Arquivo da tag: prevenção

Tudo que você precisa saber sobre as Argilas Naturais

A argila é um ótimo recurso natural para cuidar da beleza da pele e prevenir os efeitos do tempo. As argilas naturais possuem ações bactericidas, regeneradoras, anti-inflamatórias e antissépticas, muito eficazes no aumento da elasticidade e na purificação da pele. São também ricas em nutrientes como ferro, cobre, alumínio, magnésio, zinco, cálcio, silício e potássio, oligoelementos que funcionam como um “tratamento de choque” para diversos problemas na derme.

Os tratamentos com argila, conhecidos como geoterapia, sempre foram muito usados pelos povos da antiguidade – como os egípcios, que já conheciam os benefícios dos banhos de argila, assim como parte da população nativa da Amazônia. Seu poder tonificante, descongestionante, regulador, absorvente, calmante, cicatrizante e purificador faz da argila um produto completo e grande aliado da pele saudável.

Existem diferentes tipos de argila natural, e cada uma deles possui quantidades diferentes de nutrientes em sua composição, agindo, consequentemente, de diversas formas quando aplicadas na pele. Conheça:

Quais os tipos de argila?

Argila verde: possui a maior diversidade de oligoelementos (magnésio, silicato, potássio, cálcio, fosfatos, óxido de ferro, alumínio, manganês, titânio, entre outros) e é excelente no tratamento facial, corporal e capilar. Tem ação tonificante, remineralizante, absorvente e estimulante. Promove a esfoliação da pele, combate edemas, nutre os tecidos e absorve toxinas. Possui ainda ação antisséptica, absorvente, adstringente, tonificante e cicatrizante, e auxilia na retirada de impurezas, agindo como esfoliante suave e clareador de manchas superficiais – o que proporciona vitalidade à pele. No cuidado corporal, é recomendada para combater a celulite e a flacidez.
A argila verde é indicada para todos os tipos de pele.  

Argila preta: conhecida como “lama negra”, é considerada um material muito nobre. Possui grande quantidade de matérias orgânicas e enxofre, sendo a mais ácida das argilas. Rica em ferro, acelera a renovação celular, estimula os colágenos, atua na pele madura e propicia  intenso poder rejuvenescedor da pele do rosto. Possui ação estimulante adstringente, redutora, anti-inflamatória, antiestresse, desintoxicante e adstringente, além de melhorar a circulação sanguínea. Nos tratamentos corporais, é recomendada para celulite, redução de medidas e flacidez.
A argila preta também é indicada para todos os tipos de pele.

Argila branca: é o tipo de argila com maior quantidade de silicato de alumínio, caolinita e sais minerais. Possui pH próximo ao da pele, por isso atua como revitalizante natural com ação clareadora, suavizante e cicatrizante. Promove aumento da oxigenação de áreas congestionantes, clareia manchas e reduz rugas e sinais de expressão. Funciona também como um ótimo esfoliante mineral. No cuidado facial, é recomendada para peles oleosas, acneicas e com manchas, pois absorve a oleosidade e combate cravos e espinhas.
A argila branca é indica para peles sensíveis.

Como aplicar?

Para começar, antes da aplicação das máscaras, limpe bem a pele do rosto, retirando maquiagem e resíduos de sujeira. Escolha a argila natural (verde, preta ou branca) conforme sua necessidade e misture-a com água mineral, tônico ou fluido facial até formar uma massa pastosa, lisa e uniforme. Aplique essa massa no rosto usando movimentos circulares ou, se preferir, com o auxílio de um pincel de cerdas firmes. Evite as áreas dos olhos e boca, contornando essas regiões. Deixe secar naturalmente e evite movimentos musculares faciais, deixando agir durante 20 a 30 minutos. Relaxe e aproveite esse momento! Depois, com um algodão embebido em água fria ou morna, retire toda a argila e aplique seu hidratante facial. É interessante evitar maquiagem por algumas horas, logo após o uso da argila. Assim sua pele poderá respirar e potencializar todos os benefícios do produto.

A argila provoca reações na pele?

É normal, durante a aplicação da máscara de argila ou logo após a sua retirada, sentir uma certa sensação de dormência ou notar um “vermelhidão” na pele. Não se preocupe, isso acontece porque a circulação foi ativada naquele local. Escolha a argila de acordo com os efeitos necessários para o seu tipo de pele – isso é importante para não agredi-la demais e para obter resultados imediatos. Os efeitos serão positivos e você se tornará fã da argila.

Repetir o procedimento a cada 15 dias, com a argila ideal para a sua pele, é suficiente para mantê-la sempre saudável, macia,  livre de impurezas e renovada.

Teste em casa e conte pra gente sobre os seus resultados! 😉

Conhecendo as Bases Vegetais e seus benefícios

As bases biocompatíveis fazem parte de um novo conceito de qualidade que vem crescendo no mercado dos cosméticos ecologicamente corretos. Levam este nome porque são compatíveis com a membrana celular, compostas por 100% de óleo vegetal. Questão que as diferencia de muitos produtos do mercado, que costumam utilizar um misto de óleo vegetal e mineral.

A vantagem do óleo vegetal é que, além de ser uma fonte de energia renovável, não agride o meio ambiente e incentiva o desenvolvimento sustentável. Isso demonstra um compromisso consciente das empresas com a preservação do planeta, e com as extrações legais de matéria-prima. Obtido por meio de plantas e sementes, o óleo vegetal pode ser utilizado de várias maneiras, por exemplo: como lubrificantes, combustíveis, óleo de cozinha e em cosméticos.

Alguns cosméticos, além de livres de substâncias tóxicas como conservantes parabenos, parafina, propilenoglicol e conservantes liberadores de formol, são ricos em ômegas 3, 6, 7 e 9, o que lhes garante segurança e eficácia de uso em massagens. Esse é o caso da linha Pro Vegetal da Extratos da Terra, uma linha especializada em preservar a sua beleza e o meio ambiente.

Os produtos da linha Pro Vegetal têm em sua fórmula ativos vegetais e biodegradáveis  totalmente isentos de derivados do petróleo ou ativos minerais, e por isso são considerados Eco Friendly (amigos da natureza).

Nos protocolos que exigem técnicas manuais de aplicação, como o uso desta linha, serão necessárias menos manobras, menos esforço físico e, claro, menos desgaste do profissional. Isso se dá pois os próprios produtos agem para alcançar os resultados desejados. Os benefícios são sentidos tanto pelas clientes quanto pelas profissionais de estética, já que os cosméticos de bases biocompatíveis garantem melhor permeação dos ativos na pele e, portanto, melhores resultados.

O que demonstra essa real eficácia do produto é a concentração dos ativos e sua capacidade de chegar até às camadas mais profundas da pele. Por isso, os resultados são imediatos e percebidos logo nas primeiras sessões, com redução da celulite, gordura localizada, melhoria da circulação e eliminação de toxinas e radicais livres.

É importante salientar que o contato da cliente com o produto é apenas esporádico. Já para o profissional, a preocupação com a segurança da formulação cosmética deve ser prioridade, pois ele estará manipulando o produto constantemente e várias vezes ao longo do dia – razão que soma mais um ponto positivo para as bases biocompatíveis: elas não provocam hiperemia, nem dermatite alérgica, deixando a sua pele e a do profissional que lhe atende livre de irritações.

Faça também sua parte. Exija qualidade, inovação e postura ética das empresas cosméticas e dos profissionais de estética. Você, como cliente, ganha em satisfação, e o profissional, em saúde e qualidade de vida – além, é claro, de agregar valor ao trabalho por oferecer atendimento com produtos diferenciados.

Você sabe porque as (temidas) estrias aparecem?

Woman Applying Skin Cream to Thighs


Pesadelo para mulheres e homens, as temidas estrias representam um problema muito comum e desagradável para a maioria das pessoas. Mas você sabe como e por que elas aparecem?


Como as estrias aparecem?

As estrias nada mais são do que um rompimento das fibras de colágeno e elastina presentes na nossa pele, que é formada por três camadas: epiderme, derme e hipoderme. Essas fibras estão presentes na derme e possuem certo limite de elasticidade. Quando elas são esticadas além desse limite, ocorre o rompimento e forma-se a estria. Veja a seguir:


Inicialmente as estrias são vermelhas (rubras) por conta do rompimento que acabou de ocorrer. A cor avermelhada deve-se à remanescência de sangue no local na tentativa de minimizar a lesão. À medida que a pele cicatriza, a estria fica branca. Esse tipo de estria mais clara é o mais difícil de “disfarçar”, pois está num estado muito avançado, o que interfere na regeneração da pele da zona afetada.


Por que ela acontece?

Como já mencionado, a estria ocorre pelo estiramento da pele. Esse estiramento pode ser em decorrência de ganho rápido de peso, crescimento repentino (que geralmente ocorre na adolescência – mulheres costumam ter na região lateral dos glúteos e homens costumam ter nas costas). Outras causas podem ser disfunções hormonais, excesso de exercícios (pessoas que fazem academia com o objetivo de hipertrofia costumam ter estrias) e a causa mais conhecida: gestação.


Estria tem cura?

Nós sabemos que estrias são esteticamente desagradáveis, principalmente quando queremos ir à praia ou piscina. Notícia ruim: as estrias não têm cura, pois, uma vez que as fibras elásticas foram rompidas, não há como fazer elas voltarem a ser o que eram antes. Notícia boa: se você ainda não tem estrias, é possível e muito fácil prevenir. Se você já tem essas temidas marquinhas, fique sabendo que já existem no mercado novos tratamentos que diminuem o aspecto delas. Esses tratamentos para estrias envolvem técnicas com equipamentos e/ou alguns produtos específicos. [No próximo post, explicamos sobre Maneiras de combater e prevenir as estrias].

E você, já sabia que as estrias aparecem dessa forma?

Imagem: Corbis