Arquivo da tag: produtos

Manchas da pele: saiba como são formadas

Manchas da pele são um problema que afeta a aparência física da maioria das mulheres, incomodando todas as pessoas que se preocupam com a estética e com a vaidade.

Essas manchas são ocasionadas por diversos fatores e podem apresentar coloração branca, marrom ou avermelhada, de acordo com a quantidade de melanina produzida.

Melanina é o pigmento responsável pela cor natural da nossa pele. Ela é produzida na camada basal, em uma célula chamada melanócito.

O melanócito possui ainda prolongamentos, espécies de “bracinhos” que vão se infiltrando entre as células da pele. Fazendo uma comparação ilustrativa, podemos comparar o melanócito e a pele com uma mão segurando um abacaxi.

Manchas de pele: comparação ilustrativa

Pareceu estranho para você? Então observe a foto ao lado. Se você imaginar que a palma da mão é o núcleo do melanócito e os gomos do abacaxi representam as células, mais especificamente os queratinócitos, então os dedos são os dendritos no melanócito, que consegue alcançar vários queratinócitos. 

Essa comparação não foi boa?

Então observe a segunda imagem abaixo, ela é a representação de um melanócito carregado de melanossomos. E ao lado é o local onde esse melanócito se encontra na camada basal da pele. Agora sim, deu para entender? Mas aposto que você não vai se esquecer da comparação do abacaxi.

Brincadeiras à parte, afinal com manchas não se brinca, hoje vou explicar o quão complexo e perfeito é o nosso corpo para manter o equilíbrio e a proteção das células. 

Processo de pigmentação da pele

Dentro do melanócito, existe uma organela chamada melanossomo, que é o local onde efetivamente a melanina é sintetizada.

Depois do pigmento formado, o melanossomo é transferido através dos dendritos do melanócito para as células adjacentes da pele, que são chamadas de queratinócitos. 

Após o transporte dos melanossomos para os queratinócitos, a melanina vai se direcionando ao núcleo da célula para proteger o DNA, e o pigmento é então liberado.

Ou seja, a melanina é a principal proteção do DNA contra os danos da radiação solar, por isso que a causa das manchas da pele, na maioria das vezes, é desencadeada pela exposição ao sol. Quanto mais sol, mais o melanócito entende que precisa proteger as células e mais melanina é produzida para isso. 

A ativação para a produção de melanina pode se dar por diferentes fatores e normalmente envolve o processo de comunicação entre as células da camada mais superficial da pele e o melanócito.

Essas células impulsionam a produção da melanina através da ativação da tirosinase (enzima que catalisa as primeiras reações para formação do pigmento). 

São inúmeros os mecanismos que, ao serem ativados, levam mensagens para o melanócito produzir a melanina. Por isso, tratar manchas é mais complexo do que parece, e o tratamento deve levar em consideração o maior número de fatores que desencadeiam a formação de melanina. 

Porém, é bom ter em mente que a melanina não é uma vilã. Pelo contrário, ela é a proteção do DNA para que não ocorra o envelhecimento precoce das células nem doenças mais sérias como o câncer.

Portanto, quando se fala no  tratamento de manchas de pele, temos que considerar a melanina como nossa aliada, como uma parceira que a gente pega na mão e diz: “Estou contigo, fique calma e tudo vai dar certo”.

Produção descontrolada de melanina e formação de manchas da pele

Como mencionado anteriormente, a síntese de melanina é ativada por diversos mecanismos diferentes, muitos dos quais ocorrem através da comunicação entre as células da epiderme (queratinócitos) e os peptídeos que se ligam a receptores específicos nos melanócitos, iniciando a produção de melanina.

Muitos desses mecanismos são ativados pela exposição solar, que, ao atingir as células da pele, ativa os gatilhos de defesa das células, iniciando-se a comunicação celular.

Por esse motivo, o surgimento de hipercromias muitas vezes é relatado após a exposição ao sol. 

Na imagem abaixo, pode ser observado um esboço dos principais mecanismos que levam à formação de marcas escuras na pele. 

Clique aqui para abrir imagem em tamanho maior.

Grande parte dos fatores desencadeadores que resultam na ativação da tirosinase deve-se à incidência da radiação solar, mas outros pontos-chaves importantes também são a poluição, processos inflamatórios, a gravidez e o uso de anticoncepcional devido ao fator hormonal envolvido.

Todos esses fatores desequilibram a produção normal de melanina, desencadeando a produção descontrolada do pigmento e formando as manchas. 

A partir de um desses gatilhos, começa uma reação em cadeia, e cada tipo de gatilho pode ativar diferentes meios de comunicação celular, levando à formação de marcas mais escuras na pele. 

Tratamento de manchas

Para que o clareamento de pele seja eficiente, os produtos devem agir no maior número possível desses mecanismos ativadores, neutralizando, bloqueando ou regulando a produção de melanina, porém de uma forma inteligente, que não prejudique o desejo natural nem agrida a pele ao ativar esses mecanismos de defesa.

Percebam que essa é uma linha tênue, por isso a necessidade de escolha  por produtos que deem resultado não só pensando no prazo imediato, mas principalmente a longo prazo, para não ocorrer o efeito rebote e a piora do quadro.

Tratamento profissional de manchas da pele

A Extratos da Terra desenvolveu a linha Dermolight, criada com o conceito de tratamentos por camada, cuidando das hipercromias de forma gradual.

Ou seja, à medida que os passos do tratamento são realizados, os produtos agem em locais mais profundos e específicos (o primeiro produto age no estrato córneo, até chegar ao principal, que age diretamente no melanócito). 

No tratamento profissional, os produtos formam um ciclo, agindo em 15 pontos-chaves fundamentais na formação das hipercromias e também reduzindo as já instaladas por diminuir a intensidade das marcas e aumentar a renovação celular, eliminando as células pigmentadas.

Dessa forma, temos um tratamento completo, em que cada passo age em uma determinada camada da pele, atuando sobre os mecanismos locais que causam as hipercromias. Os 15 mecanismos de ação da linha  são:

1 – Inibe a atividade da tirosinase, que participa das duas primeiras reações da síntese de melanina.
2 – Reduz a conversão de tirosina em DOPA, que é a primeira reação da síntese de melanina.
3 – Reduz a síntese da TRP-1, necessária para a produção da melanina marrom.
4 – Regula a MITF, um fator de transcrição que ativa a tirosinase.
5 – Inibe o transporte de melanina dos dendritos para os queratinócitos.
6 – Inibe o depósito de melanina formada nos queratinócitos por inibir a PMEL17.
7 – Inibe a liberação de melanocortina (α-MSH), que é o hormônio estimulante dos melanócitos.
8 – Reduz a produção de radicais livres (ROS).
9- Reduz a produção de endotelina-1 secretada pelos queratinócitos, que ativa a tirosinase e aumenta o tamanho e o número de dendritos.
10 – Inibe a formação de plasmina, que libera o fator de crescimento do melanócito e que ativa a cascata inflamatória, além de estimular o α-MSH.
11 – Promove a detoxificação celular, evitando que resíduos inúteis permaneçam na pele, pois podem ativar o sistema de defesa.
12 – Diminui a comunicação da substância P com o melanócito, evitando o aumento dos dendritos e do transporte de melanina para as células.
13 – Tem ação anti-inflamatória, inibindo a síntese da proteína do estresse e o início da cascata inflamatória.
14 – Limita os efeitos das agressões externas como RUV e poluição.
15 – Aumenta a proteção do tecido, evitando agressões na camada córnea e protegendo-a dos danos da radiação solar.

A linha é um tratamento eficiente que controla a produção de melanina, elimina marcas escuras já instaladas e previne que novas hipercromias se formem.

Além disso, todos os produtos promovem e preservam a hidratação da pele, pois a hidratação faz com que o tratamento seja mais eficiente, que os ativos tenham melhor absorção e que a barreira de proteção fique íntegra, protegendo a pele dos efeitos danosos e dos agentes externos.

Para conhecer os produtos da linha, basta clicar neste link.

Cuidados em casa

Outro fator importante no clareamento de pele é o controle da produção de melanina, que deve ser diário, pois o melanócito, uma vez que é estimulado a produzir melanina, continua produzindo em uma quantidade superior ao normal.

Dessa forma, é necessário enviar uma mensagem diária a ele para que não  produza o pigmento e que está tudo sob controle. 

Isso quer dizer que os cuidados em casa são fundamentais para o sucesso do tratamento em cabine, pois os produtos usados em casa entregam doses diárias pequenas de ativos que auxiliam no controle da produção do pigmento. 

Isso também quer dizer que o tratamento não pode ser interrompido no verão, por exemplo, pois é a época em que mais as pessoas se expõem ao sol, e como vimos o sol é o principal ativador da produção de melanina.

Para conhecer um pouco mais os produtos de uso em casa para o clareamento de pele, acesse outro conteúdo do blog: Manchas na pele: saiba como tratar

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos

Inibidor de pelos ou redutores de pelos funcionam?

Inibidor de pelos é uma das formas alternativas para se livrar dos pelos do corpo e do rosto. Neste post, vamos esclarecer como funciona um inibidor de pelos e quais as vantagens de usar esse método como meio eficiente para se livrar dos pelos indesejados.

Muitas vezes, quem não gosta de métodos tradicionais como depilação com cera ou uso de lâminas acaba se deparando com alternativas como a depilação a laser e com produtos que prometem inibir o crescimento dos pelos.

Porém, surge a dúvida: o inibidor de pelos realmente funciona?

Primeiramente, vou esclarecer de forma sucinta como cada tipo de depilação funciona para então demonstrar as diferenças e os benefícios dos produtos inibidores de pelo.

Como acabar com os pelos no corpo, rosto, queixo e pescoço?

Existem diferentes tipos de métodos que podem ser utilizados para eliminar esses pelos, e vou explicar cada um deles de forma simplificada:

Depilação com cera

Nesse método, aplicam-se dois tipos distintos de cera, fria ou quente. Os dois tipos têm o objetivo de arrancar o pelo pela raiz por meio da tração que acontece entre a cera e a pele. Esse tipo de depilação não é recomendado para regiões do rosto, pois é um local onde a pele é mais sensível e delicada, podendo provocar flacidez e manchas. É um método que pode causar dor, dependendo da sensibilidade da pessoa.

Depilação com lâminas

O método de depilação com lâminas tem como objetivo promover o corte do pelo rente à pele. Esse tipo de depilação pode ser feito em qualquer região do corpo, porém, como é feito um corte e o pelo não sai pela raiz, a duração entre uma depilação e outra é curta. Esse tipo de depilação tem o benefício de não provocar dor ao se realizar o procedimento, porém algumas pessoas sentem coceira ou sensibilidade na pele após algumas horas.

Depilação egípcia ou com linha

É uma técnica milenar que arranca o pelo pela raiz. Nesse método, um fio de linha entrelaçado é trabalhado rente à pele, de forma a enrolar os pelos no fio para que possam ser  arrancados. Normalmente, esse é um método utilizado em regiões pequenas como buço, queixo e no rosto em geral. Pode provocar dor, dependendo da sensibilidade da pessoa.

Depilação a laser e luz pulsada

São métodos de depilação definitiva, pois depois de determinadas sessões o pelo não volta a crescer. Ambos podem ser aplicados em qualquer região do corpo, porém, por ter sua ação dependente da coloração escura do pelo, essa depilação não é eficiente em pelos claros. Também dependendo da sensibilidade da pele, esse método pode ser dolorido.

Depilação com cremes depilatórios

É um método indolor que promove a quebra do pelo por meio de substâncias químicas. Para esse método, o crescimento do pelo tem duração igual ao uso da lâmina, pois o resultado é similar de corte do fio, e não de sua remoção completa. Também em algumas pessoas com peles sensíveis esse método pode causar desconforto e, em alguns casos, alergias, já que os produtos são um pouco mais agressivos para a pele. 

Inibidor de pelos

Esses produtos não se encaixam como depilatórios e não removem o pelo no momento da aplicação. São produtos principalmente auxiliares, que podem ser utilizados em associação com qualquer método de depilação, como os já citados. Eles têm a vantagem de agir no local onde os pelos nascem, diminuindo a sua força e fazendo com que cresçam com menos intensidade e de forma mais lenta, mais finos e podendo não crescer mais. Esse método, ao contrário dos métodos de depilação a laser e luz pulsada, é eficiente em qualquer tipo de pelo, independentemente da cor, podendo ser pelos pretos, ruivos, loiros ou brancos. 

Como o inibidor de pelo funciona?

Esses produtos são normalmente confundidos com cremes depilatórios, que são aqueles que cortam o pelo através de uma substância química. A verdade é que eles não são nem um pouco similares, pois possuem ações e benefícios distintos.

Mas então como agem esses produtos inibidores do pelo?

Os produtos titulados como inibidor de pelos são redutores do crescimento do pelo. De uma forma simples, os ativos presentes na composição impedem o desenvolvimento dos pelos, fazendo com que fiquem fracos e cresçam de forma mais lenta e com espessura mais fina. Isso acontece porque a taxa de crescimento dos fios e a sua espessura dependem principalmente da atividade dos folículos pilosos. Quando essa atividade é inibida, os pelos se desenvolvem mais lentamente.

Inibidor de pelos ou Fluido Redutor de Pelos

A Extratos da Terra possui um inibidor de pelos, o Fluido Redutor de Pelos. O produto é um fluido de fácil aplicação e não oleoso que diminui o crescimento e promove o afinamento gradativo dos fios. Os resultados podem ser vistos a partir de 30 dias e permitem maior facilidade de depilação e barbear, diminuindo também a frequência de remoção dos pelos. 

O produto possui ingredientes nanoencapsulados agindo diretamente na diminuição da atividade do folículo piloso (local onde o fio é produzido), o que deixa os fios mais fracos e finos.

O produto deve ser utilizado diariamente, visto que reduz e afina os pelos de forma progressiva. Também é indicado para peles reativas, sensíveis e irritadas, pois possui ingredientes que acalmam a pele em poucos minutos. Por esse motivo, também pode ser utilizado após a depilação por qualquer método descrito anteriormente. 

Além disso, o produto ainda promove uma hidratação imediata, gradativa e duradoura. Pode ser utilizado em pernas, braços, axilas, virilhas e rosto.

Vandressa Bueno, professora universitária com pós-graduação em Estética e Cosmética e com mestrado em Saúde fez um vídeo falando do seu primeiro contato com o produto. Assista ao vídeo e veja as percepções sensoriais do produto descritas por Vandressa.

O Fluido Redutor de Pelos funciona?

Esta é a principal dúvida das pessoas que buscam informações sobre produtos desse tipo. O Fluido Redutor de Pelos da Extratos da Terra possui eficácia comprovada por laboratórios credenciados pela Anvisa. Além disso, trata-se de um produto vegano que pode ser utilizado em qualquer tipo de pele. 

Confira alguns dos resultados apontados pelos participantes do teste de eficácia, os quais utilizaram o produto durante 60 dias, aplicando duas vezes ao dia: 

Após 30 dias de uso do produto, já é possível perceber a diferença:

70% perceberam a redução dos pelos, observando demora para crescer e diminuição da quantidade de pelos na área em que o produto foi aplicado. 
75% perceberam que o produto afina o pelo.
80% perceberam que a irritação provocada pela depilação diminuiu.

Resultados melhores ainda são percebidos após 60 dias de uso do produto:

65% perceberam a redução dos pelos encravados após o uso do produto.
90% perceberam que o pelo demora mais para crescer.
45% perceberam a redução no comprimento do pelo.

Os clientes já estão satisfeitos com o uso do produto, e um exemplo é o resultado da Pauline Fermiano Vieira, que é cosmetóloga e esteticista. Ela utilizou o produto por 32 dias e já viu a diferença. Confira o resultado dela abaixo.

Daiene Calmon também deu o seu depoimento sobre o produto, contando os resultados que obteve usando o redutor por 60 dias. Confira o que ela tem a dizer:

Resenha sobre o Redutor de Pelos por Daiene Calmon

E você, já usou o redutor de pelos? Conte-nos a sua experiência com o produto. 

Se ainda não conhece esse produto revolucionário, acesse o site www.extratosdaterra.com.br e confira mais informações. Lá você encontra todos os benefícios, ativos, onde comprar e valor 😉

Lucimara da Cunha
Cosmetóloga e engenheira química
Analista de marketing e produtos da Extratos da Terra

Estrias: protocolos para estrias brancas e vermelhas

Estrias são cicatrizes que surgem com o rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina.

Simplificando, a nossa pele possui certo limite de elasticidade, e quando passa desse limite algumas fibras (colágeno, responsável pela firmeza, e elastina, responsável pela elasticidade) que estão presentes na pele começam a se romper e formam as cicatrizes chamadas de estrias. Fica simples de entender olhando o vídeo abaixo.

Como as estrias se formam

Isso acontece geralmente quando a pele é esticada, seja pela gravidez, período em que a barriga cresce muito rápido, aumento de peso, crescimento rápido na adolescência, principalmente nos homens, ou até mesmo pelo aumento muscular, quando a pele não tem elasticidade suficiente e acaba rompendo as fibras. 

As estrias podem ser avermelhadas ou brancas, o que difere é o tempo em que a cicatriz foi formada e, consequentemente, a perda de vascularização. 

Estrias vermelhas: como tratar

As estrias vermelhas, também chamadas de róseas ou púrpuras, são estrias recentes. A coloração avermelhada deve-se ao rompimento sanguíneo na região. Essas são mais fáceis de serem tratadas, pois ainda existe a vascularização, e a resposta ao tratamento é mais rápida e eficiente. 

O tratamento com dermocosméticos já apresenta resultados surpreendentes, ou ainda, a vacuoterapia pode ser combinada ao uso dos dermocosméticos, aplicada duas vezes ao mês. É importante se ter o cuidado na associação com outras técnicas nesse tipo de estrias para não estimular demais a circulação local, pois se trata de uma região bem vascularizada e que está num processo inflamatório. Muito estímulo pode gerar resultados negativos. 

Estrias brancas: como tratar

As estrias brancas são mais antigas do que as vermelhas e têm essa cor porque são lesões já cicatrizadas. Elas são mais difíceis de serem tratadas. As estrias nessa fase também podem ter uma coloração mais escura, dependendo do tom de pele, pois são resultantes de um processo de inflamação que pode levar a uma hiperpigmentação pós-inflamatória no local.

Em estrias brancas, as associações de técnicas são bem aceitas, e os resultados são melhores quando combinados a dermocosméticos específicos para o tratamento de estrias. Agora vamos explicar um pouco sobre duas técnicas que trazem resultados surpreendentes no tratamento de estrias brancas. 

1 – Microagulhamento para estrias

O microagulhamento é uma técnica que utiliza um roller com centenas de agulhas ou uma caneta com microagulhas que perfuram a pele. Essa técnica traz dois grandes benefícios:

  • Promove microcanais na pele, aumentando a permeação de produtos que são utilizados na técnica 
  • Estimula fatores de crescimento e a reconstrução do tecido que foi lesionado, promovendo uma inflamação controlada e, em consequência, a renovação do tecido.  

É importante saber qual produto associar no tratamento das estrias com o microagulhamento. O produto precisa conter ativos que fazem o preenchimento dessa cicatriz e principalmente que estimulem a formação de um novo colágeno bem estruturado, além de hidratar de forma profunda a pele e não conter substância irritativas. Uma ótima opção de produto para se associar ao microagulhamento é o Dermo Plus, que aumenta ainda a firmeza e a elasticidade, deficientes nesses locais de formação de estrias. 

2 – Sucção a vácuo para estrias

A sucção a vácuo ou vacuoterapia é outro recurso muito utilizado e que promove bons resultados em estrias brancas.

O objetivo dessa técnica é promover a vascularização que não existe mais nessa cicatriz esbranquiçada. Dessa forma, volta-se a oxigenar as células da região e aumentar a absorção dos dermocosméticos que são aplicados em associação com a técnica. 

Com o aumento da vascularização, os produtos conseguem agir na região e promover o preenchimento de dentro para fora da estria, diminuindo aquele aspecto esbranquiçado e melhorando a aparência geral da pele. 

Nesse caso, também é importante usar produtos que promovam o preenchimento e a reestruturação da derme. Dermocosméticos que possuem ácido hialurônico, hidroxiprolina e Argisil C apresentam resultados bem eficientes em conjunto com essa técnica. 

Protocolo para o tratamento de estrias

Apresentaremos 3 opções de protocolos para estrias com os seguintes diferenciais:

  • Utilizando a técnica de sucção a vácuo
  • Com uso do microagulhamento
  • Com dermocosméticos regeneradores e preenchedores

1- Protocolo com vácuo sucção

Indicado principalmente para estrias brancas, o protocolo para estrias com sucção a vácuo pode ser realizado até duas vezes na semana. Já para estrias vermelhas, pode ser realizado duas vezes ao mês, intercalando com o protocolo sem uso de equipamentos.

Passo 1 – Esfoliação 

Antes de iniciar o procedimento, higienize o local a ser tratado. Em seguida, com o uso de luvas, aplique sobre a pele Lipofeme Peeling de Cristais de Quartzo com movimentos circulares. Remova os resíduos com o auxílio de uma toalha embebida em água.

Passo 2 – Peeling químico 

Aplique o Sérum de Renovação Celular com a ponteira de vacuoterapia bico de pato ou bico de passarinho até causar hiperemia e petéquias na região das estrias. Não há necessidade de retirar. 

Outra opção para esse passo é aplicar o Sérum de Renovação Celular, deixar agir por 10 minutos e não retirar. Na sequência, aplique uma fina camada de óleo vegetal com a ponteira de vacuoterapia bico de pato ou bico de passarinho até causar hiperemia e petéquias na região das estrias.

Passo 3 – Finalização

Aplique Lipofeme Loção Antiestrias em toda área a ser tratada. Para prevenir a aparecimento de novas estrias, aplique também nas regiões mais próximas. Não retire. 

Os resultados já são visíveis em sete dias após o início do tratamento. Conforme pode ser observado nas fotos:

Foto antes do tratamento
Foto durante o tratamento de vácuo sucção
Foto das estrias após 6 dias do tratamento

2 – Protocolo com microagulhamento

Indicado para estrias brancas com frequência de aplicação a cada 21 dias, tempo necessário para que ocorra o processo de renovação no tecido. 

É recomendado realizar o protocolo para estrias com microagulhamento com a associação do protocolo sem uso de equipamento. Dessa forma, são dois tipos diferentes de tratamento: um com o microagulhamento e o outro, entre as sessões, sem o uso das micropunturas (protocolo de manutenção somente com dermocosméticos). 

O tratamento consiste em preparar a pele com o protocolo sem microagulhamento e na semana seguinte realizar o protocolo com o microagulhamento. Na sequência, segue-se com o tratamento sem microagulhar a região, respeitando-se a frequência de cada tratamento indicado abaixo. 

Passo 1. Esfoliação química:

Antes de iniciar o procedimento, higienize com Dermolight GlycoAcid Pré-Peel o local a ser tratado. Em seguida, aplique Lipofeme Sérum de Renovação Celular na região a ser tratada e deixe agir de 10 a 15 minutos. Retire em seguida com água.

Passo 2. Microagulhamento:

Faça o procedimento de microagulhamento e aplique Dermosoft Revitalize Dermo Plus, conforme a técnica escolhida. Se for microagulhar com o roller, aplique o produto após o microagulhamento. Já se o método preferido for com a caneta, pode-se aplicar o Dermo Plus na pele e fazer o microagulhamento, assim o produto também auxilia no deslize da caneta na pele. Não retire.

3 – Protocolo com dermocosméticos regeneradores e preenchedores

Indicado para estrias vermelhas e brancas. Ideal para combinar com o protocolo para estrias com sucção a vácuo em estrias vermelhas, nas semanas de pausa do uso do equipamento e também para combinar nas manutenções dos protocolos com microagulhamento. Nessas condições, é indicado realizar uma vez na semana.

Passo 1. Esfoliação:

Antes de iniciar o procedimento, higienize a pele. Em seguida, com o uso de luvas, aplique sobre a pele Lipofeme Peeling de Cristais de Quartzo com movimentos circulares. Remova os resíduos com o auxílio de uma toalha embebida em água.

Passo 2. Peeling químico:

Aplique uma camada de Lipofeme Sérum de Renovação Celular apenas nas estrias, deixando agir por 20 minutos. Não é necessário retirar.

Passo 3. Finalização:

Aplique Lipofeme Loção Antiestrias em toda área a ser tratada. Para prevenir o aparecimento de novas estrias, aplique também nas regiões mais próximas. Não retire.

Continuação do tratamento das estrias em casa

Em todos esses protocolos é fundamental a recomendação do tratamento em casa para um resultado efetivo. A indicação nesse caso é a Loção Antiestrias, que diminui a aparência e a espessura das estrias, uniformiza a cor e previne o aparecimento de novas. Essa loção tem testes de eficácia comprovados, feitos em laboratório credenciado pela Anvisa. Esses testes foram realizados por voluntários, dos quais 70% perceberam melhora das estrias em 45 dias de uso. 

Para saber mais sobre os produtos utilizados nos protocolos apresentados aqui, acesse o site da Extratos da Terra através dos links: Kit Antiestrias e Dermo Plus



Máscara Facial: potencialize o seu tratamento em casa

Existem diversos tipos de máscara facial, como aquelas que você pode utilizar para hidratar a pele antes de uma festa ou evento, máscaras pós-eventos com efeito detox e outras máscaras que, além desses benefícios, tratam de forma efetiva, fazendo parte dos cuidados rotineiros da pele. 

O uso de máscara facial é um ritual prazeroso que ao mesmo tempo complementa os cuidados do dia a dia e aumenta a eficiência dos tratamentos de pele.

As máscaras se dividem em máscaras faciais profissionais e máscaras para serem utilizadas em casa. Ambas são ideais para uso de 1 a 2 vezes por semana.

Pensando nisso, a Extratos da Terra lançou recentemente três máscaras de fácil aplicação para serem utilizadas em casa e que ainda possibilitam a combinação de uso entre elas.

As máscaras faciais de uso em casa podem auxiliar no tratamento de clareamento, rejuvenescimento, controle da oleosidade, entre outros. Porém, muitas vezes o seu uso gera dúvidas sobre qual máscara deve ser usada e como deve ser aplicada. Neste post, vamos esclarecer essas dúvidas 😉

Máscara facial: lançamento de 3 novas máscaras de tratamento em casa

Chegaram as máscaras potencializadoras da Extratos da Terra. São 3 versões, uma para cada necessidade, complementando os cuidados com a pele em casa. 

As máscaras possuem ingredientes potentes para o tratamento de marcas escuras, sinais de envelhecimento e controle da oleosidade e da acne. E o melhor, elas podem ser usadas individualmente ou em conjunto.

Assim, ao serem utilizadas em conjunto, é possível criar um tratamento específico para cada pessoa, visto que cada um possui diferentes necessidades nas áreas do rosto.

As máscaras foram desenvolvidas com cores 100% naturais, provenientes das argilas que compõem a formulação, não possuindo corantes artificiais.

Quanto aos benefícios, a Máscara Iluminadora é indicada para a redução de marcas escuras na pele, a Máscara Purificante atua na redução da oleosidade e da acne, e a Máscara Rejuvenescedora trata os sinais da idade. 

Vamos conhecer uma a uma?

Máscara para pele oleosa

A máscara facial mais indicada para quem tem pele oleosa é a Máscara Purificante. Por essa razão que ela intensifica o tratamento de controle da oleosidade, possui ação secativa da acne e auxilia na redução dos poros que são mais aparentes, principalmente nas peles oleosas.

Contém ingredientes que fortalecem e protegem a pele da poluição urbana, além de possuir efeito detox, que purifica a pele e os poros. A máscara também acalma a pele, diminui a vermelhidão e promove uma sensação de refrescância e hidratação imediata após o uso.

Por essa razão, essa máscara pode ser utilizada por quem tem pele com acne e cravos ou também por quem deseja apenas controlar a oleosidade da pele. 

Quer saber como acrescentar essa máscara na sua rotina de cuidados com a pele?

Então, dê uma olhadinha no passo a passo apresentado a seguir.

Para pele oleosa

Utilize a Máscara Purificante com a linha Dermosoft Antioleosidade:

  1. Lave a pele com o Sabonete Refrescante e seque bem.
  2. Aplique a Máscara Purificante em todo o rosto ou em regiões específicas com oleosidade excessiva. Deixe agir por 15 minutos e retire com água. Obs.: pode ser feita a combinação de máscaras nesse passo. 
  3. Aplique o Gel-Creme Oil Control em todo o rosto e não retire. 
  4. Se usado durante o dia, aplique o Pó Multiprotetor FPS 50.

Para pele com acne

Utilize a Máscara Purificante com a linha Dermosoft Antiacne:

  1. Lave a pele com a Espuma Detox e seque bem. 
  2. Aplique a Máscara Purificante em todo o rosto ou em regiões específicas com acnes. Deixe agir por 15 minutos e retire com água. Obs.: pode ser feita a combinação de máscaras nesse passo. 
  3. Em seguida, aplique o Sérum Multissolução em todo o rosto ou então, caso possua somente algumas acnes, pode ser aplicado o sérum Secativo Pontualmente sobre as acnes inflamadas. 
  4. Durante o dia, aplique o Pó Multiprotetor FPS 50 ou o Dermosoft Protect FPS 20. 

Faça esse procedimento uma ou duas vezes na semana e diariamente utilize os outros produtos indicados para a necessidade da sua pele.

Máscara facial clareadora

A máscara indicada para quem tem a pele com marcas escuras, seja pelo sol, melasma ou ainda provocadas pela acne, é a Máscara Iluminadora. Ela reduz as marcas escuras, auxiliando no clareamento da pele.

Contém ingredientes que agem na redução e no controle dessas marcas, iluminam a pele e a deixam com tom mais uniforme. Também melhora a renovação, hidrata profundamente e fortalece a proteção natural da pele. Além de desintoxicar, protege contra a poluição e deixa a pele macia.

Para acrescentar a Máscara Iluminadora na sua rotina de cuidados e intensificar o tratamento de clareamento com a linha Dermolight, siga o passo a passo abaixo:

  1. Lave a pele com a GlycoAcid Detox e seque bem. 
  2. Aplique a Máscara Iluminadora em todo o rosto ou em regiões específicas com marcas escuras. Deixe agir por 15 minutos e retire com água. Obs.: pode ser feita a combinação de máscaras nesse passo.
  3. Aplique o Sérum M-Solution em todo o rosto e não retire. 
  4. Se a máscara for usada durante o dia, aplique protetor solar, de preferência com FPS 50

Faça esse procedimento uma ou duas vezes na semana e diariamente aplique a espuma GlycoAcid Detox e o Sérum M-Solution.

Máscara facial antiaging

Máscara facial antiaging ou anti-idade é indicada para pessoas que querem prevenir o envelhecimento ou que já apresentam os sinais da idade, tais como rugas e linhas de expressão, além de diminuição da firmeza da pele.

A melhor opção para a necessidade dessa pele é a Máscara Rejuvenescedora. Ela trata os sinais da idade, auxilia na redução das rugas e promove efeito lifting logo nas primeiras aplicações. É ideal para quem quer prevenir e reverter os primeiros sinais da idade, suavizando e deixando as linhas de expressão menos profundas.

Por ter efeito antioxidante, uniformiza a pele, deixando-a mais iluminada e com aspecto saudável. A máscara ainda proporciona a sensação de pele macia e hidratada. Porém, essa máscara não é indicada para peles sensíveis.

Para associar a Máscara Rejuvenescedora com outros produtos de uso diário para tratamento dos sinais da idade, siga as instruções abaixo:

  1. Lave a pele com a Dermosoft Clean Espuma de Ácido Glicólico e seque-a bem. 
  2. Aplique a Máscara Rejuvenescedora em todo o rosto ou em regiões específicas da sua pele que necessitam de cuidados anti-idade. Deixe agir por 15 minutos e retire com água. Obs.: pode ser feita a combinação de máscaras nesse passo.
  3. Aplique Dermosoft Revitalize Dermo Vit C em todo o rosto e não retire. Pode substituir a Dermo Vit C pelo seu creme anti-idade usual. 
  4. Se a máscara for usada durante o dia, aplique protetor solar.

Faça esse procedimento uma ou duas vezes na semana e diariamente utilize produtos preventivos e de tratamento para rejuvenescer a sua pele.

Como combinar as máscaras faciais de tratamento em casa

Acima mostramos a indicação das 3 máscaras faciais com base em uma necessidade principal da pele. Porém, muitas vezes possuímos mais de um problema que desejamos melhorar, tais como manchas, rugas e oleosidade, presentes em áreas diferentes do rosto. 

E nesses casos surgem as dúvidas sobre qual máscara usar. Qual tratamento deve ser priorizado?

A boa notícia é que com essas novas máscaras você não precisa mais escolher o que tratar primeiro, é possível cuidar de tudo ao mesmo tempo fazendo a combinação entre as máscaras!

Assim, ao serem utilizadas em conjunto, pode-se criar um tratamento específico para cada pessoa que possui diferentes necessidades em cada área do rosto.

Está confuso?

Calma, vamos esclarecer como fazer esse tratamento em casa de forma fácil e prazerosa.

Identificando as necessidades da sua pele

Primeiro, vamos identificar quais as necessidades da sua pele. Temos seis hipóteses que podem se encaixar na sua pele.Primeiramente, identifique qual opção abaixo é mais próxima de sua realidade e guarde esse número, pois vamos usar mais tarde.

  1. O rosto tem regiões com oleosidade na testa, manchas nas bochechas e linhas de expressão na lateral.
  2. Possui rugas na região dos olhos, manchas na testa, e o nariz e o queixo possuem  muitos cravos.
  3. Tem a pele desvitalizada abaixo dos olhos e manchas espalhadas por todo o rosto. 
  4. Apresenta rugas e linhas de expressão na área dos olhos e pele oleosa.
  5. Possui manchas na bochechas, mas tem muita oleosidade na testa, no nariz e no queixo.
  6. Tem oleosidade na zona T (testa, nariz e queixo), porém também apresenta flacidez e pele desvitalizada. 

Agora que já identificou o tipo de necessidade por região do rosto, vamos relembrar a função principal das três máscaras faciais de tratamento.

Combinando as máscaras

Finalmente, vamos agora montar algumas combinações de uso das máscaras. Para isso, utilize o número correspondente às suas necessidades do rosto, conforme identificado acima e verifique a indicação de uso a baixo:

Para a opção 1: combine as 3 máscaras juntas. Aplique a Purificante na testa, a Iluminadora nas bochechas e a Rejuvenescedora nas linhas de expressão.

Opção 2: combine as 3 máscaras. Use a Máscara Rejuvenescedora na área dos olhos, a Máscara Iluminadora na testa e no nariz, e a Máscara Purificante no queixo.

Opção 3: combine 2 máscaras juntas. Use a Máscara Rejuvenescedora abaixo dos olhos e a Máscara Iluminadora no restante do rosto.

Para a opção 4: combine 2 máscaras juntas. Use a Máscara Rejuvenescedora na área dos olhos e a Máscara Purificante no restante do rosto.

Para a opção 5: combine 2 máscaras juntas. Use a Máscara Iluminadora nas bochechas e a Máscara Purificante nas áreas com oleosidade.

Para a opção 6: combine 2 máscaras juntas. Use a Máscara Purificante na zona T e a Máscara Rejuvenescedora no restante do rosto. 

Portanto, é possível fazer várias combinações conforme a necessidade da sua pele e como você desejar!

E, ao mesmo tempo que trata a sua pele, você se diverte com a textura e as diferentes cores das máscaras.

Agora nos conte, gostou de saber como identificar as necessidades do seu rosto e poder montar o seu próprio tratamento em casa?

Limpeza de peles acneicas

A limpeza de peles acneicas é normalmente mais delicada de se fazer em comparação a peles que possuem somente cravos ou comedões. A acne é um distúrbio inflamatório que frequentemente atinge os adolescentes, porém cada vez mais se ouvem queixas de pessoas adultas que também apresentam esse problema. Nos casos mais leves, a acne consiste em pequenos comedões e poros dilatados, podendo progredir para um estágio mais grave, formando pústulas, atrofia, lesões inflamatórias, nódulos e cistos.

O tratamento da acne mais grave nem sempre é fácil, pois ela pode ser causada por inúmeros fatores como excesso de oleosidade, fatores hormonais, poluição, estresse, má alimentação, desequilíbrio da flora bacteriana da pele, entre outros. Além disso, uma pele com acne normalmente fica congestionada e irritada, provocando desconforto e em alguns casos até dor.

A limpeza profunda desse tipo de pele deve seguir alguns cuidados extras, evitando-se que seja uma experiência dolorosa. Pensando nisso, a Extratos da Terra recomenda um protocolo especial para limpezas de peles acneicas, o qual associa produtos que promovem a emoliência e que, ao mesmo tempo, controlam a inflamação, acalmam a pele e têm ação secativa e cicatrizante.

Protocolo de limpeza de peles acneicas

O protocolo de limpeza de pele acneica consiste em preparar a pele com a Linha Dermosoft Antiacne, com ingredientes ativos que promovem a detoxificação da pele e higienizam profundamente os poros congestionados e obstruídos. Na sequência, usam-se os produtos emolientes da Linha Aquaface, podendo-se optar somente pela solução emoliente ou então associá-la com o creme emoliente, fazendo-se uma leve massagem para absorver o produto e depois  usar bandagens embebidas na solução emoliente. Associar uma fonte de calor ao produto é fundamental, pois facilita a extração e diminui o desconforto da cliente.

Outra associação bem interessante na limpeza de pele acneica é utilizar a  alta frequência. Após a extração, esse procedimento auxilia na cicatrização, além de acalmar a pele.

A máscara indicada para uso nesse tratamento é a Máscara Antioleosidade, pois diminui o edema que fica na pele após a extração, diminui a vermelhidão, auxilia na cicatrização e previne a formação de marcas escuras decorrentes do processo inflamatório. Além disso, deixa a pele com toque mate e livre do brilho.

Para finalizar o procedimento, recomenda-se o uso do Sérum Equilíbrio Total. Esse sérum deve ficar na pele da cliente, não precisando ser retirado. Ele vai inibir as bactérias que provocam a acne e também controlar o processo inflamatório, além de prevenir também a formação da marcas escuras do tipo pós-inflamatórias.

Já o protetor mais indicado é o Dermosoft Protect FPS 20 em creme ou o Dermosoft Antioleosidade Pó Multiprotetor FPS 50. Agora confira o passo a passo do tratamento.

Passo a passo do protocolo de limpeza de pele acneica

1. Pré-Higienização
Caso a cliente esteja maquiada, retire com Aquaface Emulsão de Limpeza Facial, utilizando algodão.

2. Detoxificação
Ainda antes de higienizar, aplique Dermosoft Antiacne Sabonete Detoxificante em forma de máscara, e deixe agir por 10 minutos.

3. Higienização
Após os 10 minutos, borrife sobre a máscara o Dermosoft Antiacne Tônico Equalizador e efetue movimentos circulares. Esse ato irá emulsionar a máscara e higienizar a pele, já detoxificada. Retire o produto com algodão seco (é necessário retirar com algodão seco para que não continue emulsionando e fazendo espuma). Se necessário, retire os últimos resíduos da pele com algodão umedecido em água.

4. Esfoliação química
Aplique Dermosoft Antiacne Peeling Secativo sobre todo o rosto e deixe agir por 15 minutos. Na sequência, retire com algodões umedecidos em água.

5. Emoliência
Aplique Aquaface Creme Emoliente fazendo uma leve massagem para que o creme seja absorvido. Para melhorar a emoliência, aplique sobre o creme a Aquaface Solução Emoliente em forma de bandagem, aplicar fonte de calor e realizar extrações. Se preferir, para fazer a extração utilize uma gaze ou algodão umedecido na Aquaface Loção Tônica Descongestionante, diminuindo assim a irritação da pele. 

6. Alta Frequência
Após extrações aplicar equipamento de alta frequência por 5 minutos em toda a face.

7. Tonificação
Com a pele limpa e detoxificada, borrife Dermosoft Antiacne Tônico Equalizador em algodão e aplique com toques suaves sobre toda a área a ser tratada. Deixe absorver.

8. Máscara
Aplique Dermosoft Antiacne Máscara Antioleosidade. Deixe-os agir por 15 minutos e. Retire com algodões umedecidos em água.

9. Finalização
Aplique sobre toda a pele o Dermosoft Antiacne Sérum Equilíbrio Total e deixe absorver.

10. Proteção solar
Finalize o protocolo aplicando o Dermosoft Protect FPS 20

Vale lembrar que é importantíssimo cuidar da pele diariamente para que se tenha o controle efetivo da acne. Quer saber quais os melhores produtos no controle da acne para uso em casa? Acesse o conteúdo “Como acabar com a acne”.

A pele na menopausa

A menopausa é um período importante para toda mulher 

O corpo começa a passar por mudanças, a menopausa é o período fisiológico em que os ciclos menstruais e ovulatórios se encerram e ocorre após a última menstruação da mulher. Antes da definitiva menopausa, a mulher ainda passa pelo climatério, que é o período de transição entre as fases reprodutivas e não reprodutivas, e já nesse momento a mulher começa a sentir as transformações que ocorrem no seu corpo e na sua pele.

A menopausa não tem data marcada, pode ocorrer aos 45 anos, aos 55 anos… Pode iniciar de forma espontânea, cirúrgica, precoce ou tardiamente, o fato é que um dia ela vai chegar e com ela alguns sintomas bastante indesejados. Nesta nova etapa da vida, a mulher vai conviver com a diminuição de produção dos hormônios femininos estrogênio e progesterona, o que gera muitas transformações e que infelizmente possibilita o aparecimento de algumas doenças.

Um dos principais sinais de que a menopausa está chegando é a mudança de comportamento da menstruação ou até a ausência dela. Outro sintoma comum é quando as mulheres identificam ondas de calor intensas e sudorese noturna. A mulher também pode apresentar insônia, ressecamento vaginal, déficit de atenção e memória, perda de massa óssea, mudança no contorno corporal, depressão e maiores riscos de doenças cardiovasculares. Todas essas mudanças trazem efeitos bastante radicais para a pele, como ressecamento, afinamento, presença de rugas, flacidez, sensibilidade de contato e diminuição da resistência.

Falando mais sobre a pele, os sintomas que mais marcantes são:

– Desidratação e ressecamento de toda a pele do corpo, podendo até causar descamação;

– Presença de lesões senis;

– Afinamento e diminuição da elasticidade da pele;

– Presença de telangiectasias, que são aqueles vasos muito finos que aparecem na pele.

Muitas mulheres optam pela reposição hormonal como tratamento, mas é preciso discutir caso a caso com o médico especialista. O tratamento da pele pode ser discutido com um profissional capacitado que tenha uma conduta cosmética adequada. Porém, alguns cuidados e hábitos diários já podem trazer melhoras significativas na qualidade da pele.

Como amenizar os sintomas que a menopausa causa na pele?  

Mudanças de hábitos cosméticos diários e tratamento com profissional especialista podem auxiliar e amenizar os sintomas citados. Reunimos algumas dicas e cuidados essenciais para manter a pele saudável neste período de intensas transformações:  

– Higienização da pele com emulsões e sabonetes com ativos vegetais que preservem a barreira da pele e não causem nenhum tipo de agressão;

– Tonificação após a higienização com loção rica em ativos hidratantes e livres de álcool. O ato da tonificação pode surpreender nos resultados para a hidratação, pois ela é o primeiro passo para uma pele realmente hidratada;

– Proteção e hidratação logo pela manhã, uso do FPS correto e, principalmente, uso de produtos que façam a reposição das necessidades da pele, em especial na fase lipídica, prejudicada pela menopausa. No caso das peles maduras menopausadas, os produtos devem ser ricos em ativos restauradores;

– Hábitos cosméticos noturnos com produtos nutritivos, revitalizantes com fator de crescimento, ácido hialurônico, reposição lipídica e reparadores cutâneos são fundamentais.

Os cuidados com a pele devem se estender ao corpo. A hidratação corporal e dos pés é indispensável nesta fase tão crítica da vida da mulher. 

Alguns produtos que indicamos são:

Dermosoft Day Reverse Creme Anti-Idade Facial

Linha completa Dermosoft Clean

Dermosoft Revitalize Dermo Vit C

Dermosoft Protect Fotoprotetor Facial FPS 50

Pro Vegetal Creme de Massagem Corporal Ômega 7

Amolié

Nessa fase, ainda mais do que nas outras, foque em cuidar de você e em sentir-se bem e saudável! 😉

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Calvície masculina: entenda se você pode ficar careca

A calvície masculina é bem comum nos homens. Hoje muitos deles aceitam suas “carequices” raspando a cabeça e assumindo definitivamente a falta de cabelos.

Porém, quando os cabelos começam a cair, muitos passam por momentos de não aceitação. Sobre esse assunto, sempre surgem inúmeras dúvidas, então seja se você tem predisposição para ficar calvo.

Quando alguém sabe se ficará calvo?

A alopecia androgenética pode ser verificada pela predisposição familiar (seu pai e seu avô), e esta patologia se inicia logo após a puberdade, quando deveriam ser iniciados os tratamento.

Como perceber que a calvície está chegando?

A tendência à calvície pode ser observada primeiramente pela espessura dos fios.

Se os fios da frente da cabeça estiverem mais finos e os cabelos mais oleosos, é sinal de que o cabelo está começando a morrer e que a calvície está chegando.

É nesse momento que se deve iniciar o tratamento.

Mas afinal, por que os fios caem?

Todo o processo é provocado por uma combinação de fatores genéticos e hormonais e está diretamente relacionado com a testosterona, um hormônio sexual masculino.

Como as mulheres também produzem pequenas quantidades dessa substância, a calvície não é uma exclusividade masculina, e elas também estão sujeitas a desenvolver a calvície feminina. Porém as estimativas são de 5% de mulheres para 95% de homens.

Como a calvície androgenética ocorre?

Um folículo piloso saudável pode ter até quatro fios de cabelo. Mas, quando este folículo é estimulado pela testosterona, inicia-se a calvície, e este mesmo folículo começa a apresentar um menor número de fios e muito mais finos.

Com a tendência genética, o hormônio masculino presente no folículo sofre a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, e é transformado em DHT (dihidrotestosterona).

Esse hormônio (DHT) desencadeia a morte das células que produzem os fios. Daí os folículos se fecham e diminuem a produção de fios progressivamente.

Observe que a alopecia androgenética acomete a parte superior da cabeça. Isso ocorre porque os fios que se localizam nas laterais e atrás da cabeça não produzem a tal enzima.

Mito da calvície!

A relação entre a queda dos fios e a ação da testosterona deu origem à ideia de que os carecas deviam, então, produzir maiores quantidades de hormônio masculino. Portanto, seriam mais viris do que os cabeludos.

Porém, teoricamente todos os homens, sejam eles calvos ou não, produzem a mesma quantidade desse hormônio e, além disso, não é o nível de testosterona que provoca a calvície.

Ademais, a presença de uma grande quantidade de DHT circulando pelo organismo também não significa obrigatoriamente que um indivíduo se tornará calvo. É necessário que esse excesso de receptores esteja presente no couro cabeludo.

Sendo assim, até que o contrário seja comprovado cientificamente, essa história de que os carecas são mais “machões” do que os cabeludos não passa de mito.

Prevenção da calvície

Embora a calvície sofra influência genética e se inicie logo após a puberdade, vale a pena mudar os hábitos diários em relação aos produtos usados nos cabelos.

A linha Terapia Capilar da Extratos da Terra traz nutrientes e oligoelementos que contribuem no controle da oleosidade e da queda, e melhoram a autoestima do homem.

Ah, uma boa notícia é que todos os produtos usados nos cabelos podem ser estendidos para a barba também.

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Experimente!

Elizete Garcia
Coordenadora técnica da Extratos da Terra

Força na peruca!

O seu cabelo não para de cair? Você fica surpresa com a quantidade de fios que caem ao lavar ou pentear os cabelos todos os dias? Quer entender como isso ocorre? Então vamos lá, e força na peruca, que vou explicar tudinho sobre esse complexo universo que é a formação dos fios de cabelos.

Perder fios de cabelos diariamente é normal, faz parte da vida! Normalmente perdemos entre 80 a 100 fios por dia. Mas se a queda for maior do que isso, aí sim é um indício de que algo não está certo, então vale investigar as causas.

Para que o ciclo de vida do fio funcione normalmente, o bulbo capilar tem de ter oxigenação, nutrientes, vitaminas e proteínas, tudo para que você não perceba que está perdendo os cabelos. A formação do fio é um universo complexo e encantador, é algo que começa lá dentro do couro cabeludo e segue com o crescimento, até ficar assim no aspecto que a gente vê. E esse ciclo não para: quando um fio cai, é porque um outro já está lá, pronto para nascer no mesmo lugar, isso, claro, no estado normal, quando não há problemas de queda acentuada.

Vamos então entender como é a vida do nosso cabelo? Dentro do couro cabeludo, nós temos milhares de folículos pilosos, que são uma espécie de cápsula onde o fio de cabelo cresce. O ciclo de vida do cabelo é dividido em 3 fases distintas, que duram em média 6 anos. Isso quer dizer que, aproximadamente a cada 6 anos, cada fio da nossa cabeça é substituído por um novo fio.

O ciclo de vida do cabelo segue a seguinte ordem:

  • Fase de crescimento: dura de 2 a 6 anos, e cerca de 90% dos fios da nossa cabeça estão nesta fase. Esse é um período muito importante e crucial para que os nossos cabelos sejam saudáveis. Durante esse tempo, as células dentro do folículo (aquela espécie de cápsula que fica dentro do couro cabeludo) vão se dividindo, e o cabelo vai crescendo.
  • Fase de transição: nesta etapa, o cabelo para de crescer, e os nutrientes não são mais entregues ao fio. Essa fase dura de 2 a 4 semanas, e somente cerca de 1% dos nossos cabelos encontram-se neste período.
  • Fase de repouso: esse é o último ciclo do cabelo, o folículo já não tem mais divisão de células, os nutrientes não são mais entregues ao fio e ele morre. O próprio folículo vai empurrando esse fio para fora da cabeça para que ele caia e nasça outro no lugar. Essa fase dura em média de 2 a 4 meses.  

Bom, mas se esse ciclo funciona perfeitamente, ou seja, se quando um fio morre, já nasce outro no lugar, então por que temos queda anormal de cabelos? Como você pode perceber, a fase mais importante é a de crescimento, e para termos os cabelos saudáveis, sem queda anormal, é preciso que todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do fio cheguem até o bulbo capilar. Porém, os folículos são atingidos diretamente, quando ocorre uma variação ou desequilíbrio do nosso corpo, como, por exemplo, quando estamos expostos ao estresse. São situações em que os nossos hormônios se desequilibram e afetam diretamente o bulbo capilar. A falta de uma alimentação equilibrada é outro exemplo que leva à queda de cabelo, já que, na falta de nutrientes importantes, o nosso corpo deixa de mandá-los para o nosso cabelo para poupá-los e então os envia para as outras funções vitais do organismo. Em consequência, acontece a queda de cabelo, pois o fio que estava na fase de crescimento não tem mais alimento. Então ele entende: “Opa, está na hora de trocar de fase”, e pula para a fase de transição, parando de crescer, e cai antes do tempo. Isso é muito comum em mulheres que amamentam, visto que a maioria dos nutrientes são usados para formar o leite e para as funções vitais do organismo da mulher, e os cabelos acabam sofrendo com deficiência de nutrientes, ocorrendo as quedas mais acentuadas.

Agora que vocês já sabem tudo sobre o ciclo de vida do fio, fica mais fácil entender como os produtos para queda de cabelo agem. Quer conhecer mais, acesse o conteúdo Queda nunca mais!

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Experimente!

Queda nunca mais!

A fase de crescimento do cabelo é a etapa mais importante no ciclo de vida do fio. Então, para reverter a queda de cabelo, é importante fortalecer e alimentar o bulbo capilar nessa fase. Os tônicos da Linha Terapia Capilar agem exatamente neste ponto. Por serem aplicados de forma tópica, ou seja, diretamente no couro cabeludo, os tônicos entregam localmente no bulbo capilar os nutrientes necessários para o crescimento dos fios. Assim, os nutrientes não são usados para outras funções do organismo. Além disso, os ativos aumentam a microcirculação, e isso vai proporcionar maior quantidade de oxigênio livre para que as células possam transformar os nutrientes em energia e ativar as células do bulbo capilar novamente. Isso faz com que o fio que estava na fase de transição, sem atividade, volte para a fase de crescimento, e as células voltem a se dividir. Esse é o chamado efeito âncora, pois  promove a fixação do fio, que estava pronto para se desprender e cair, no couro cabeludo novamente, regularizando o ciclo de vida do cabelo.

Em especial, o Nano Hair contém aminoácidos que formam importantes proteínas da estrutura do fio de cabelo, ou seja, ajuda a compor um cabelo mais espesso e mais forte. Além disso, o Nanogrow, ativo nanoencapsulado que compõe esse tônico, entrega os nutrientes ao bulbo de forma mais eficiente e prolongada, garantindo assim que os fios tenham todo o alimento de que precisam, na hora em que precisam, para fazer os fios crescerem mais resistentes e fortes.

Já o Tônico Antiqueda contém em sua composição minerais vitais para a recuperação dos fios que estão danificados. Esses minerais têm uma carga positiva e são atraídos pela diferença de carga das regiões enfraquecidas dos cabelos, recuperando os danos localmente na estrutura do fio.

Outro fator muito importante para que os fios cresçam de forma saudável e bem fortes é o controle da oleosidade, pois quando há excesso de óleo, o couro cabeludo não consegue desenvolver as suas funções adequadamente, como a oxigenação, por exemplo. Além disso, a oleosidade carrega consigo toxinas que prejudicam a saúde dos cabelos e podem provocar caspa e seborreia.

Dessa forma, o tratamento para controle da queda e crescimento dos fios deve ser feito associando produtos que reponham os nutrientes no bulbo capilar, que promovam a oxigenação das células, que controlem a oleosidade e que reestruturem a fibra capilar. Assim, os fios nascem fortes, resistentes e com o brilho que todos merecemos.  

Tem interesse em se livrar de vez da queda de cabelo? Conheça a linha Terapia Capilar clicando aqui.

Você sabia que 60% dos homens preferem ter mais cabelos à mais dinheiro?

A calvície ou a “careca” é um tema bastante difundido nas rodas de amigos: todos sabem que podem ter, mas ninguém deseja para si. Uma pesquisa da Universidade da Pensilvânia (EUA) concluiu que os carecas são vistos como mais dominantes, confiantes e masculinos do que os homens com cabelo. Eles até mesmo podem ser vistos como pessoas com mais liderança. No entanto, nem sempre são associados à atratividade: geralmente, os carecas são considerados menos atraentes.

Outra pesquisa bastante interessante foi realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar (ISHRS), que questionou em uma das perguntas se a pessoa preferiria ter mais amigos, dinheiro ou cabelo. Das 1.407 pessoas que responderam à pesquisa, 59,9% prefeririam ter mais CABELOS, 26,2% ter mais dinheiro e 13,9% mais amigos. Isso significa que, sim, as pessoas estão cada vez mais interessadas na beleza e na vaidade. Estudos indicam que, aos 30 anos de idade, 30% dos homens já apresentam queda acentuada dos cabelos. Aos 50 anos, esse índice sobe para 50%. Dar adeus à queda dos fios pode não ser tão fácil, mas é possível.

As pessoas têm uma necessidade enorme de ter e de manter os seus cabelos. Desde os tempos mais remotos, já se tinha muita preocupação com essa questão. Quando os fios de cabelo de Júlio César (100 – 44 a.C.) começaram a ralear, o imperador romano se pôs em batalha. Tinha até como hábito diário usar uma coroa de louros para esconder a calvície. Sobrou até para Cleópatra, que teve de preparar receitas exóticas para acabar com a careca dele, incluindo ratos domésticos queimados, gordura de urso e vísceras de veado. A receita, é claro, não produziu um fio de cabelo a mais na cabeça do imperador.

Este assunto é tão sério que até o grego Hipócrates iniciou pesquisas para saber mais sobre a queda dos fios. Foi quando os primeiros relatos da relação entre os hormônios masculinos e a perda de cabelos foram detectados. Hipócrates notou que a castração prevenia a calvície nos eunucos (os caras que eram castrados para guardar as mulheres do harém). No entanto, foi na década de 40 que o problema foi estudado em mais detalhes, quando o anatomista norte-americano James Hamilton pesquisou os efeitos da testosterona na queda de cabelo em uma dupla de gêmeos, um castrado e o outro não.

Nem o príncipe William se safou dessa. Aos 33 anos, ele está “paranóico com a perda de cabelo”, disse uma fonte da revista americana OK!. O príncipe está procurando enlouquecidamente um tratamento para tratar a calvície e teve até uma proposta para fazer injeções de botox no couro cabeludo. William estava pronto para tentar, mas, de acordo com o tabloide, um médico da família real não apoiou a ideia e pediu que ele parasse com o botox. Por causa disso, William parou o tratamento. Ele também perguntou ao médico sobre implantes de cabelo, mas sabia que isso seria rejeitado pela rainha. O príncipe ainda continua buscando uma solução para a calvície, mas isso porque ele não descobriu a Extratos da Terra alguns anos atrás. Kate, a esposa, diz que isso não deve incomodá-lo, já que não a incomoda, mas ele não aceita ser tão jovem e já estar quase completamente careca.

A prevenção é sempre o melhor remédio, principalmente na calvície. Então use a linha Terapia Capilar Extratos da Terra, um tratamento revolucionário para você! Sua última preocupação será a queda de cabelos. 😉  

Paula de Souza

 

Referências de pesquisa:

Site Ofuxico

Site Mega Curioso

Site Clube dos Carecas

Site ISHRS