Arquivo da tag: creme de base vegetal

Diferenças entre creme de base vegetal e creme de base mineral

O creme de base vegetal é hoje uma das bases cosméticas mais compatíveis com a pele, ou seja, consegue ser mais eficaz quando comparado aos cremes que possuem óleo mineral na composição.

Vamos entender por que essas bases são melhores e trazem inúmeros benefícios para a pele. Mas primeiro vamos saber ao certo o que é uma base cosmética. 

Bases cosméticas são, por exemplo, os séruns, gel, gel-creme, loção ou creme. Esse tipo de base se refere à forma como o cosmético é feito.

É na base que são introduzidos os ingredientes ativos que fazem com que o produto tenha uma ação específica em disfunções como celulite, estrias, rugas e linhas de expressão, entre outros. 

Como um creme age na pele

Para um produto ter efeito na pele, ele precisa primeiro conseguir penetrar em suas camadas. Contudo, a dificuldade de um produto permear a pele é grande, isso porque ela tem a função de bloqueio para que substâncias do ambiente externo não consigam atravessá-la, evitando doenças ou outros problemas. 

Desse modo, a melhor forma de fazer com que um produto permeie a pele é buscando opções que sejam compatíveis com ela. Isso quer dizer que é preciso escolher produtos que façam a pele entender que eles já são substâncias naturais dela, e não elementos intrusos. 

As bases vegetais fazem exatamente isso. Elas possuem componentes idênticos aos que temos naturalmente em nossa pele. Então, quando aplicamos um creme de base vegetal, a pele entende como se fosse uma substância natural dela e não bloqueia a entrada desse produto. 

Dessa forma, ao permear a pele, esses componentes se juntam a ela e não são mais removidos quando lavamos, por exemplo. Isso faz com que essas bases continuem agindo na pele, hidratando-a por longos períodos.

ação do creme de mãos
Imagem ilustrativa de creme de base vegetal na pele, reconstruindo a barreira de proteção.


Além disso, depois de permear a pele, os ingredientes ativos que são carregados pela base vegetal agirão em lugares específicos. Dependendo do tipo desses ativo, eles vão agir nas camadas mais superficiais ou profundas, como no caso de ativos nanoencapsulados.

Qual a diferença entre o creme de base vegetal e o creme com óleo mineral?

Ao contrário do creme de base vegetal, que possui componentes semelhantes ao já existentes naturalmente na pele, o creme que possui óleo mineral aciona o bloqueio natural de proteção, pois o óleo mineral é uma substância estranha e intrusa ao corpo. 

Com isso, o óleo mineral formará uma película oclusiva sobre a pele, dificultando a perda de água que está dentro da pele para o exterior, o que evita a desidratação.

Após o uso do creme de mãos
Imagem ilustrativa mostrando a formação de película e barreira oclusiva

Essa película oclusiva cria uma falsa sensação de hidratação e também constitui um efeito passageiro, isso porque o óleo mineral impede que a água que está na pele evapore, porém não restaura a hidratação natural da pele nem a barreira de proteção. Assim, quando a pele é higienizada, essa película formada pelo óleo mineral é removida, e a pele volta a ficar desprotegida. 

Por outro lado, os cremes de base vegetal hidratam a pele de verdade, já que seus componentes são os já existentes na pele, recuperando a hidratação natural e restaurando a barreira de proteção mesmo depois da lavagem. 

Outra diferença é que, por constituir uma camada oclusiva, o óleo mineral também pode bloquear os poros da pele e dificultar a respiração. Esse fato, pode ocasionar problemas como cravos e espinhas. Por isso, é importante evitar óleo mineral na composição dos produtos, principalmente os faciais.

Qual escolher então?

Diante dessas diferenças, fica claro que os cremes de base vegetal são produtos mais modernos que trazem muitos benefícios à pele. Porém, esses produtos são caros, pois os componentes têm tecnologia mais avançada. Esse é o principal motivo de ainda encontrarmos no mercado muitos produtos com óleo mineral em sua composição. 

O importante é sempre avaliar qual o objetivo com o uso de um determinado produto. Para conseguir esse objetivo, é necessário um produto mais compatível com a pele ou um produto com óleo mineral trará o resultado que se espera?

Por exemplo, se você não deseja uma permeação muito profunda dos ativos e se a pele não precisa de uma hidratação extra, os produtos com óleo mineral podem valer o custo/ benefício. Por outro lado, se você precisa recompor a barreira de proteção da pele para restaurar a hidratação e ainda se deseja uma permeação mais profunda dos ativos, a base vegetal é a ideal. 

Cremes vegetais da Extratos da Terra

Em 2013, a Extratos da Terra lançou uma linha chamada Pro Vegetal. Aqueles novos produtos não se encaixavam nos conceitos de produtos convencionais, naturais ou orgânicos, e por isso criamos o conceito de “cosmético vegetal”.

Não se tratava de produtos convencionais porque não eram produtos comuns. Igualmente não eram produtos naturais, pois suas matérias-primas não passavam somente por processos físicos ou químicos simples, mas também por processos tecnológicos para extrair o melhor dos compostos vegetais. Do mesmo modo,  não eram produtos orgânicos, visto que as suas matérias-primas não têm certificação de orgânicos.

Esses produtos eram muito mais do que isso, oferecendo benefícios como:

  • Produtos com base tecnológica vegetal
  • Bases biocompatíveis com a pele
  • Veganos: não possuem ingredientes de origem animal e não são testados em animais (aliás, nenhum produto da Extratos da Terra é testado em animais)
  • 95% dos ingredientes são provenientes de fonte vegetal
  • Ingredientes certificados com o selo Ecocert
  • Livres de ingredientes derivados de petróleo, como óleo mineral, silicone e propilenoglicol
  • Com conservante eficaz e seguro, livre de parabenos 
  • Livres de óleo mineral, contêm somente óleos vegetais
  • Com componentes biodegradáveis que não agridem o meio ambiente
  • Livres de esfoliantes de polietileno
  • Livres de ingredientes que podem causar risco de sensibilidade à pele, como corantes

A partir de então, estabelecemos o termo “base vegetal” e, sempre que possível, passamos a desenvolver os produtos seguindo esse conceito. Até hoje, somos a única empresa com uma linha inteiramente vegetal de produtos profissionais.

Produtos Extratos da Terra com base vegetal
ícone produto de base vegetal

Vários produtos da Extratos da Terra possuem base vegetal, e você pode identificá-los no nosso site pelo selo vegetal, que estará nas imagens dos produtos (imagem ao lado). 

As embalagens dos produtos estão passando por atualizações, e o selo de base vegetal com o tempo também estará impresso nas embalagens, assim fica mais fácil identificar esses produtos. Esse processo ainda vai demorar um pouquinho para estar completo, mas ele já está acontecendo 😉

ícone livre de óleo mineral

Também possuímos produtos que não se enquadram na categoria de base vegetal, mas que não têm óleo mineral na composição. Esses produtos livres de óleo mineral podem ser identificados com o símbolo de livre de óleo mineral, como o da imagem ao lado.

Você já sabia da diferença entre cremes de base vegetal e base mineral?

Cuidados com a pele no verão: as dúvidas mais frequentes sobre hidratação

Entre os cuidados com a pele no verão estão principalmente se proteger e se hidratar. Já falamos de nove dicas de como preparar a pele para o verão, mas ainda surgem muitas dúvidas sobre hidratação. Por isso, hoje vamos responder a algumas das dúvidas mais frequentes dos nossos clientes.

Essas dúvidas podem ser as mesmas que você tem, então fique atenta!

Como cuidar da pele do rosto no verão?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes. É fato que precisamos cuidar da pele em todas as estações do ano, mas no inverno e no verão alguns cuidados especiais são importantes devido à mudança de temperatura. Falamos sobre essas diferenças neste post.

Mas, para resumir, algumas dicas de cuidados com a pele do rosto no verão são:

  • Use maquiagem leve, pois no verão a pele fica mais oleosa do que o normal, e bases pesadas podem piorar esse aspecto.
  • Procure lavar o rosto duas vezes ao dia com produtos específicos para essa região  e para o seu tipo de pele. 
  • Aplique o protetor solar e reaplique conforme a indicação da embalagem. Dê preferência a produtos que protegem dos raios UVA, UVB e da poluição.
  • Procure tomar banhos gelados, ou pelo menos mornos, e logo após aplique um bom creme hidratante e de preferência que tenha ação antioxidante. Essas substâncias ajudam a evitar os danos dos raios solares na pele, como, por exemplo, o envelhecimento.
  • Evite a exposição solar nos horários mais intensos dos raios UV, entre as 10h e as 16h.
  • Beba bastante água diariamente.

Como hidratar a pele no calor?

Muitas vezes, é difícil usar hidratantes no calor, não é mesmo? Isso porque os cremes geralmente ficam melosos, e ninguém gosta dessa sensação. Mas existem opções de hidratação que não deixam a pele grudenta no calor. 

  • O que é bom para hidratar a pele do corpo no verão?

Para hidratar a pele do corpo e evitar o desconforto de sensação pegajosa, a dica é usar cremes com base vegetal, pois esses cremes não são gordurosos e absorvem rapidamente na pele. Assim, você terá a pele profundamente hidratada.

hidratante corporal com manteiga de karité

Saiba mais sobre esse tipo de creme no post: Creme hidratante com manteiga de karité.

  • O que é bom para hidratar a pele do rosto no verão?
hidratação

Já no rosto, a regra é procurar produtos hidratantes para o seu tipo de pele. Por exemplo, você pode usar um hidratante que é também clareador, rejuvenescedor ou até mesmo um hidratante que controle o excesso de oleosidade.

Nesse caso, siga as necessidades da sua pele e não se esqueça de aplicar diariamente o produto. 

Posso usar o mesmo hidratante do corpo no rosto?

Não é o mais recomendado, pois cada região do nosso corpo tem características distintas, e os produtos são desenvolvidos levando em consideração essas diferenças. Por exemplo, o pH é diferente, a espessura da pele do corpo e do rosto é distinta, as necessidades de hidratação são diferentes e a umidade da pele também. 

Por isso, você pode até pensar que está economizando ao aplicar um produto do corpo no rosto, porém com o tempo a sua pele vai reclamar, e poderão aparecer outros problemas, tais como excesso de oleosidade, acnes e até manchas. 

Como refrescar a pele no verão?

Nada melhor do que estar em uma temperatura elevada e receber uma brisa refrescante. Consigo até me imaginar na beira da praia e sentir as gotículas tocando a pele! Você consegue imaginar isso também?

Deixando a imaginação de lado e partindo para a prática, isso é bem possível e prático de se fazer. Basta ter consigo uma água dermatológica ou uma água termal e aplicar durante o dia, seja na praia, na beira da piscina, no parque ou depois de uma atividade física. Além de provocar a sensação de refrescância, esses produtos repõem os nutrientes na nossa pele. 

Hidratação e refrescância para a pele no verão

Uma dica maravilhosa é a Água Dermo Revigorante. Ela pode ser inclusive no pós-sol, acalmando a pele após 15 minutos. Mas lembre-se de usar o protetor solar para evitar queimaduras solares 😉

A dica mais valiosa deste produto no verão é que você pode deixá-lo na geladeira ou na bolsa térmica. Assim, você terá uma sensação maravilhosa de refrescância ao aplicar no rosto, no corpo e até no cabelo.

Para finalizar, se você tem alguma dúvida que não apareceu aqui, deixe a sua pergunta que logo vamos responder 😉

Lançamento: Creme Hidratante Corporal

Creme hidratante corporal com fragrância marcante e suave que deixa a pele aveludada e uma deliciosa sensação de maciez é a proposta deste lançamento. 

Primeiramente, vamos esclarecer que os hidratantes corporais não são todos iguais. Além da fragrância marcante, devem promover a verdadeira hidratação da pele. 

Mas, você já comprou um hidratante pela fragrância e depois percebeu que ele não deixava a pele realmente hidratada?

Sabe por que isso acontece?

Muitas loções e cremes corporais têm como principal função deixar a pele perfumada, e só isso! Eles até parecem hidratar momentaneamente, mas logo a pele fica ressecada. 

Isso acontece porque a pele do corpo, como as pernas e os braços, possui menos glândulas sebáceas (células que produzem a oleosidade da pele) e, dessa forma, fica desidratada e ressecada mais facilmente.

Novos cremes hidratantes para o corpo

Pensando na experiência de se ter um creme que deixe a pele perfumada, mas ao mesmo tempo, hidrate de verdade, a Extratos da Terra desenvolveu um hidratante com duas opções de fragrâncias. Eles proporcionam um deslize perfeito na pele. E não se preocupe, o creme absorve rapidamente, sem deixar a pele pegajosa.

O novo creme hidratante corporal traz em sua composição ingredientes vegetais para maior conforto e prazer em seu momento de autocuidado. Forma um filme que protege contra o ressecamento, além de possuir ação antioxidante, o que evita por exemplo, o envelhecimento precoce da pele. 

Resultados comprovados do hidratante corporal

Para provar que este não é apenas um hidratante como os outros, a Julia, nossa engenheira química, realizou testes no laboratório da Extratos da Terra comparando o lançamento a um creme comum do mercado.

Primeiramente, vamos esclarecer que esses testes foram realizados com duas voluntárias, as quais usaram no braço direito um creme comum, desses cuja função principal é perfumar a pele. Já no braço esquerdo foi aplicado o novo creme hidratante da Extratos. 

Então, confira a condição da pele das voluntárias antes e após o teste:

Primeira voluntária

teste de hidratação do creme corporal
Dados de referência do Skin Up (umidade de 45% a 55% e oleosidade de 16% a 22%) para uma pele equilibrada na região do braço

O aparelho usado para medição foi o analisador de pele Skin Up. Perceba que antes de usar qualquer creme a pele encontrava-se bem desequilibrada. Estava com baixo índice de umidade na pele, por outro lado, a taxa de oleosidade estava acima do ideal.

Ao usar um creme comum, a pele sofreu um aumento da umidade. Mas, não foi suficiente. Por outro lado, o teor de óleo na pele aumentou, significando que o creme deixou a pele mais oleosa.

Já após usar o novo creme hidrante corporal a pele ficou equilibrada, com taxas altas de umidade e nível adequado de oleosidade para a região do braço. Ou seja, a pele encontra-se em equilibro entre hidratação e oleosidade.

Segunda voluntária

O mesmo padrão foi percebido na segunda voluntária.

comprovação de pele hidratada

Da mesma forma que a primeira, encontrava-se com a pele bem desequilibradas entre os níveis de hidratação e oleosidade antes de aplicar os cremes. Como resultado do uso do hidratante de base vegetal ela passou a estar em equilíbrio.

Percebeu a diferença?

No braço onde foi usado um creme comum, o nível de hidratação é bem menor do que no braço onde foi aplicado o novo creme de base vegetal, que realmente hidrata a pele.

Perceba também que o nível de oleosidade da pele é menor com o creme de base vegetal. Como resultado, percebe-se um toque muito mais seco e sedoso na pele. 

Por isso, um bom hidratante é aquele que:

  • Tenha uma fragrância agradável
  • Traga a sensação de conforto
  • Seja compatível com a pele, como os cremes vegetais
  • Refaça a barreira de proteção cutânea
  • Promova uma hidratação profunda

Mais benefícios dos novos cremes hidratantes corporais

O hidratante corporal possui uma composição bem estruturada de óleos vegetais como girassol, canola e purcellin.

Esses ingredientes são ricos em vitamina E e ômegas 3, 6 e 9, que preservam e recuperam os danos da pele causados por agentes externos como por exemplo, o sol e as mudanças climáticas. 

O hidrante possui mais dois ingredientes reconhecidos mundialmente: 

  • Aloe vera: famosa por ser o ingrediente secreto de beleza de Cleópatra, é altamente hidratante e auxilia na reconstrução da barreira de proteção da pele.
  • Manteiga de karité: possui ação anti-inflamatória e antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Restaura a flexibilidade e a elasticidade, promovendo uma sensação de conforto e bem-estar na pele.

Quanto à fragrância, a Extratos da Terra fez uma pesquisa em suas redes sociais perguntando aos clientes qual família olfativa mais os agradava. Como resultado, as duas mais votadas foram a frutal e a floral. 

hidratante corporal maçã e pêssego

A fragrância frutal de maçã e pêssego é leve, com toque adocicado marcante que remete a uma sensação de leveza, num estilo casual e divertido de cuidar da pele.

hidratante corporal flores brancas

Por outro lado, a fragrância floral de flores brancas representa um aroma clássico de presença suave e com toque de leveza que remete ao charme e ao encantamento das flores, trazendo a sensação de calma, tranquilidade e bem-estar.

A boa notícia é que este creme já está disponível para compra e pode ser usado no momento mais oportuno, seja após o banho ou ao longo do dia.

Escolha a opção que mais agrada você e surpreenda-se!

Ah, esse lançamento também é vegano! Seja o primeiro a adquirir o novo creme por apenas R$ 49,00 e sinta na pele o poder de um hidratante de verdade.

Cuidados com a pele no inverno

Os cuidados com a pele no inverno assemelham-se aos de outras estações, porém se deve ter uma atenção maior na hidratação. 

O que acontece com a pele no frio é que a umidade do ar fica menor, assim como as temperaturas, o que também diminui a nossa transpiração corporal. Como a umidade do ambiente é menor, ocorre uma evaporação maior da água que fica na superfície da pele para o ambiente externo, ou seja, mais água da pele evapora para o ar, provocando o ressecamento. 

Além disso, nessa época é comum as pessoas tomarem banhos mais quentes, diminuindo assim a oleosidade natural da pele. Como resultado, o nosso manto protetor, que é formado por água e componentes oleosos, fica desequilibrado. 

Todos esses fatores fazem com que a pele fique ressecada e com aspecto esbranquiçado, opaco, com leve descamação e até coceiras. 

Como manter a pele hidratada no inverno? 

A melhor maneira para manter os cuidados com a pele no inverno é reforçar o uso de hidratantes, manter uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas que aumentem a barreira de proteção, e não se esquecer de manter o consumo de água de pelo menos 2 litros no inverno. 

Parece clichê falar que devemos beber água, mas no inverno, por fisiologia, não sentimos sede como ocorre em temperaturas elevadas. Segundo a HCor, isso acontece porque no inverno sofremos mudanças de um hormônio conhecido como ADH, ou antidiurético. Nos dias frios, essa molécula desencadeia reações que fazem com que a circulação sanguínea fique concentrada nos vasos centrais para preservar o calor do corpo e, com isso, não sentimos sede. 

Como cuidar do corpo no inverno?

Como mencionado, o clima seco e frio pode deixar regiões mais expostas, como pernas, braços e mãos, com aspecto esbranquiçado e ressecado. 

Para evitar o problema e não sofrer as consequências das baixas temperaturas, a melhor atitude é redobrar a hidratação da pele. 

cuidados com a pele no inverno-hidratante corporal

Por mais que dê aquela preguiça depois do banho, é importante reservar alguns minutinhos para passar um hidratante, de preferência que possua base vegetal. Aplicar após o banho também facilita um melhor aproveitamento do creme. Isso porque a temperatura quente da água deixa os poros mais abertos, facilitando assim a entrada do produto na pele. 

Os hidratantes de base vegetal são os melhores porque reconstroem a barreira de proteção da pele e diminuem a evaporação da água para o ambiente externo. Além de repor os componentes naturais de hidratação da pele, esses hidratantes também estimulam uma maior armazenagem de água na pele. 

Para quem tem preguiça de passar um hidratante, uma dica interessante é o Nano Shower. Esse produto é um sérum que pode ser aplicado com a pele úmida do banho, antes mesmo de secar o corpo. O Nano Shower é um produto que trata a celulite e ao mesmo tempo hidrata a pele. 

Agora, as mãos ainda têm um agravante, pois elas estão mais expostas a alterações de temperatura e ventos durante o dia. Além disso, estão em contato direto com produtos de limpeza.

Por isso, o ideal é usar produtos específicos para a pele das mãos, que hidratem bem mas ao mesmo tempo não deixem uma sensação pegajosa desconfortável nessa região. 

O que é bom passar no rosto no frio?

Como vimos anteriormente, o frio aumenta o ressecamento, deixando a pele do rosto mais opaca e sem brilho natural. 

Os lábios são uma das primeiras regiões a sentir a diferença da temperatura. Isso acontece porque a pele nessa região é mais fina e sensível, evaporando mais água do que as outras áreas do rosto. Por isso, o uso de protetor labial e de manteigas vegetais ajuda a manter os lábios hidratados e saudáveis. 

Já os hidratantes para o rosto devem seguir a indicação de produtos específicos para o seu tipo de pele, incluindo o uso do protetor solar. Temos aqui no blog um conteúdo em que você encontra os produtos ideais para o seu tipo de pele, basta clicar no link

Gostou deste conteúdo? Deixe o seu comentário aqui e, se tiver alguma dúvida, fique à vontade para nos perguntar 😉