Manchas na pele: como aparecem

Tempo de leitura: 7 minutos

“Eu sempre sofri muito por conta de manchas na pele. Parece que a minha pele é muito sensível, e qualquer coisa que acontece, aparece uma mancha. Primeiro foram as manchas de acne que tive durante a adolescência. Elas não eram muitas, nem muito marcadas, mas me incomodavam, e eu sempre sentia necessidade de usar algo para cobri-las.

Depois de um tempo, começaram a aparecer umas manchas um pouco mais marcadas, e quando pesquisei descobri que eram melasmas. Eu usei alguns produtos diferentes para tratar, às vezes parecia que melhorava, mas depois as manchas voltaram. 

Eu sei que devo me aceitar como sou, mas essas manchas realmente impactam a minha autoestima, e eu me sentiria melhor se elas não aparecem tanto.”

Você se identifica com a situação acima ou com alguma parte dessa história?

Muitas pessoas passam por isso, já que a maioria da população tem manchas na pele.

Normalmente, quem de fato sente que as manchas incomodam faz de tudo para amenizá-las, mas nem sempre essas ações funcionam.

Você sabe que tudo pode mudar se passar a entender o que são essas manchas na pele, por que elas aparecem e como surgem?

Assim você vai saber o que realmente acontece dentro da sua pele, que tipos de manchas você tem e qual a melhor forma de tratá-las.

Talvez você esteja pensando: vão tentar me vender algum produto. A verdade é que poderíamos, mas não vamos fazer isso. Queremos realmente compartilhar o nosso conhecimento com você, de modo que escolha o que é melhor para a sua pele, e a partir daí a decisão sobre como cuidar das manchas é sua.

O que são as manchas na pele?

A primeira coisa que você precisa saber é que as manchas na pele são formadas por conta de uma produção descontrolada da melanina.

A melanina é um pigmento que dá cor à nossa pele, ou seja, produzimos ela naturalmente.

Porém, algumas situações podem contribuir para que a melanina seja produzida em excesso, fazendo com que algumas partes da pele fiquem mais escuras do que outras. E são essas partes escuras que chamamos de manchas de pele.

Por que aparecem manchas na pele?

Essa produção descontrolada pode ser ativada por vários fatores, por isso é tão comum encontrar pessoas com manchas na pele, pois todos nós estamos expostos a esses fatores.

Os cinco principais fatores causadores de manchas são:

  • exposição solar: a radiação do sol desencadeia uma série de mecanismos na nossa pele que levam ao aparecimento das manchas;
  • gravidez e uso de anticoncepcional: ambos ativam mecanismos muito similares aos que a radiação UV provoca. É comum mulheres que nunca tiveram manchas na pele apresentarem melasmas durante a gravidez;
  • processos inflamatórios: os processos inflamatórios, como acne ou até machucados, ativam a defesa da nossa pele, que produz melanina para se proteger e acaba gerando manchas;
  • estresse: sim, até o estresse é responsável pelo surgimento de manchas na pele. Ele ativa uma substância diferente das anteriores, que leva a esse processo; e
  • poluição: estudos recentes apontam a poluição como superprejudicial para a nossa pele, sendo responsável pelo aparecimento de manchas e do envelhecimento precoce.

Onde as manchas são formadas?

Como falamos anteriormente, as manchas são resultado de uma produção descontrolada da melanina. Essa melanina é produzida em uma célula chamada melanócito, que fica na camada mais profunda da nossa epiderme (para saber mais sobre as camadas da pele e como a nossa pele funciona, clique aqui).

Manchas na pele: onde são formadas

Mas como as manchas chegam à superfície da pele?

O que acontece: o melanócito produz melanina em excesso e, através dos dendritos (essas perninhas que ele tem), transfere a melanina para as células até chegarem à superfície da pele. 

Por que é importante saber isso?

Porque aqui a gente entende que o tratamento das manchas não diz respeito a somente retirá-las da superfície da pele, temos que “controlar” o melanócito, pois ele vai sempre continuar produzindo mais melanina. Por isso, muitos tratamentos parecem que funcionam num primeiro momento, mas depois a mancha na pele acaba voltando. 

Quando tratamos manchas, temos que pensar em várias coisas, mas as principais são:

  • regular a produção de melanina no melanócito para que ele pare de produzir de forma descontrolada esse pigmento;
  • impedir que a melanina já formada chegue à superfície da pele; e
  • remover as células já pigmentadas da superfície da pele.

Como tratar as manchas na pele e por quanto tempo deve ser feito o tratamento?

Você já entendeu que precisa tratar as manchas através das três ações citadas acima, mas como saber se o produto que você está usando faz tudo isso?

Aqui é muito importante você ler os ingredientes que o produto contém. Normalmente, as próprias empresas fornecem uma descrição dos ingredientes ativos (aqueles que realmente vão agir no problema), o que é cada um deles e o que de fato esses ativos fazem. 

Caso prefira, você também pode entrar em contato com a empresa, ou com quem te vendeu o produto, e solicitar uma explicação mais aprofundada (agora que você já sabe tudo isso, fica muito mais fácil de entender).

Por quanto tempo o tratamento deve ser feito?

Vai depender de pessoa para pessoa, e principalmente, do tipo de mancha. Mas basicamente são duas fases: a fase do tratamento e a fase de manutenção.

No tratamento, serão usados mais produtos e com ações bem específicas para reduzir as manchas existentes, impedir que as manchas já produzidas cheguem à superfície e controlar o melanócito. O mínimo recomendado para essa fase é um período de 3 meses.

Na manutenção, depois que as suas manchas reduzirem, você utilizará produtos que vão manter o melanócito controlado para que não volte a produzir as mesmas manchas de antes. Caso você queira ficar longe das manchas, deverá sempre realizar a manutenção uma vez que comece o tratamento. O bom é que para isso existem vários produtos com outras funções, como anti-idade e antioleosidade, que também agem na redução de manchas e que devem se tornar parte da sua rotina de cuidados diária.

Para finalizar, vamos destacar dois pontos importantes:

  • Fique longe de peelings agressivos, que fazem a sua pele descamar. No primeiro momento, a sua pele vai ficar linda, porém se você não tiver muito cuidado depois e não usar produtos adequados, as manchas voltarão e podem retornar ainda mais fortes, já que se trata de algo muito agressivo que ativa o sistema de defesa da pele.
  • Procure sempre por produtos com registro na ANVISA e que tenham passado por testes de eficácia, ou seja, os produtos foram testados em laboratórios credenciados e têm resultados comprovados.

Gostou deste assunto? Conte pra gente nos comentários o que achou e nos envie as suas dúvidas!

Continue acompanhando o nosso blog para mais conteúdos!

Instagram
Facebook
YouTube
Nosso site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.