteger peles com manchas. 
  • Protetor em pó com FPS 50: disponível nas cores translúcido, médio e escuro, ideal para uso diariamente, deixando a rotina de reaplicação do filtro solar muito mais fácil e prática ao longo do dia. Você pode inclusive usa-lo sobre a maquiagem.

Cuide da sua pele com os produtos mais recomendados para as suas necessidades.

Se ainda tiver dúvidas, deixe a sua pergunta aqui nos comentários que nós responderemos para você 😉

Circuito de Conhecimento da Extratos da Terra

Antes de mais nada, a palavra conhecimento, segundo o dicionário on-line de português, é a ação de entender por meio da inteligência, da razão ou da experiência.

Foi exatamente com base nesses conceitos que o 1° Circuito de Conhecimento da Extratos da Terra foi pensado. Em meio a um tempo de isolamento, que fez com que cursos, congressos e feiras fossem adiados, os eventos on-line estão cada vez mais sendo os meios possíveis de repassar conhecimento. 

A Extratos da Terra, através do 1º Circuito de Conhecimento, quis trazer  uma nova forma de enxergar a estética aos profissionais da área. 

A ideia foi não pensar apenas em produtos e protocolos utilizados nos atendimentos, mas sim trazer aos inscritos uma visão de uma estética mais humanizada, científica e embasada na fisiologia do corpo.  

Como foi o Evento?

O 1º Circuito de Conhecimento aconteceu entre os dias 18 e 22 de maio, às 14h, com direito a certificação.

Foram mais de 3 mil profissionais da estética inscritos e 5 palestrantes, que dividiram seus conhecimentos e experiência de forma on-line na página do Facebook oficial da marca. 

Resumo do 1° Circuito de conhecimento

Confira um resumo do que foi o evento no vídeo de agradecimento:

As avaliações pós-evento nos encheram de orgulho. Como resultado, mais de 90% dos que participaram avaliaram o evento como muito bom, e 80% disseram que os temas foram relevantes para a área. 

Alguns depoimentos deixados nas avaliações mostram como o evento foi especial para muitos profissionais:

“O circuito foi muito bom, ainda mais neste momento da pandemia pelo qual estamos passando. Foi possível desfocar das notícias ruins e aproveitar o tempo para adquirir conhecimento.”

“Apenas agradecer a todos os profissionais que se dispuseram a passar conhecimento.”

“Gostaria de salientar a qualidade de todas as palestras, a relevância dos temas selecionados, as suas abordagens técnicas e os aprofundamentos. Parabéns a todos pelo empenho e disponibilidade de tempo!”

“Grandes profissionais, e estamos precisando muito de ética, respeito e muito conhecimento, isso nos faz diferentes. Muito obrigada pela chance de ter mais conhecimento.”

“Gostei bastante do evento e participarei do próximo!! Espero que continuem fazendo nesse formato on-line, gratuito e com certificado, pois vocês ajudam bastante muitas profissionais.”

Esses foram alguns dos muitos comentários deixados na avaliação pós-evento, e gostaríamos de registar o nosso muito-obrigado a todos os participantes que responderam ao questionário. 

Esses dados são muito importantes para que a Extratos da Terra continue desenvolvendo produtos e conteúdos relevantes para todos os profissionais da estética. 

Temas abordados no 1° Circuito de Conhecimento Extratos da Terra

O evento trouxe conteúdos de conhecimento nas áreas da estética paliativa, marketing, eletroterapia e avaliações dos resultados. 

Confira como foram as palestras e os conhecimentos abordados no evento:

  1. Estética paliativa

A primeira palestra foi com Vanessa Monteiro, que mostrou um outro lado da estética. É um trabalho muito bonito que ajuda as pessoas que estão passando por tratamentos de doenças graves, melhorando a qualidade de vida dessas pessoas. A palestra foi linda e muito inspiradora.

  1. Marketing é tudo o que se faz vender

O segundo dia foi com Cleber Campos, que falou como o marketing vem evoluindo e como usar algumas ferramentas para aumentar as vendas e os ganhos no cotidiano. Acima de tudo, esse dia foi repleto de informações para serem aplicadas na divulgação assertiva do trabalho da esteticista.

  1. Eletrocautério ou jato de plasma

Cecília Manoel encheu de energia positiva o terceiro dia do evento. Ela passou diversas dicas e pontos importantes sobre esse tipo de procedimento, como, por exemplo, como e quando pode ser feito, além de fornecer indicações de quais produtos ela usa nos procedimentos. 

  1. Nova geração de ultrassom facial de alta frequência e associações

A palestra do quarto dia foi com Aline Caniçais, que falou sobre rejuvenescimento facial. Primeiramente, ela abordou vários estudos científicos acerca do uso do ultrassom, formas de aplicação e resultados, além de falar sobre laser e ledterapia. Posteriormente, mostrou protocolos e produtos usados nos seus estudos de rejuvenescimento facial. A palestra foi muito rica em informações científicas.

  1. A tríade necessária para o resultado eficaz do tratamento estético

Para concluir o evento, a nossa querida técnica Elizete Garcia falou no quinto dia sobre a tríade nos tratamentos estéticos: avaliação, uso do home care e resultados. Ela detalhou por que esses fatores são tão importantes. Certamente a palestra deixou um gostinho de quero mais!

Perdeu o 1° Circuito de Conhecimento?

Está pensando por que não acompanhou o evento?

Então temos uma ótima notícia! Criamos uma playlist especial com todas as palestras para que você que perdeu essa oportunidade possa assistir no conforto de sua casa. Ou ainda para quem quer rever e estudar detalhadamente cada assunto. 

Para concluir, em nome de toda a equipe Extratos da Terra, queremos agradecer aos palestrantes que tornaram possível a realização desse evento e, principalmente, a todos os profissionais da estética por acreditarem e confiarem na nossa marca. 

Até breve e que venha a próxima edição do Circuito de Conhecimento! 

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos

Manchas da pele: saiba como são formadas

Manchas da pele são um problema que afeta a aparência física da maioria das mulheres, incomodando todas as pessoas que se preocupam com a estética e com a vaidade.

Essas manchas são ocasionadas por diversos fatores e podem apresentar coloração branca, marrom ou avermelhada, de acordo com a quantidade de melanina produzida.

Melanina é o pigmento responsável pela cor natural da nossa pele. Ela é produzida na camada basal, em uma célula chamada melanócito.

O melanócito possui ainda prolongamentos, espécies de “bracinhos” que vão se infiltrando entre as células da pele. Fazendo uma comparação ilustrativa, podemos comparar o melanócito e a pele com uma mão segurando um abacaxi.

comparação da relação do melanócito e as células

Pareceu estranho para você? Então observe a foto ao lado. Se você imaginar que a palma da mão é o núcleo do melanócito e os gomos do abacaxi representam as células, mais especificamente os queratinócitos, então os dedos são os dendritos no melanócito, que consegue alcançar vários queratinócitos. 

Essa comparação não foi boa?

Então observe a segunda imagem abaixo, ela é a representação de um melanócito carregado de melanossomos. E ao lado é o local onde esse melanócito se encontra na camada basal da pele. Agora sim, deu para entender? Mas aposto que você não vai se esquecer da comparação do abacaxi.

Brincadeiras à parte, afinal com manchas não se brinca, hoje vou explicar o quão complexo e perfeito é o nosso corpo para manter o equilíbrio e a proteção das células. 

Processo de pigmentação da pele

Dentro do melanócito, existe uma organela chamada melanossomo, que é o local onde efetivamente a melanina é sintetizada.

Depois do pigmento formado, o melanossomo é transferido através dos dendritos do melanócito para as células adjacentes da pele, que são chamadas de queratinócitos. 

Após o transporte dos melanossomos para os queratinócitos, a melanina vai se direcionando ao núcleo da célula para proteger o DNA, e o pigmento é então liberado.

Ou seja, a melanina é a principal proteção do DNA contra os danos da radiação solar, por isso que a causa das manchas da pele, na maioria das vezes, é desencadeada pela exposição ao sol. Quanto mais sol, mais o melanócito entende que precisa proteger as células e mais melanina é produzida para isso. 

A ativação para a produção de melanina pode se dar por diferentes fatores e normalmente envolve o processo de comunicação entre as células da camada mais superficial da pele e o melanócito.

Essas células impulsionam a produção da melanina através da ativação da tirosinase (enzima que catalisa as primeiras reações para formação do pigmento). 

São inúmeros os mecanismos que, ao serem ativados, levam mensagens para o melanócito produzir a melanina. Por isso, tratar manchas é mais complexo do que parece, e o tratamento deve levar em consideração o maior número de fatores que desencadeiam a formação de melanina. 

Porém, é bom ter em mente que a melanina não é uma vilã. Pelo contrário, ela é a proteção do DNA para que não ocorra o envelhecimento precoce das células nem doenças mais sérias como o câncer.

Portanto, quando se fala no  tratamento de manchas de pele, temos que considerar a melanina como nossa aliada, como uma parceira que a gente pega na mão e diz: “Estou contigo, fique calma e tudo vai dar certo”.

Produção descontrolada de melanina e formação de manchas da pele

Como mencionado anteriormente, a síntese de melanina é ativada por diversos mecanismos diferentes, muitos dos quais ocorrem através da comunicação entre as células da epiderme (queratinócitos) e os peptídeos que se ligam a receptores específicos nos melanócitos, iniciando a produção de melanina.

Muitos desses mecanismos são ativados pela exposição solar, que, ao atingir as células da pele, ativa os gatilhos de defesa das células, iniciando-se a comunicação celular.

Por esse motivo, o surgimento de hipercromias muitas vezes é relatado após a exposição ao sol. 

Na imagem abaixo, pode ser observado um esboço dos principais mecanismos que levam à formação de marcas escuras na pele. 

Clique aqui para abrir imagem em tamanho maior.

Grande parte dos fatores desencadeadores que resultam na ativação da tirosinase deve-se à incidência da radiação solar, mas outros pontos-chaves importantes também são a poluição, processos inflamatórios, a gravidez e o uso de anticoncepcional devido ao fator hormonal envolvido.

Todos esses fatores desequilibram a produção normal de melanina, desencadeando a produção descontrolada do pigmento e formando as manchas. 

A partir de um desses gatilhos, começa uma reação em cadeia, e cada tipo de gatilho pode ativar diferentes meios de comunicação celular, levando à formação de marcas mais escuras na pele. 

Tratamento de manchas

Para que o clareamento de pele seja eficiente, os produtos devem agir no maior número possível desses mecanismos ativadores, neutralizando, bloqueando ou regulando a produção de melanina, porém de uma forma inteligente, que não prejudique o desejo natural nem agrida a pele ao ativar esses mecanismos de defesa.

Percebam que essa é uma linha tênue, por isso a necessidade de escolha  por produtos que deem resultado não só pensando no prazo imediato, mas principalmente a longo prazo, para não ocorrer o efeito rebote e a piora do quadro.

Tratamento profissional de manchas da pele

A Extratos da Terra desenvolveu a linha Dermolight, criada com o conceito de tratamentos por camada, cuidando das hipercromias de forma gradual.

Ou seja, à medida que os passos do tratamento são realizados, os produtos agem em locais mais profundos e específicos (o primeiro produto age no estrato córneo, até chegar ao principal, que age diretamente no melanócito). 

No tratamento profissional, os produtos formam um ciclo, agindo em 15 pontos-chaves fundamentais na formação das hipercromias e também reduzindo as já instaladas por diminuir a intensidade das marcas e aumentar a renovação celular, eliminando as células pigmentadas.

Dessa forma, temos um tratamento completo, em que cada passo age em uma determinada camada da pele, atuando sobre os mecanismos locais que causam as hipercromias. Os 15 mecanismos de ação da linha  são:

1 – Inibe a atividade da tirosinase, que participa das duas primeiras reações da síntese de melanina.
2 – Reduz a conversão de tirosina em DOPA, que é a primeira reação da síntese de melanina.
3 – Reduz a síntese da TRP-1, necessária para a produção da melanina marrom.
4 – Regula a MITF, um fator de transcrição que ativa a tirosinase.
5 – Inibe o transporte de melanina dos dendritos para os queratinócitos.
6 – Inibe o depósito de melanina formada nos queratinócitos por inibir a PMEL17.
7 – Inibe a liberação de melanocortina (α-MSH), que é o hormônio estimulante dos melanócitos.
8 – Reduz a produção de radicais livres (ROS).
9- Reduz a produção de endotelina-1 secretada pelos queratinócitos, que ativa a tirosinase e aumenta o tamanho e o número de dendritos.
10 – Inibe a formação de plasmina, que libera o fator de crescimento do melanócito e que ativa a cascata inflamatória, além de estimular o α-MSH.
11 – Promove a detoxificação celular, evitando que resíduos inúteis permaneçam na pele, pois podem ativar o sistema de defesa.
12 – Diminui a comunicação da substância P com o melanócito, evitando o aumento dos dendritos e do transporte de melanina para as células.
13 – Tem ação anti-inflamatória, inibindo a síntese da proteína do estresse e o início da cascata inflamatória.
14 – Limita os efeitos das agressões externas como RUV e poluição.
15 – Aumenta a proteção do tecido, evitando agressões na camada córnea e protegendo-a dos danos da radiação solar.

A linha é um tratamento eficiente que controla a produção de melanina, elimina marcas escuras já instaladas e previne que novas hipercromias se formem.

Além disso, todos os produtos promovem e preservam a hidratação da pele, pois a hidratação faz com que o tratamento seja mais eficiente, que os ativos tenham melhor absorção e que a barreira de proteção fique íntegra, protegendo a pele dos efeitos danosos e dos agentes externos.

Para conhecer os produtos da linha, basta clicar neste link.

Cuidados em casa

Outro fator importante no clareamento de pele é o controle da produção de melanina, que deve ser diário, pois o melanócito, uma vez que é estimulado a produzir melanina, continua produzindo em uma quantidade superior ao normal.

Dessa forma, é necessário enviar uma mensagem diária a ele para que não  produza o pigmento e que está tudo sob controle. 

Isso quer dizer que os cuidados em casa são fundamentais para o sucesso do tratamento em cabine, pois os produtos usados em casa entregam doses diárias pequenas de ativos que auxiliam no controle da produção do pigmento. 

Isso também quer dizer que o tratamento não pode ser interrompido no verão, por exemplo, pois é a época em que mais as pessoas se expõem ao sol, e como vimos o sol é o principal ativador da produção de melanina.

Para conhecer um pouco mais os produtos de uso em casa para o clareamento de pele, acesse outro conteúdo do blog: Manchas na pele: saiba como tratar

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos