Arquivo da tag: tratamentos estéticos

O tratamento na Medida Certa para sua cabine

Hoje em dia o procedimento mais procurado em clínicas estéticas e até mesmo cirúrgicas é a redução de gordura localizada, não é mesmo? Independentemente do tratamento a ser feito, o objetivo é o mesmo: diminuir a numeração das roupas.

Sabemos o quão importante é o processo de redução para a saúde física e/ou emocional. Sabemos também o quanto é possível melhorar a autoestima com uma simples passada no espelho quando você vê algo que te faz se sentir bem consigo mesma. O problema é que nem sempre esse processo é rápido e fácil. Quando optamos por tratamentos estéticos para redução de medidas, usamos técnicas de massagem com cosméticos que vão favorecer a quebra das moléculas de gordura do organismo por meio de um mecanismo conhecido como lipólise. O resultado dessa quebra de gordura é a formação de energia. Por isso, é indicado fazer exercício físico, principalmente pós-procedimento.

Pensando nisso, a Extratos da Terra desenvolveu o Protocolo Medida Certa, uma perfeita combinação de produtos com ativos liporredutores de alta tecnologia e aplicação alternada, conferindo assim estímulos diferentes na semana  para se obter um melhor resultado em cabine.  

A proposta desta abordagem é a aplicação de protocolos diferentes na mesma semana. A ideia é semelhante àquela adotada em treinos nas academias. Quem frequenta a academia normalmente tem uma sequência e graus de dificuldade dos exercícios alternada entre uma semana e outra para que o corpo não se acostume e para que o gasto energético seja maior. Essa teoria é embasada em estudos como os da Universidade de Loughborough, onde os investigadores confirmaram que, à medida que o corpo se adapta ao exercício, o metabolismo em descanso fica mais lento, e não mais rápido. Em outras palavras, isso quer dizer que, quando o corpo se acostuma a uma rotina de exercícios ou tratamentos estéticos, a perda de peso ou de medidas fica mais difícil em vez de se tornar mais fácil.

Quando você realiza os mesmos procedimentos todas as sessões, o corpo passa a se acostumar com os mesmos estímulos e frequências, passando a entender aquilo como algo normal, como uma rotina, e não vê mais como um estímulo que deva ser superado. Como consequência, a redução de medidas vai ficando mais lenta. A solução então é alterar entre um protocolo e outro, assim o corpo não se adapta aos mesmos estímulos nem aos mesmos cosméticos, reconhecendo que está sendo realizado algo novo.

Pensando nessa diferenciação, o Protocolo Medida Certa, trabalha diferentes estímulos e diferentes meios para redução, alternando entre um tratamento em um dia com nanopartículas, que propicia uma penetração de ativos mais elevada, e em outro dia trabalhando com o uso de cosméticos termogênicos. Sendo assim, esse tratamento foi dividido em duas partes. Alterna-se a parte 1 na primeira sessão da semana e a parte 2 na segunda sessão da mesma semana, e assim sucessivamente. Por exemplo, se a cliente comparece em cabine nas segundas e nas quintas, nas segundas ela receberá o Medida Certa parte 1 e nas quintas o Medida Certa parte 2.

O protocolo Parte 1 tem a tecnologia de nanoencapsulados que penetra nas camadas mais profundas da epiderme, ultrapassando o alcance de produtos convencionais. Ele proporciona a liberação gradativa do ativo da fórmula, com duração de no mínimo 8h após a sua aplicação. Já o protocolo Parte 2 possui produtos lipotérmicos que ativam a microcirculação e promovem o aquecimento da pele. Nessa parte o protocolo estimula a lipólise e reduz medidas.

Vale lembrar da indicação do produto para uso em casa, o Home Care, que potencializa em média 40% do resultado em cabine. Ficou curiosa para  conhecer esse protocolo? Então, corra e baixe agora mesmo! É só clicar aqui. 🙂

Conheça e teste os benefícios dos produtos desenvolvido pela Extratos da Terra em nosso site, extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.

Experimente!

 

Resultado da Promoção #SouExtratos para a Feira Estética In Rio 2016

No dia 04/05, anunciamos o resultado da Promoção #SouExtratos, que presenteou cinco profissionais com inscrições para o 10º Congresso Científico Brasileiro de Estética, na Feira Estética In Rio – nos dias 21 a 23 de maio. As fotos de vocês nos deram tanto orgulho que decidimos fazer um post só para mostrar os resultados dos seus procedimentos utilizando produtos Extratos da Terra.

Com muita dedicação e profissionalismo, vocês atuam diariamente buscando melhorar a vida de suas clientes, dando a elas uma dose de autoestima a cada resultado sentido – um trabalho que nos deixa muito felizes! Reconhecemos em vocês nossas maiores aliadas, uma verdadeira família que aprende junto, desenvolve novas habilidades e surpreende com o uso de técnicas e tratamentos inovadores.

Obrigada, mais uma vez, a todas as profissionais que participaram. E também às ganhadoras, por terem feito bonito nas fotos e também nos tratamentos. Confiram as fotos na galeria abaixo.

Saiba como se livrar das olheiras

Noites mal dormidas, ressaca e cansaço são alguns dos fatores que podem contribuir para o aparecimento das manchas escuras embaixo dos olhos. No entanto, nem sempre a fadiga e o estilo de vida agitado são as reais causas das olheiras. Algumas pessoas têm tendência para o acúmulo de melanina na região dos olhos, caracterizando o problema como genético.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, são três as causas básicas das olheiras: deposição de pigmentos escuros produzidos pelos melanócitos, um tipo de célula da pele; peles finas demais, que permitem a visualização dos vasos capilares; e presença de vasos capilares de coloração muito escura, dada pelo sangue, que ficam perceptíveis na pele.

Maus hábitos no cuidado com a pele e alimentação podem intensificar a quantidade e a cor das olheiras, mas se você se prevenir – mudando um pouquinho sua rotina diária – e tomar alguns cuidados, poderá evitar o aparecimento delas.

Como identificar?

Para tratar corretamente, é preciso identificar o problema que ocasiona a olheira. A cor acastanhada é geralmente causada pelo excesso de melanina. Já a arroxeada é causada pelos vasinhos de sangue. Para certificar-se, faça um simples teste em casa: limpe bem o rosto, vá em frente a um espelho e estique a pele da olheira para baixo. Se você conseguir ver os vasinhos, significa que a pele está arroxeada. Se a pele continuar escura, é excesso de pigmentação.

Quais os tratamentos indicados?

Quando a olheira não é crônica nem hereditária, algumas soluções caseiras – as clássicas receitinhas de vó – podem ajudar a amenizar a aparência. Experimente utilizar compressas de água gelada ou de chá de camomila gelado por 5 a 7 minutos, nos dias de maior intensidade. Isso diminuirá o inchaço e o aspecto de cansaço, pois melhorará a circulação na área. Pepinos gelados, cortados em fatias, também são ótimas opções que ajudam a clarear.

Dormir bem, assim como evitar o consumo de açúcar, álcool e cigarros, também ajuda. Use sempre óculos escuros quando se expuser ao sol – o filtro das lentes UV funciona como prevenção e diminui a produção de melanina na região. Hidrate a região dos olhos: procure um hidratante leve e com ingredientes naturais.

Existem cremes específicos para a área dos olhos que podem amenizar as olheiras e devem ser aplicados diariamente, até duas vezes ao dia. Os ativos escolhidos vão depender da causa. Vitaminas e colágeno, por exemplo, são bem recomendados. Procure por texturas em creme, sérum ou gel, com base de vitamina A, D, C, K, ácido mandélico e ácido tioglicólico – como o Dermosoft Day Creme da Extratos da Terra, que contém colágeno marinho e pró-vitamina D em sua fórmula, ativos de rápida absorção que combatem não só as olheiras, mas também bolsas e inchaço.

Agora, se as suas olheiras não são causadas por fatores externos, o ideal é procurar um especialista em tratamentos estéticos e dermatológicos. Quando feitos logo no início, o índice de melhora e cura da olheira é bem maior. Entre os tratamentos estão o peeling, o laser ou luz pulsada e o preenchimento com ácidos:

  1. Peeling de ácido tioglicólico: usado para neutralizar o escurecimento. As olheiras são reduzidas em até 90%;
  2. Tratamento a laser: é o tratamento menos agressivo, indicado para melhorar o pigmento e a flacidez;
  3. Luz intensa pulsada: utilizado em olheiras com acúmulo de melanina, sardas e vasinhos. Ativa o colágeno, reduzindo a flacidez e também as rugas;
  4. Preenchimento com ácido hialurônico: indicado para diminuir a profundidade, pois preenche a área abaixo dos olhos. Não age na pigmentação, mas melhora a cor da olheira.

Consulte um dermatologista ou profissional da área estética e avalie os melhores tratamentos para o seu caso. Lembre-se das dicas acima, use os produtos certos e diga adeus às olheiras!